Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Cantinho da Casa

Cantinho da Casa

25.08.20

uma esponja, um frasco e os palitos

Maria Araújo

excepcionalmente, depois de quatro meses por cá, a sobrinha e os filhotes regressaram às suas vidas no Rio.

aulas online, tele trabalho, volta a vida ao seu "normal", não havia volta a dar.

recebi no whatsapp uma imagem que fotografou no elevador do prédio de uns amigos e que me levou a pensar que as pessoas fazem o que podem para evitar o contágio, neste caso no que se refere a elevadores.

é um facto que me preocupa, não só cá no prédio, como nos elevadores do ginásio,do prédio onde vive outra das minhas sobrinhas, nos produtos que pegamos no supermercado.

tenho uma embalagem em spray com água e líxivia para desinfetar os puxadores das portas, e para o tapete que tenho na entrada de casa.antes de entrar borrifo-o para passar os sapatos e limpá-los de seguida no tapete, tirá-los e pô-los na varanda ao ar ( chego a juntar vários pares de sapatos/ sapatilhas)  que depois de 48h ou mais, vão para o armário.

então, nesse elevador puseram uma esponja, um frasco e palitos.

a princípio, pensei que cada pessoa pegasse num palito dentro do frasco,carregasse no andar  de destino e à saída espetasse na esponja.

mas quando chamei a atenção que pegando num palito do frasco automaticamente tocaria noutros, ficou esclarecido que  os palitos espetados na esponja são para usar no botão e depois guardados no frasco.

"falta a legenda", disse.

" se fosse um tuga pegava nele para palitar os dentes", escreveu outro dos sobrinhos 

uma  medida / ideia  fixe para quem tem a paranóia de tocar nos lugares e objectos comuns.

eu tenho.

IMG_20200824_155456.jpg

 

 

Comentar:

Mais

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog tem comentários moderados.