Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

cantinho da casa

cantinho da casa

tiros e mais tiros

Fui ao mercado municipal comprar flores, desta vez cravos vermelhos e vivazes,  para as campas dos meus familiares.

Não sou fã de cravos, embora a cor vermelha seja a minha favorita, resolvi que para celebrar a Liberdade que os meus pais defendiam, e porque o meu irmão mais velho foi combatente em Guiné, decidi ir hoje pôr as flores.

Fui surpreendida por uma amiga que viu-me passar( eu não a vi), e foi ter comigo, estava eu a limpar a campa dos meus pais e da minha irmã.

Estivemos à conversa, um pouco.

Depois de nos despedimos, continuei a minha tarefa.

Ora, o Regimento de Cavalaria n° 6, fica a poucos metros do cemitério.

Ouvia-se o som dos tiros constantes, e bastantes.

Há tempos que não os ouvia.

Estive no cemitério muito tempo, o som não se calava.

Imagino como será quem vive debaixo de fogo constante.

Os militares estarão a treinar para alguma celebração do dia 25 , o dia em que o cravo vermelho foi , e é, o símbolo da nossa Liberdade.

50 anos de 25 de Abril também comemoro com cravos vermelhos, os meus familiares defuntos.

E em casa também.

IMG_20240423_173255.jpg

 

 

 

 

 

 

10 comentários

Comentar post