Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

cantinho da casa

cantinho da casa

Ter | 16.03.21

coisas do meu dia

Maria Araújo
em Janeiro, já se previa o confinamento, fora ao cemitério pôr flores decorativas, não plásticas,que tinha em casa. ontem, com o primeiro dia do desconfinamento para as creches e escola do 1º ciclo, pensei que talvez o cemitério estivesse aberto, fui ver ao google, e sim,confirmava. quando lá cheguei, as flores estavam intactas, não desbotara a cor mas este post é para contar o seguinte: estava na campa dos meus avós, mais à frente, umas mulheres de etnia cigana limpavam a (...)
Qui | 28.01.21

a crise ainda não chegou à cidade

Maria Araújo
Várias  vezes num mês, e esta semana assim aconteceu, recebo chamadas de uma menina que me pergunta se conheço alguém que queira vender ou comprar casa:" Apesar da pandemia, ainda temos clientes que procuram casas para comprar ou vender. Gostaria de saber se conhece alguém que esteja interessado na compra ou venda da sua"" A minha resposta é " Não conheço ninguém". Desejando votos de feliz Natal, Páscoa e/ou outra festa, recebo sempre uma SMS . Aqui (...)
Sex | 27.03.20

# fique em casa 12

Maria Araújo
publicado no post anterior, desafio dos pássaros, a meio da tarde  recebi uma chamada de um número que não faz parte dos meus contactos. Não costumo atender,mas como recentemente o telemóvel desligava-se e foi de novo formatado, perdi alguns contactos,  resolvi atender. A pessoa foi directa a dizer o meu nome,não reconheci a voz, perguntei quem falava. Ela estranhou a minha pergunta, (...)
Qui | 05.12.19

não há paciência!

Maria Araújo
Estamos vários utentes na sala de espera do hospital, para exames, uma mulher fala muito alto ao telemóvel com o alta voz ligado. Ouve-se a pessoa do outro lado que  até um f°&@ -se ouvimos. Porque o  vestido fica bem com os sapatos, porque isto e aquilo, sempre a repetir as mesma coisas, até que diz: "Olha estou aqui no hospital à espera de entrar para fazer o exame. Estão muitas pessoas à espera. Olha perdi uma nota de cinco euros. Não sei onde caiu. Já viste, perder (...)
Qui | 05.12.19

chamadas "sem nome"

Maria Araújo
Ontem, fui buscar o sobrinho neto ao colégio, e como o tempo é de sol, levei o carro de bebé. Também queria levá-lo a ver a iluminação de Natal. Seguia tranquilamente o meu caminho, uma senhora pôs-se ao meu lado, acompanhando o meu passo, comentou comigo: - Chamadas sem nome, que nervos! Olhei para ela, não disse nada. Não era comigo, estaria a resmungar alto e para si própria. E continuou: - Chamadas sem nome, apetece deitar o telemóvel para o chão. Havia de ser proibido (...)
Sex | 22.03.19

telemóvel avariado!

Maria Araújo
Marcara, para hoje, uma massagem reafirmante que recebera de presente no outono passado (as Termas fecham entre Dezembro e Fevereiro), saí de manhã cedo em direcção às Termas de Cadelas. Da cercival até aos dedos das mãos e dos pés, costas e ventre, foram 40 minutos deliciosos, que vou repetir, muito em breve. No regresso, passei pelo Ikea, fiz o meu passeio pela loja, comprei umas coisas que precisava (há outras que já tenho em mente comprar, mas alguém tem de ajudar-me a (...)
Qua | 05.12.18

um telefonema

Maria Araújo
9h20  toca o telemóvel, um número que desconheço, mas atendo.  Voz de um homem: - Bom dia, peço desculpa mas ligou para este número. Eu -  Eu não, e desconheço-o, certamente que o senhor está enganado. Ele - Ah, mas aqui diz loja. A senhora não ligou mesmo?  Eu - Loja?! Ele - O nome PVL não lhe diz nada?  Eu - Sim,  trabalhei uns anos por aí, mas agora não. Ele - Ah! Por acaso, o nome A não lhe diz nada? Eu - Sim, mas... Desculpe, diga-me o seu apelido. Ele - V (...)