Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]



a avaria e a informação repetem-se

por Maria Araújo, em 29.10.18

 

20016270_ptUnU.jpeg

Quinta-feira passada, fui jantar fora.

Saí de casa, a rua estava às escuras, valeu-me a luz do telemóvel quando cheguei a casa.

Sexta-feira, fim de semana, liguei para a EDP, repetiu-se tudo o que escrevi neste post de 2014.

 

Dois anos depois, voltou a acontecer o mesmo (parece-me que vivo sozinha nesta rua) nunca ninguém se lembra de ligar para a EDP, liguei eu, repete-se a gravação e a conversa com a colaboradora:

 

 Se é avaria em casa, marque x; se é avaria na rua, marque y ( e eu marquei).

- Se a avaria na rua é só de um candeeiro marque x, se for metade da rua, y, se for a rua inteira, marque z (marquei z).

- A chamada vai ser atendida por um colaborador.

...

" ficou registada a sua informação, já foi enviada para os técnicos, pode levar dez dias".

 

Expectável que foi na conversa que tive ao telefone e depois me pedir a localização da rua, o meu nome e contacto telefónico, acrescentou isto:

"... não sei se o piquete anda na zona, mas informo que a espera pode levar dez dias para reparar a avaria ".

À noite, cheguei do Porto por volta das 21h30, a rua continuava às escuras.

Hoje continua assim. Só os faróis dos carros que passam a iluminam.

IMG_20181028_185954.jpg

 

Início

Autoria e outros dados (tags, etc)

às vezes fazem-me de idiota?!

por Maria Araújo, em 04.10.18

Há precisamente uma semana, uma pessoa falou em comprar um presente de aniversário para alguém por quem temos uma considerável estima.

Como eu havia falado nisto, uma semana mais tarde a pessoa e mais uma colega foram deliciar-se com um tratamento, que gostaram muito,  falaram-me em comprar um voucher para oferecer a alguém que nós estimamos. E pediram-me para tratar da compra.

Eu concordei, respondi que nunca comprara um voucher neste sítio, ia ligar para saber como fazer para o adquirir.

Com uma delas por perto, fiz várias ligações, não conseguidas, elas deixaram o ginásio, eu regressei a casa.

Em casa tentei ligar do telefone fixo, consegui, obtive o esclarecimento que pretendia.

Cautelosa que sou, queria o ok das outras pessoas para comprar o voucher, até porque quem o pagaria era eu, esquecera-me que nuncative os seus contactos ( nem quero).E lembrei-me do messenger.

A pessoa costuma estar ligada, enviei a mensagem, não obtive resposta. Esperei até ao final da tarde, enviei segunda mensagem, e nada.

Passou o fim de semana,  zero resposta.

Segunda-feira,  à volta de uma mesa do bar sentava-se a pessoa, a colega, e mais quatro pessoas.

Aproximei-me, cumprimentei todas, perguntei à pessoa se lera as mensagens que enviara.

Com uma expressão no rosto de quem não entendeu nada, ou eu estava a ser parva, todas olharam para mim,  virou-se para o grupo e diz qualquer coisa sobre o fim de semana.

Sentindo-me ignorada, não obtendo resposta à minha pergunta, toquei-lhe no ombro e disse que depois falava com ela. Saí dali indignada.

Dez minutos depois, viu-me,  aproximou-se e perguntou-me: "Então M, o que foi que aconteceu?"

A minha vontade era dizer que não fora nada, que nada tinha importância, mas como respeito as pessoas, e ela é simpática e damo-nos bem como colegas,  expliquei -lhe.

E respondeu-me que tem outras contas no FB, ultimamente não ia à que eu conheço, que o problema do presente estava resolvido ( perguntei-me se alguma vez houvera problema), e nesse preciso momento pára para cumprimentar alguém.

Eu segui o meu caminho.

Passaram três dias, e entretanto a pessoa  já foi à sua conta de FB onde tem a mensagem que enviei, não respondeu com um pedido de desculpa, não me disse se ofereceram algum presente e o quê, e eu continuo a fazer figura de idiota porque sei que resolveram outra coisa e não me incluíram no grupo. 

Se tivesse comprado o voucher, como me foi pedido, e não fosse eu cautelosa, iriam dizer que tinham comprado outra coisa, ficaria eu com ele nas minhas mãos, com um gasto que não queria ter nesta altura.

Perante isto, prometera a mim mesma ignorar tudo  que se passou .

Hoje, falei com todas como se nada tivesse passado. E elas falaram comigo como se nada tivesse passado.

Mas fiquei aborrecida, porque quando alguém me pede alguma coisa e mostro disponibilidade, faço o que está ao meu alcance para colaborar.

Já vi que com algumas pessoas não vale a pena. Que não me peçam nada, não alinharei em nada.

Como em "Os Tubarões": estou fora!

 

 

Início

Autoria e outros dados (tags, etc)

outras galáxias

por Maria Araújo, em 06.11.17

Este post é dirigido o simpático blogger Andy Bloig, que nos dá o prazer de ler assuntos quase do outro mundo, nos seus posts "o mundo deve estar louco", lê os nossos textos e nunca nos deixa sem respostas aos comentários e, sobretudo, dá dicas  ás nossas dúvidas e opina os nossos comentários e/ou argumentos, respeitando quem está deste lado.

Ora hoje lembrei-me de si, Andy (que interesseira "meu").

Fazendo um carregamento de telemóvel, via banco online, não recebi a SMS da operadora a confirmar o carregamento.

Achei estranho, mas também há alturas que demora alguns minutos a recebê-la, esqueci quase de imediato.

Entretanto, faço umas chamadas e o telemóvel não dava sinal nenhum.

Fiz o contrário. Liguei do telefone fixo para o telemóvel. Sem sinal de chamada, uns segundos depois ouve-se a voz do gravador dizendo: " o número para o qual ligou não tem voice mail activo".

Entretanto, tento saber o saldo do telemóvel, marquei o número respectivo: zero sinal. Ou seja, o telemóvel está operacional em tudo: o wifi funciona, até que me embrei de fazer chamada pelo whatsapp, que funcionou.

Perguntei-me: "Será da operadora?". "Será que o Lisbon Web Summit está a dar que fazer às operadoras andam ocupadas noutras galáxias e, no meu caso, não me permite enviar/ receber chamadas e SMS?" "Ou será que o telemóvel, com 15 dias, pifou?"

Sendo Andy um querido (sabe tudo destas coisas de tecnologias, contas e muito mais), e antes de fazer qualquer outra coisa que seja, ir à loja apresentar reclamação, sei que vou ter a sua ajuda.

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Início

Autoria e outros dados (tags, etc)

fiquei com os nervos em franja

por Maria Araújo, em 21.09.17

Precisava de marcar um tratamento, que falei neste post, visto que hoje a médica estava ao serviço, liguei para o hospital por volta das 14h10.

Um minuto e treze segundos depois, sem que alguém atendesse, a chamada caiu.

Entre as 14h10 e as 16h05 não parei de ligar. Tinha de conseguir falar com alguém.

À 10ª tentativa tenho sucesso. Pedi para ligar a especialidade. Cerca de um minuto à espera, eis que do outro lado atendem. Expliquei o que queria, respondeu-me que esperasse um pouco porque precisava de ver se já havia lista de marcações.

Com a música igual a muitas outras e que irritam os nossos ouvidos, esperei mais dois minutos. Estava a prever que iria ficar sem resposta. E não é que a chamada caiu?

Liguei mais cinco vezes até que alguém atendesse. "Bingo!". Expliquei o que queria e o que acontecera com a chamada e diz-me: " A senhora está a ligar para o geral. Eu vou passar a chamada mas deve marcar o número 123" .

Apontei-o, enquanto esperava que passasse a chamada. Mais um minuto e, caiu.

Voltei a ligar, agora para o 123. Tocou, tocou. Um minuto e onze depois ( dei-me ao trabalho de registar o tempo do toque de chamada ) aconteceu o mesmo.

Insisti, mais uma vez. Estava tão possessa, que praguejei, e muito.

De repente, ouvi uma voz do outro lado.

Expliquei que tinha ligado imensas vezes e que numa delas conseguira falar com alguém que por sua vez passou para o serviço, que falei com uma pessoa que me pediu para aguardar,  mas o tempo de espera era longo e a chamada caía.

Mais uma vez, esta passou a chamada para a especialidade e eis que consigo, finalmente, o que quero.

Mas não valeu de nada. Informou-me que a doutora entrega o calendário hoje ao final do dia, só é possível marcar amanhã, depois das dez horas.

E aproveitei para manifestar o meu descontentamento, também.

Pedi desculpa, mas ia fazer uma reclamação à administração porque em Agosto ligara muitas vezes e sem sucesso; que uma pessoa perde a paciência porque não atendem e se atendem passam a chamada que uns minutos depois cai.

Depois o meu desagrado com a informação que prestaram. Que no último tratamento, em Dezembro de 2016,  a doutora me dissera para voltar em Outubro; que quando quis marcar disseram-me que a doutora dá o plano em Agosto, e para ligar nessa altura, dois meses antes de ela entrar ao serviço; que quando liguei em Agosto só depois da sétima tentativa conseguira falar com alguém e as datas dos tratamentos estavam preenchidas; que só em Setembro sabiam se a doutora dava novo plano para Novembo e Dezembro; que nunca em dois anos que liguei para o hospital acontecera algo semelhante; que estava a ver que no dia que a doutora fosse fazer os tratamentos ( uma vez por mês) iria fazer cerca de 20 km e falar pessoalmente com ela porque isto de ligar vinte vezes e não ter  resposta não tinha sentido.

A senhora respondeu-me que eu tinha razão, que fizesse o que entendesse.

E pedi desculpa pelo desabafo, mas mesmo assim iria apresentar a minha reclamação à administração.

E vou.

E amanhã de manhã, a partir das 9h30, vou agarrar-me ao telefone.

Preciso de ter a minha marcação.

 

Início

Autoria e outros dados (tags, etc)

o telefone fixo

por Maria Araújo, em 18.10.16

 

Resultado de imagem para telefone fixo

 

cá de casa andava a deixar-me ficar mal há algum tempo.

Fui à PT/Meo há cerca de um ano, substituíram as pilhas: " ah, não pode comprar dessas pilhas que se vendem nas grandes superfícies de eletrodomésticos, têm de ser as pilhas que fornecemos, e tal ( e eu nem sequer imaginava que forneciam as pilhas).

Mas o facto é que, de vez em quando, o telefone deixava de funcionar estivesse eu a meio de uma conversa, pegasse nele para ligar. Outras vezes, deixava-me falar à vontade.

Ontem, o carregador fazia uns ruídos estranhos. Desliguei-o da corrente, voltei a ligar. Até que deixei de os ouvir.

À noite, recebo uma chamada. Uns segundos depois, foi abaixo.

Tive que usar o telemóvel.

Ficou a noite toda no carregador. Fiz uma experiência, liguei do telemóvel, não toca.

De manhã passei na loja, expliquei ao funcionário o que se passava. Perguntou-me ele:

- Quantos anos tem o telefone?

- Deve andar pelos cinco a sete anos, que me recorde -,  respondi.

- Então tem de comprar um telefone novo. 

- Como assim? - perguntei - Então a PT não substitui?

- Não. Só se estivesse dentro da garantia, que é de dois anos.

- Mas a PT sempre substitui os telefones quando eles avariam. Pelo menos há alguns anos.

- Não, isso já não existe.

Estou desactualizada. Em tempos, qualquer avaria,  ligava-se para a PT, vinha um técnico fazer a reparação e substituía o aparelho se necessário fosse.

Agora, que os há aos montes e à venda em qualquer loja, temos de os comprar. Fiquei lixada.

Eu gosto de ter o telefone fixo. Não prescindo dele. Então,  vou ter de comprar.

O pessoal é rico. Eu não sou.

Nada é como antigamente ( embora eu não seja demasiado saudosista).

 

Início

Autoria e outros dados (tags, etc)

quando nos pedem que grave os nossos dados

por Maria Araújo, em 23.09.16

 

Resultado de imagem para call center

ao telefone, depois de um pequeno inquérito sobre revistas/ hábitos de leitura, e para ter uma revista eletrónica  x durantes três meses e a 1 euro por mês (são só 3 euros, diz a menina), quebro de imediato a simpatia que oferecem, e que eu transmito, e digo, não!

- Não, desculpe, mas não faço isso. Não gosto de dar os meus dados ( nome, endereço de e-mail, NIB) a quem não conheço.

Só ao banco e, às vezes, nem isso! Resolvo tudo pessoalmente.

Ela desliga, eu desligo, e fica resolvido.

 

 

Início

Autoria e outros dados (tags, etc)

homens que fazem as mulheres sonhar

por Maria Araújo, em 06.08.15

 

££££Pablo-Daniel-Osvaldo-Southampton-fcs-new-s

 

ontem à noite,  ao telefone com a minha amiga N e enquanto via a SIC Notícias, passou a notícia do mercado de compra/venda/transferências de jogadores de futebol e digo eu: "já reparaste que o Rui não ganhou um único jogo e o Jesus ganhou tudo?"

E passamos para a conversa de futebol, que não domino a 100%,  sobretudo no que se refere aos nomes dos jogadores.

De repente passa a notícia da vinda de Pablo Daniel Osvaldo para o FCP e diz ela, que entretanto sintonizara a SIC Notícias: "este jogador é lindo, todo bom, repara!"

"Apareceu-me um homem com ar abandalhado, uma barba que não gostei, ar sisudo".

"Ele aqui não parece o mesmo, mas se fores ao google, escreves o nome dele e vê o quão bom ele é.", comenta a minha amiga N.

Agora, nas leituras do Sapo, vejo um título que me chamou a atenção,  no blog destas três simpáticas mulheres, clico, leio, e vejo as fotos.

Já vira esta beldade por aí. É, de facto, um homem lindo, que faz as mulheres sonhar ...e muito parecido com Jonnhy Depp (pormenor que passou despercebido à minha amiga, mas não é costume).

 

 

Início

Autoria e outros dados (tags, etc)

CP

por Maria Araújo, em 22.06.15

es-schindler19-22.png

 

Na próxima segunda-feira, eu e a Sofia vamos a Aveiro.

Não marquei as viagens pois não sabemos se vamos no comboio Intercidades e regressamos no Alfa, ou se vamos nos comboios urbanos.

Estava a fazer uma pesquisa no site da CP e depois de várias tentativas para ver os preços, lembrei-me que fazem descontos se comprar os bilhetes com alguns dias de antecedência.

Mas na página nada é esclarecedor.

Decidida a pedir alguns esclarecimentos por telefone, reparei que não há números de distrito, mas o 707...

Detesto ligar estes números pois como todos sabemos, ouve-se um gravador que desembucha uma série de informações e aconselha a marcar na tecla de telefone "x, ou y, ou z", aquela treta do costume e que me chateia.

Depois, tinha o contacto por chat, mas acho que não ia ter a informação pretendida, pensei " que se dane, vou ligar!"

Ouve-se a voz no gravador  dizer que a conversa vai ser gravada e tal,e a seguir o costume: para tal, tecla tal...

Por sorte, a que eu queria era informação, cliquei na tecla 1, não perdi tempo, mas escuto a voz do gravador que para mais informações podia contactar via e-mail (mais uma vez a treta repete-se) e...imediatamente, desliguei.Não ando aqui a sustentar "linhas telefónicas" e o raios que os partam a todos.

E tratei de enviar um e-mail.

Há minutos, entrei no meu e-mail e da CP tinha a informação de que o meu assunto " se encontra em análise para informação posterior" .Abaixo tem isto:

 

"A CP - COMBOIOS DE PORTUGAL, tem um serviço de atendimento telefónico Contact Center - 707 210 220 - especialmente criado para prestar informação de forma rápida e segura, sobre todos os seus serviços, condições, horários e preços. (0,10 €/min - rede fixa | 0,25 €/min - rede móvel + IVA). "

 

Então ligo e falam do e-mail, envio e-mail e falam disto! Vá-se lá entender!

Se amanhã não tiver a resposta, dou um salto à CP local e trato do assunto.

 

 

Início

Autoria e outros dados (tags, etc)

Ele há cada uma!

por Maria Araújo, em 10.02.15

imagesOEJXJ0EG.jpg

Hora de jantar, o telefone toca.

Maria (eu) vem atender, vê o nome no visor, pega no telefone e do outro lado ouve-se a voz de um homem (pai de uma amiga).

Ele (percebendo que é voz de mulher e com os seus modos grosseiros que não escapam a ninguém, diz ) - Ligou para minha casa, quero saber o que pretende.

Eu (fazendo-me  de parva, porque conheço o péssimo feito, sem carácter, deste senhor) - Desculpe, eu não liguei para casa do senhor...

Ele - Ligou, ligou.Diga o que quer (sem utilizar a palavra por favor).

Eu - Desculpe, mas eu já disse que não liguei para o seu número.

Ele - Ora esta! Claro que ligou! Tenho aqui o registo da chamada.

Eu - Já disse que não liguei. O senhor pode estar enganado.

Ele (com voz arrogante, volta a insistir): - Ligou para mim, ora!

Farta de ouvir o homem, disse - Se estou a dizer que não liguei... Podia ter-me enganado a marcar o número.

E retroca ele - Não se enganou nada. Já lhe disse que tenho aqui o registo da chamada, quero saber o que quer!

Eu - Olha, sabe que mais? Com licença.

E desliguei o telefone.

A verdade é que eu não liguei para casa da minha amiga e nunca ligo à hora de jantar porque sei que ela está a cozinhar para o sacana, machista, chantagista e grosseiro do pai.

Eu liguei, sim, há cerca de um mês porque tive uma chamada da casa dela, por volta das 10h, achara estranho ela estar em casa àquela hora, pelo que liguei de volta. Ouvi a voz do pai  e desliguei (presumo que ele enganara-se a marcar o número).

Como o voice mail teria dado sinal das chamadas não atendidas, o homem deve estar chateado com a filha ou com a namorada, queria embirrar com alguém.

Vontade não me faltou de ligar mais tarde à minha amiga e contar o que se passou. Mas terça-feira é o dia que ela vai trabalhar para o Porto, chega tarde a casa.

Tenho a certeza absoluta, que o homem quis identificar se a voz era de homem ou mulher (e ele nem imagina que ligou para a amiga da filha, ahahahaha!)

É um sacana de um desconfiado!

Ai,amiga, sábado vamos tomar café, vais saber disto, vais!

 

Início

Autoria e outros dados (tags, etc)

Start again

por Maria Araújo, em 28.12.14

Ontem, quando escrevi este post, estava tão irritada e as poucas vezes que estou mal disposta por causa dos outros, fico atada, "à deriva", e tudo corre mal.

O scanner não funcionava bem, ligava e desligava o meu velhinho computador, não conseguia que esta cabeça esfriasse e fizesse as coisas com mais calma.

Entretanto, a Sofia veio cá, tratou de configurar o meu telemóvel novo, resolveu-me um pequeno problema aqui no pc enquanto, finalmente,  imprimia uns documentos, acabei por serenar, vesti-me e fui tomar café com uma amiga.

Encontramo-nos com a minha irmã, fomos aos saldos, a coisa esmoreceu de verdade.

Hoje de manhã, decidida a ligar e resolver o que está pendente, por volta do meio-dia, liguei.

Ninguém atendeu. Não me irritei porque tinha tomado uma decisão.

Uns minutos depois, volto a ligar e "bingo", ouviu-se uma voz do outro lado.

Ao que parece, no dia anterior, o telefone não tocou. Insisti que havia ligado várias vezes entre as 11 e as 13 horas, e quando diz que estava em casa a essa hora, de repente, comenta,"já sei, as miúdas têm a mania de deixar o telefone esquecido em qualquer lado da casa, fica sem bateria. Foi o que aconteceu ontem . Fui eu que o coloquei no carregador."

Fui levar o documento  que será devolvido, espero, até terça-feira, e tratarei eu do resto, de imediato.

Por que tenho mais disponibilidade de tempo e assumo tratar de algum assunto importante, neste caso de meu interesse e de outras pessoas, quando ele se atrasa por quase nada e que podia estar resolvido há algum tempo, tira-me do sério.

Espero que no dia 31 de dezembro de 2014 ele fique definitivamente resolvido, para bem de todos os interessados.

Dias como o de ontem são tão raros na minha vida!

Início

Autoria e outros dados (tags, etc)


foto do autor


desafio dos pássaros



o meu instagram


1º desafio de leitura - 2015 2º desafio de leitura - 2017 3º desafio de leitura - 2019

desafio




Arquivo

  1. 2019
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2018
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2017
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2016
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2015
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2014
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2013
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2012
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2011
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2010
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2009
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D
  144. 2008
  145. J
  146. F
  147. M
  148. A
  149. M
  150. J
  151. J
  152. A
  153. S
  154. O
  155. N
  156. D


Encontros - eu fui

IMG_2230 (2).JPG MARCADOR