Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]



pintura urbana

por Maria Araújo, em 30.03.17

no túnel da Praça Conde Agrolongo que já tinha fotografado...

arte.png

Hoje, fui ao Mercado Municipal, deixei o carro estacionado no parque.

Quando saía do túnel (em toda a sua extensão precisa urgentemente de limpeza e iluminação),  não estava nenhum carro atrás do meu, parei, peguei no telemóvel que estava na carteira no banco de trás, e consegui esta bela fotografia com rostos importantes da nossa cultura: Ary dos Santos, Fernando Pessoa, Amália Rodrigues, Sophia de Mello Breyner Anderson...

Ter acesso ao túnel, só de carro, mas hei-de conseguir captar de frente este painel lindíssimo. 

IMG_20170330_113927_1CS.jpg

IMG_20170330_113927_4CS.jpg

 

Cantinho da Casa

Educadoras ou auxiliares de educação

por Maria Araújo, em 16.12.14

imagesR5XGJF66.jpg

que levam os meninos, dois a dois, de mãos dadas, pequenos, pequenos, e lindos, lindos, ao Braga Parque (presumo que para o cinema), não deviam organizar-se e ir uma à frente do grupo, outra a meio e por fim a terceira atrás?

Ora, duas das mulheres atravessam a passadeira com um grupo e a terceira, que tentava organizar o grupo dela, que ficou para trás, um carro pára e espera que todos atravessem, mas ela não atravessou, porque os miúdos, pequenos, pequenos, e lindos, lindos, não estavam em fila.

E o carro passou.

Uma das colegas do grupo que estava do outro lado, diz " atravessa agora, não vêm carros".

E ela atravessou, à frente do grupo, ficando uns seis miúdos para trás. Sobe o passeio, repara neles e em vez de voltar e os ajudar a atravessar, diz: "venham meninos !".

E eles eram tão pequenos. 4 anos, no máximo.

Desceram as escadas que dá acesso a um pequeno túnel (que eu não imaginava existir) e um último "casalinho" atrasou-se. Percebi que esse túnel dá acesso à paragem onde estavam os autocarros que as esperavam.
Quem por ali passava, como eu, estava atento e observava as crianças.

A educadora ou auxiliar de educação reparou, então, nas duas crianças e diz: "meninos venham!".

Fiquei boquiaberta! E comentei alto: "Esta senhora devia estar cá atrás, na fila. Álias, uma deve ir à frente, outra a meio e a terceira atrás para que as crianças não se percam ou se distraiam"

E ouvi alguém comentar ao meu lado:" É isso mesmo! Elas são tão pequenas!"

Eu estava atenta. Se alguma delas se desviasse do grupo e/ou largasse a mão do companheiro, eu ajudava a atravessar a via, que até é estreita, e só não o fiz por que quis ver até que ponto ia a responsabilidade das educadoras ou auxiliares de educação.

Elas eram pequenas demais para atravessarem a rua sem ajuda.

E pensam os pais que os filhos estão bem entregues.

 

 

Cantinho da Casa

Os idosos são um perigo!

por Maria Araújo, em 11.03.14

 

 

 

 

Hoje de manhã, na minha caminhada  matinal, agora que há sol e a temperatura ambiente é de primavera, passei pela feira.

Descendo a avenida principal, uma senhora idosa, baixinha, vestida de preto, com ar muito doce, aproxima-se de mim e diz-me: “A menina pode fazer-me um favor?”

“Claro que sim, o que deseja?”

“ Gostaria de atravessar para o outro lado da avenida, mas preciso de ajuda.”

“Não devemos atravessar aqui a avenida, é perigoso. Eu até a ajudava, mas não devo e não posso correr o risco”.

“Pois é, custa-me muito andar, atravessar o túnel, tenho medo, e ainda é um pedaço até lá e eu não posso andar muito”, insistiu.

“ Onde é que a senhora mora?”

“ Eu quero ir para o café São João.”
Volto à carga : “Eu teria muito gosto em ajudá-la, mas se quiser ir comigo até junto do túnel, atravessamos lá. Tem menos perigo.” (ajudá-la-ia, mas iríamos pelo túnel).

“Deixe lá. Eu peço a alguém que me ajude.”

Eu insistia: “Mas venha comigo, atravessamos mais acima. Aqui não. Eu conduzo e sei o perigo que se corre a atravessar esta avenida. Desculpe, mas é muito arriscado e eu não quero ser responsável por alguma coisa que possa acontecer.”

E ela insistia “Não. Não posso andar. Eu peço a alguém que me ajude.”

Pedi desculpa, e segui o meu caminho.

Dei uns passos, olhei para trás e lá estava ela com um senhor, parados na faixa do meio da avenida, à espera que os carros passassem para atravessar o resto que lhes faltava para ela ir para o café.

Sei o quanto é perigoso atravessar esta avenida, há muitos idosos que o fazem, buzino quando vejo as pessoas atravessarem à frente dos carros.

São poucas as pessoas que vão pelo túnel para peões, inclusive, eu.

 

 

Cantinho da Casa

As ruínas...

por Maria Araújo, em 26.11.08

 

 

...E hoje, ao descer a Avenida da Liberdade, no meio de tantos outros curiosos, observei, para meu desencanto, que retiravam, uma a uma, as pedras numeradas de um  poço do século XVIII., segundo a notícia no jornal  datado de 16 de Novembro.

As ruínas do século I, que neste mesmo jornal noticiava um templo romano, ainda estavam intactas...

Como o prolongamento do túnel abrange esta área, há que retirar as pedras do caminho...

Lamentável.....

Como o dinheiro e os interesses falam mais alto que as ruínas, pobres coitadas, que não passam disso mesmo, não podem reclamar.

E os bracarenses agradecem ao senhor presidente da câmara a nova área de lazer e pedonal....que vai ficar bonita, vai, pois não faltam fotografias expostas nas paredes que circulam a obra,e   que mostram  como vai ficar toda a área por cima do túnel...

Grande obra! Parabéns senhores arquitectos!

Bem haja senhor presidente em prol da cultura antiga! 

(Para contentar os bracarenses, e eu vi com os meus olhinhos, recuperou os lindos azulejos do Convento do Pópulo, porque estão no interior.... Os  muitos azulejos de fachadas exteriores foram destruídos para dar lugar a tijolos, há uns quantos anos atrás... 

Cantinho da Casa

Ainda as ruínas

por Maria Araújo, em 12.11.08

Hoje tive que ir ao centro da cidade. Passo junto às obra, pois vivo a 5 minutos da Praça central de Braga.

No regresso, a minha sobrinha, 10 anos, linda e inteligente, puxa-me pelo braço e leva-me a ver as ruínas que falei no post de ontem. Explicou-me que tem lá uma gruta por onde corre água e que os "homens" vão destrui-las para reconstruir a avenida.

Todos os transeuntes que por lá passam espreitam para ver o que de certeza não esperavam ver, em pleno centro.

Em conversa com um amigo soube que os arqueólogos dizem que as ruínas são da Idade Média e não da época  Romana.

O que sei é que são ruínas e que deveriam ser preservadas . Já chega de se destruir um património tão importante e antigo, como já fizeram há anos, com azulejos, fontes em pedra e muito mais que eu não sei, e que foram levados e/ou vendidos a grandes senhores que ousaram colocá-las nos jardins das suas quintas, longe dos olhares sábios, e em prol de uma sociedade ávida de dinheiro e construção desmedida.

Sendo uma avenida importante de ligação a várias ruas, penso que seria de bom senso dos autarcas e dos arqueólogos preservarem aquilo que pode chamar o turismo à terra dos Arcebispos e encontrarem uma solução que leve o trânsito a ser desviado por e para outras vias de acesso... Mas o túnel tem que existir, não tem?????!!!!!!

 

 

 

PB100013 por você.

 

 

 

 

Cantinho da Casa


foto do autor


desafio dos pássaros



o meu instagram


1º desafio de leitura - 2015 2º desafio de leitura - 2017 3º desafio de leitura - 2019

desafio




Arquivo

  1. 2019
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2018
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2017
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2016
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2015
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2014
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2013
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2012
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2011
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2010
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2009
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D
  144. 2008
  145. J
  146. F
  147. M
  148. A
  149. M
  150. J
  151. J
  152. A
  153. S
  154. O
  155. N
  156. D


Encontros - eu fui

IMG_2230 (2).JPG MARCADOR