Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

cantinho da casa

cantinho da casa

Sex | 26.03.21

coisas desta sexta-feira

Maria Araújo
Sexta-feira é o dia de levar o sobrinho neto ao colégio. Deixei o menino no colégio, fui às compras ao supermercado Froiz, sito, no Retail Center. É um supermercado que não há no centro da cidade, ficam os dois nos arredores. Gosto da limpoeza, do atendimento, dos produtos deste supermercado. Caíam uns pingos de chuva que deram para molhar  a estrada e o carro, mas nada demais. Feitas as compras, liguei a ignição, e de repente, vi um fumegar que vinha de cima do capot. Fiquei (...)
Sex | 23.10.20

de novo na caixa do supermercado

Maria Araújo
Na próxima semana, o cemitério de Braga vai limitar o número (250) de pessoas que vão limpar  as campas dos seus familiares. Ora pensando  eu que já na próxima semana vai haver um número substancial de pessoas que vão querer antecipadamente fazer esse  trabalho, decidida a ir na segunda de manhã cedo, pensei melhor, e fui hoje. Ontem, no supermercado, tinha visto uns vasos com flores, que aguentam a semana e os Santos, lembrei-me de comprar dois e deixá-los hoje. Além dos (...)
Qua | 21.10.20

nas caixas de pagamento

Maria Araújo
Ontem, na caixa do supermercado, as compras no saco, e pronta para pagar, a funcionária mostra-me uma embalagem de produto de cosmética, de rosto, marca da casa, e pergunta se quero experimentar, que é um bom creme. Respondi que não queria, que uso outras marcas, que se quisesse procurava na prateleira. Posou-a no sítio. Não concordo, nem gosto, que estas empresas de produtos alimentares ponham as funcionárias das caixas a fazer o que as pode deixar acanhadas. Eu ficaria, com toda a (...)
Sex | 16.10.20

constatação

Maria Araújo
Fui a um dos supermercados aqui da zona, estavam duas caixas abertas, uma fila não muito grande em cada uma delas, entraram dois grupos de jovens da escola secundária que vão comprar alguma coisa para se alimentarem ( desde a pandemia acabaram as pizzas congeladas e os micro-ondas para as aquecerem e onde faziam as refeições na esplanada da cafetaria). Passam à minha frente, procuram a fila mais pequena. A pessoa que estava à minha frente tinha o cesto cheio, deixei-me ficar (...)
Dom | 16.08.20

aceitava o erro, e pedia desculpa

Maria Araújo
fui ao Continente Bom Dia aqui da zona, passei na padaria, escolhi o pão. Há algum tempo que deixou de haver funcionário a atender, são os clientes que se servem, o que de certa forma é negativo uma vez que o cliente tira o saco de papel, se vier um colado ao outro e cai ao chão, deixa-o ficar, depois calcado por quem passa. Irrita-me, porque eu tenho o cuidado de separar antes de tirar da prateleira. Ora, apeteceu-me levar natas para o lanche. Não havia na secção da padaria, (...)
Qui | 30.07.20

a segurança e a distância nos supermercados

Maria Araújo
imagem daqui   todos os supermercados Pingo Doce aqui da área são pequenos. foi durante a pandemia que escolhi o Continente Bom Dia, a poucos metros de casa, por ser maior e inspirar-me mais confiança em termos de segurança. a última vez que fui ao Pingo Doce, teria sido em finais de Fevereiro. a semana passada, passei por um destes supermercados, entrei para (...)
Qua | 11.03.20

assim não!

Maria Araújo
Sabemos que o povo português, em tempo de crise, corre para os supermercados para abastecer a sua despensa não vá o diabo tecê-las,  é o salve-se quem puder, esvaziam as prateleiras, Hoje, alguém contou-me que no supermercado onde costuma fazer as compras, havia filas para as caixas, os carrinhos estavam cheios, aqueles que tinham poucas compras para pagar, impacientemente esperavam pela sua vez....Uma senhora, com o carrinho cheio de tudo,  levava doze garrafas de azeite. Assim não! (...)
Qui | 14.11.19

ainda sobre o post do peluche

Maria Araújo
quando chove, vou de carro  buscar o meu sobrinho neto ao Colégio, que me leva cerca de 10 a15 minutos ir e voltar.. Na terça-feira, estava cheia de pressa, não tinha saído de casa até à hora de o ir buscar, precisava de pão e bolachas para o lanche, passei pelo supermercado, estacionei o carro, tinha no máximo cinco minutos para me servir, pagar, voltar ao carro e seguir o  meu destino. Estava na caixa, tinha uma senhora à minha frente, eu rezava para que se despachasse, até (...)
Qui | 07.11.19

sobre o post

Maria Araújo
dos peluches, passei hoje no supermercado,  para fazer umas compras. Depois de pagar, decidi passar no balcão de apoio ao cliente e comunicar à funcionária que o cartaz dos peluches tem um erro ortográfico. Foi comigo ao espaço onde estes se encontram, expliquei que o "beije" é uma forma do verbo beijar, não é uma palavra que tenha a ver com a bege dos peluches,neste caso. Diz ela: pode ser (...)
Ter | 03.11.15

não consigo perceber

Maria Araújo
    a mentalidade da maioria das pessoas que não querem fatura  das compras que fazem. Vária vezes escrevi  e comentei que nem sempre me lembro de pedir fatura, mas se me perguntarem se quero, respondo que sim. Na caixa do supermercado, um senhor que deve andar pelos 75 anos, foi operário na empresa do meu pai, conheço-o bem, estava a  ser um (...)