Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

cantinho da casa

cantinho da casa

Qui | 11.01.18

um sonho

Maria Araújo
Numa semana sonhei duas vezes que a minha garagem foi assaltada. A porta estava aberta, levaram tudo ( só tem tralha). Lembro-me que falei "Que bom, não havia nada de útil para levar. Limparam a garagem! Só não levaram o carro porque ele não estava lá".  Esta noite sonhei de novo. Lembrei-me do nosso Freud, procurei explicação para este sonho e encontrei isto:   "SONHAR COM ASSALTO /SER (...)
Sab | 25.02.17

um passeio por Barcelos

Maria Araújo
O dia estava agradável e antes que a chuva regresse, fui até Barcelos, cidade que não visitava há cerca de 4 anos. Havia, ou houve, festa.  No campo da feira viam-se as pistas de carros de diversão, as bancadas de enchidos e produtos da região. Uma volta pelo Centro Histórico, acabámos numa pastelaria onde se via ao balcão um tabuleiro que tinha um papel por cima de alguma coisa que presumi ser  um doce. Ao lado deste, dois púcaros de barro tampados, fizeram-me pensar que seria (...)
Sex | 04.11.16

o casaco dos meus sonhos

Maria Araújo
Nas minhas idas ao Porto, espreito as lojas que não há cá na minha cidade. Em setembro, vi um casaco, cor  camel, caxemira, lindo de morrer e pelo qual me apaixonei. Um casaco para durar uma vida. Não tinha o preço, mas também não perguntei. Há 15 dias, passei pela loja e vi-o. As funcionárias deviam ter pensado que eu não tenho dinheiro para ele, nem me perguntaram se queria ajuda, como é costume. Não peguei nele, não o quis experimentar, mas desta vez o preço estava lá: (...)
Sab | 11.07.15

Um dia, se ganhar o euromilhões,

Maria Araújo
que jogo todas as semanas, à terça e sexta-feira, não compraria uma vivenda de sonho, talvez um bom apartamento e como não sou mulher de luxos, dentro das 27 ideias que o BuzzFeed dá, algumas para excêntricos, eu escolheria: um poliban para o meu cão (que não tenho mas passaria a ter) uma clarabóia onde pudesse (...)
Sex | 08.05.15

sonhos desesperados

Maria Araújo
esta noite sonhei com um grande amigo, um homem muito interessante, porte alto, charmoso pelos cabelos brancos que tem. o sonho era ternurento (nada de coisas perversas, ok?, mentes malandras) que, de repente, acordo. olho o relógio"quê?! 5:30h?" sinto uma pequena comichão no braço esquerdo da vacina que ontem tomei, mudo a minha (...)