Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Cantinho da Casa

Cantinho da Casa

" isto não é sobre mim, é sobre eles"

Maria Araújo, 29.06.20

Foi no meu Instagram que cheguei a este jovem médico.

Tem um livro publicado, " O Mundo Precisa de Saber" sobre o seu trabalho  nos vários países de África e Ásia, realizou, agora, o sonho de ver  traduzido para inglês, precisa da nossa ajuda. Citando o autor: " ...  pronto para viajar pelo planeta, e por isso  preciso de contactos, ideias, sugestões sobre como entrar em diferentes países com os meus sonhos  humanitários colocados num livro.

Se você acredita  que as histórias ao vivo  do Congo, Afeganistão, República  Centro-Africana, Síria, Sudão, do Sul, Iêmen, etc..., devem ser contadas ao mundo, por favor ajudem-me  sobre como atravessar  diferentes  fronteiras com o meu livro! Nunca vamos parar de sonhar.!

Por favor, ajudem-me! Por favor partilhem!

( Se para este  propósito gostar de receber uma cópia digital, por favor envia-me uma mensagem).

E para que o livro chegue longe, vejam estes links, leiam as suas histórias, e partilhem-nas também. O altruísmo é um sentimento que  faz falta neste mundo vulnerável e cheio de incertezas.

https://www.gustavocarona.com/  ou no Instagram,  https://www.instagram.com/gustavocarona/

 

Entretanto, deixo um vídeo, de 2018, que vale a pena ver e ouvir:

e a sua presença  no Telejornal, em Janeiro passado.

 

ajudar custa?!

Maria Araújo, 06.06.18

transferir.jpg

 

Não!
Projecto Amor Animal precisa da nossa ajuda, e a Rute Sousa, uma das fundadoras do Projecto, terá o seu aniversário no próximo dia 16,  gostaria de ter um presente especial,  e que nós podemos realizar, que é fazermos uma doação que ajude a saldar a conta do Veterinário, conforme foi muito bem especificado neste pequeno parágrafo que a Sofia escreveu e que trouxe do Clube de Gatos do Sapo:

"A Rute Sousa uma das fundadoras do Projecto, vai fazer anos no próximo dia 16 de Junho e a única prenda que pede é que ajudem a saldar a conta do Veterinário que com os últimos salvamentos de gatinhos bebés que tiveram que ficar internados, mais os medicamentos habituais e já com as contas pendentes de outros salvamentos, vai chegar aos 1000 € é evidente que este valor nunca será possível chegar, mas se quem puder conseguir doar 1 € pelo menos?!

Já imaginaram 1000 pessoas a doar 1 €, sim sou uma sonhadora?".

 

António Gedeão  escreveu que  "o sonho é uma constante da vida, tão concreta e definida, como outra coisa qualquer..."  por que não realizar o sonho da Sofia, até por que ela,  diariamente, dá-nos música para a alma vibrar

(que tantas vezes precisamos), e o aniversário da Rute Sousa  do Projecto Amor Animal?

Se desejas colaborar, aqui ficam os dados:

www.facebook.com/projecto.amoranimal
projecto.amoranimal@gmail.com
Como ajudar:
IBAN: PT50 0023 0000 45474786214 94
SWIFT: ACTVPTPL
 
 

Eu já o fiz.

 

um sonho

Maria Araújo, 11.01.18

Numa semana sonhei duas vezes que a minha garagem foi assaltada.

A porta estava aberta, levaram tudo ( só tem tralha).

Lembro-me que falei "Que bom, não havia nada de útil para levar. Limparam a garagem! Só não levaram o carro porque ele não estava lá". 

Esta noite sonhei de novo.

Lembrei-me do nosso Freud, procurei explicação para este sonho e encontrei isto:

 

"SONHAR COM ASSALTO /SER ASSALTADO – Boas notícias surgirão na sua vida. Embora pareça negativo, este sonho indica que muitos dos seus problemas serão resolvidos."

 

Problemas resolvidos?

Fui à consulta médica para mostrar todos os exames que fiz, um autêntico chek up,  porque emagreci e não devia ( nem com o Natal recuperei o peso), à excepção do colesterol alto, o teimososo,  tudo está bem.

E aquela dor de coluna/anca que me levou à urgência em Dezembro, parece que é muscular.

Para tirar teimas, vou fazer os seguintes exames:

eco ginecologica; eco renal; eco partes moles ( não articular)

É que a dor, agora mais ténue, continua lá, junto à anca.

Se forem estes os problemas, óptimo!

 

 

 

 

 

um passeio por Barcelos

Maria Araújo, 25.02.17

O dia estava agradável e antes que a chuva regresse, fui até Barcelos, cidade que não visitava há cerca de 4 anos.

Havia, ou houve, festa.  No campo da feira viam-se as pistas de carros de diversão, as bancadas de enchidos e produtos da região.

Uma volta pelo Centro Histórico, acabámos numa pastelaria onde se via ao balcão um tabuleiro que tinha um papel por cima de alguma coisa que presumi ser  um doce. Ao lado deste, dois púcaros de barro tampados, fizeram-me pensar que seria arroz ou papas de sarrabulho, embora estivéssemos numa pastelaria.

Pedimos chá. Perguntei o que tinha no tabuleiro.

«Sonhos», respondeu «Não gosta de sonhar?».

E pedi um sonho.

Veio para a mesa polvilhado de açúcar e canela. Abri-o. Tinha um recheio de creme de ovos pouco doce. 

Muito bom.

Durante o lanche, enquanto conversávamos, vi que à medida que as pessoas compravam sonhos, eram metidos ora num púcaro, ora no outro. Um continha a mistura de canela com açúcar e o outro, um molho.

Ainda pensei comprar para trazer para casa, mas o cuidado que tenho com o açúcar, fez-me desistir.

No regresso, vimo-nos em pulgas para encontrar a saída para Braga. Passara pela mesma situção há anos, mas nessa altura era início do outono, já noite, foi mais complicado.

As placas de sinalização que indicam as saídas da cidade são minúsculas e pouco visíveis. E quando subi uma estrada junto a um hipermercado e no topo desta deparei-me com uma rotunda e Braga não aparecia na placa de sinalização, a coisa complicou-se por segundos.

Barcelos é encantadora.

IMG_20170225_163655_1CS-tile.jpg

 

o casaco dos meus sonhos

Maria Araújo, 04.11.16

Nas minhas idas ao Porto, espreito as lojas que não há cá na minha cidade.

Em setembro, vi um casaco, cor  camel, caxemira, lindo de morrer e pelo qual me apaixonei. Um casaco para durar uma vida.

Não tinha o preço, mas também não perguntei.

Há 15 dias, passei pela loja e vi-o.

As funcionárias deviam ter pensado que eu não tenho dinheiro para ele, nem me perguntaram se queria ajuda, como é costume.

Não peguei nele, não o quis experimentar, mas desta vez o preço estava lá: 995  €... Mas não era da Max Mara. Se fosse o preço seria bem mais alto.

 

5463e3ea0e3f9bd87a17077b6c797271.jpg