Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]



do meu dia

por Maria Araújo, em 03.05.19

Mãe e filha sentadas achavam graça ao miúdo que se ria para elas, dava meia volta para mais um passeio no corredor.

Esta criança porta-se muito bem. Por vezes, uma birra porque fica impaciente, mas não é de gritos.

De repente,  aquela mãe pergunta-me a idade do meu filho.

Respondo que não era a mãe, que não tenho idade para ter um bebé.

Comentou que há mulheres que são mães numa idade tardia, e que eu passava por mãe dele.

No meu íntimo gostei e sorri,  mas as marcas no meu rosto mostram que era impossível ser a mãe deste bebé.

O cabelo do meu sobrinho neto estava muito comprido, sem corte. 

A mãe saía mais tarde do trabalho, perguntei se podia levar o miúdo à minha cabeleireira. 

Peguei no telemóvel, pedi desculpa por ligar neste dia de fim de semana, o trabalho é intenso, mas se fosse possível cortar-lhe o cabelo  ( a primeira vez na minha cabeleireira) que marcasse uma hora, a melhor para ela(s), que ia buscá-lo  ao colégio a meio da tarde. 

E a resposta foi que fosse  directa do colégio para lá, atendia-me por volta das 17:45h.

Antes da hora, lá estávamos nós.

Esperamos cerca de dez minutos, o bebé foi atendido.

Portou-se tão bem!

A P tem um menino.

Foi a S que cortou o cabelo. Ela é mãe de uma menina. Tem muito jeito para as crianças. 

Elas ficaram babadas com o meu sobrinho neto.

Ganharam um cliente.

Foi a primeira vez que o levei a cortar o cabelo.

 

 

 

 

 

Início

Autoria e outros dados (tags, etc)

conversa de criança

por Maria Araújo, em 10.01.19

Fico grata por ter cinco sobrinhos netos, e embora dois os veja uma vez por ano, outros dois vêm no Natal e no verõ férias, o mais novo, o bebé, tenho o prazer de estar com ele diariamente.

Hoje, o F, 4 anos, um menino muito malando e meigo, no seu brasileiro bem carioca, que nos faz rir, lavava as mãos, e com a expressão sorridente e meiga que faz, diz-me:

- Não sei si vou suportar ir para o Brasiu, tia L.

—Porquê?— perguntei.

— Porque no Brasiu faz muito calor e eu não vou suportar.

— Gostas mais do frio de Portugal?

— Sim. Gosto mais do frio.

— Mas F, a próxima vez que vieres de férias vai estar calor em Portugal.

— Mas eu não sei se vou suportar,— repetiu.

Estas férias de Natal foram espectaculares para eles ( na próxima semana regressam a casa), o tempo esteve, e está, bom, foram poucos os dias que estiveram cá na cidade, passaram-os no sossego da casa da praia, que eles adoram.

 

 

 

 

Início

Autoria e outros dados (tags, etc)

1º Aniversário

por Maria Araújo, em 15.10.18

1539606516897.jpg

do meu sobrinho neto V, ontem, dia 14.

Início

Autoria e outros dados (tags, etc)

chamar de avó dá mais jeito

por Maria Araújo, em 10.09.18

Começou a creche no dia três, a mãe foi buscá-lo nos dois primeiros dias.

A creche fica a cerca de 12 minutos, a pé, de minha casa. 

No terceiro dia, disse à mãe que enquanto o tempo estiver bom  vou buscar o bebé, posso dar um passeio pelo centro da cidade.

A mãe está a trabalhar, agradece-me de contente,  o filho não precisa de ficar dez horas na creche. 

O bebé está na creche que a Sofia frequentou dos 4 meses aos 6 anos de idade.

Duas auxiliares reconheceram-me de ter andado por lá.

A  semana passada, a Sofia foi comigo para conhecer uma das senhoras.

Foi um momento lindo. Ambas deram um abraço.

Catorze anos depois de a Sofia deixar o colégio, jamais imaginaria que voltaria lá, que iria encontrar duas funcionárias que iriam chamar-me de avó, em vez de tia avó, porque dá mais jeito.

Desde quarta-feira da semana passada que o carrinho do bebé  vai vazio até à creche, mas vem cheio de vida e sorrisos de alegria do meu sobinho neto.

Adoro ser tia avó.

 

 

 

Início

Autoria e outros dados (tags, etc)

PLIZ, o desenho

por Maria Araújo, em 18.04.18

O meu sobrinho neto ( carioca), 5 anos, está a aprender inglês.

Como todas as crianças que adoram desenhar, está a aprender as letras que as desenha, e, segundo a mãe, quer escrever palavras novas, mas escreve-as em espelho ( recordo-me que a Sofia fazia exactamente o mesmo).

Enviou-me alguns desenhos dos dois filhos, sendo o do rosto com riscos do mais novo, de três anos, chamou-me a atenção as camisolas das equipas de futebol, a do FCP,  que ele gosta (o pai gosta, o filho também) e o pormenor do resultado do jogo.

IMG-20180418-WA0002.jpg

 

O desenho do pássaros está demais. O miúdo escreveu as letras do som (pliz) da palavra "please" , e correctamente   "bus" porque conhece a palavra, ambas em espelho. 

IMG-20180418-WA0003.jpg

Adoro esta fase dos miúdos na aprendizagem das letras e dos números, os desenhos que fazem e o que escrevem.

Tenho guardado numa caixa muitos dos desenhos dos meus sobrinhos Diogo (21 anos)  e Sofia (19 anos) da altura que andavam na escola do 1º ciclo, almoçavam cá em casa e enquanto o almoço não ficava pronto, entretinham-se a desenhar os animes que viam na TV.

Recordando alguns deles... já lá vão mais de 13 anos.

IMG_20180418_231400.jpg

IMG_20180418_231349.jpg

IMG_20180418_231852.jpg

IMG_20180418_231431.jpg

 

 

 

 

Início

Autoria e outros dados (tags, etc)

eles já foram

por Maria Araújo, em 03.01.18

Os meus sobrinhos netos cariocas chegaram há três semanas, regressam a casa amanhã.

Desta vez, contrariamente aos anos anteriores, não ficam as seis semanas de férias, sinto que estive tão pouco tempo com eles, que o tempo passa muito rápido.

Estive ontem a tarde toda a brincar com eles.

IMG_20180102_114948.jpg

 

O Francisco é muito malandro, não pára, pega-se com o irmão se este brinca com os carrinhos, é preciso arranjar uma estratégia para que brinquem sem se zangarem. É uma criança divertida, alegre, feliz. É repreendido pelas asneiras que faz, mas sabe como agir às repreensões, quase que goza connosco, as suas expressões de que não fez nada de mais leva-nos a esconder o rosto da vontade que temos de rir.

E ele percebe-o, ri-se de si próprio, das asneiras que faz e provoca-nos ainda mais, insistindo na brincadeira, no gesto, nas expressões.

Mas é muito meigo, dá abraços e beijinhos.

O Francisco tem muito bisavô materno. Olho o seu rosto e jeito de ser, vejo o meu pai.

É um aventureiro e, segundo a mãe, nós não vimos nada.

É uma criança feliz, o meu sobrinho neto Francisco.

 

 

 

 

Início

Autoria e outros dados (tags, etc)

ser tia avó

por Maria Araújo, em 28.12.17

IMG_20171228_160721.jpg

é jogar matraquilhos com o sobrinho neto.

Início

Autoria e outros dados (tags, etc)

que estilo!

por Maria Araújo, em 13.03.17

Com os óculos de sol, o meu sobrinho neto dormindo no carrinho, lá, pelas terras de Vera Cruz.

Tantas saudades das malandrices deles!

IMG_20170312_172048_607.jpg

 

Início

Autoria e outros dados (tags, etc)

dois aniversários

por Maria Araújo, em 17.12.16

O meu sobrinho neto carioca faz 2 anos e chama-se Francisco

O nome não foi escolhido a pensar no Papa, mas no meu falecido irmão mais velho.

O Papa Francisco, por quem tenho uma grande admiração, faz 80 anos.

Das 80 palavras que foi dizendo ao longo do seu Pontificado, duas marcaram-me profundamente:

 

EG #44

"Os males mais graves que afligem o mundo hoje em dia são o desemprego dos jovens e a solidão dos idosos"

 

Com a agitação que se vive no mundo, sinto que ele tem razão no que diz:

 

"66- Tenho a impressão de que o meu pontificado será breve – quatro ou cinco anos, talvez até dois ou três. Dois já passaram. É uma sensação um bocado estranha. Sinto que o Senhor me colocou aqui por pouco tempo."

 

E o Papa vem a Fátima. 

 

papa.png

Um Feliz Aniversário para os dois Franciscos.

 

 

 

 

 

Início

Autoria e outros dados (tags, etc)

as tardes de calor

por Maria Araújo, em 08.08.16

1067047.jpg

 

que me tiram o apetite de comer, tomo banhos frios, saio do banho transpiro na mesma, não me apetece ler, escrever.

E então, o que faço?

Ligo a TV e vejo os Jogos Olímpicos.

Vi o  jogo de ténis, o Minhoto João de Sousa esteve muito bem, foi um jogo renhido, teve muitos adeptos que o apoiavam, mas não conseguiu bater o argentino Juan Martin del Potro

Agora, foi Marcos Freitas nos quartos de final no ténis de mesa. 

E tive uma surpresa. A minha sobrinha enviou-me fotografias do António, o meu sobrinho neto, a ver Telma Monteiro lutar pela medalha.

 

IMG-20160808-WA0002.jpg

 

 

 

 

Início

Autoria e outros dados (tags, etc)


foto do autor


desafio dos pássaros



o meu instagram


1º desafio de leitura - 2015 2º desafio de leitura - 2017 3º desafio de leitura - 2019

desafio




Arquivo

  1. 2019
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2018
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2017
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2016
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2015
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2014
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2013
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2012
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2011
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2010
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2009
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D
  144. 2008
  145. J
  146. F
  147. M
  148. A
  149. M
  150. J
  151. J
  152. A
  153. S
  154. O
  155. N
  156. D


Encontros - eu fui

IMG_2230 (2).JPG MARCADOR