Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Cantinho da Casa

Cantinho da Casa

O Tango

Maria Araújo, 07.10.09

 

 


Desde miúda que gostava de ouvir esta bela música. Mais tarde na televisão, via os dançarinos movimentarem-se nos salões, com o erotismo e a elegância que me enchiam o olhar.

O domínio do homem sobre a mulher, a submissão desta,  ao mesmo tempo que o provoca... Os corpos entrelaçados numa volúpia deliciosa  tentam os voyeurs menos interessados.

Lembro-me de ser adolescente. A noite de Passagem de Ano era passada em casa dos padrinhos do meu irmão mais novo.

Imperdíveis o Tango e a Valsa. E dançávamos aquilo que os mais novos diziam: "Dançamos o tango de trazer por casa".

Este ano fui a Lisboa  ver um espectáculo de Flamenco, que adoro. É outro estilo de dança que aprecio e acho muito sensual. Aliás, o sentimento com que é dançado é muito semelhante ao tango.

Haja um espectáculo de Tango, Argentino,  seja lá em que cidade do país for e irei com certeza deleitar-me nos belos movimentos desta dança. Como foi referido no blog lontrices, o Tango é candidato a  "Património Cultural Imaterial da Humanidade".

E quem vier visitar o meu humilde blog, espreite aqui.

Vão ficar extasiados!

 

Os monólogos da vagina

Maria Araújo, 27.09.09

 

 

Foi fantástico esta representação,com três mulheres geniais, vestidas de preto: roupas sensuais, vozes cativantes, gestos e posturas sedutoras.

Todos os monólogos foram alegres, sensuais, atrevidos, sensíveis, tristes, e sobretudo "uma reflexão sobre os nossos próprios monólogos."

Um dos  que me seduziu foi o da mulher que não gostava de ver a sua parte púbica, achando-a feia. Sentia-se embaraçada só de pensar nisso, até  ao dia em que conheceu Bob, o homem que lhe pede para o deixar "vê-la". Ela sentia alguma repugnância em se despir e mostrá-la, mostrando relutância ao pedido dele. 
A partir do momento que ela cede, ele passa horas a "observá-la" .

Desde então ela passa a gostar da sua vagina, a senti-la, a observá-la, também.

 

Depois foram os diferentes tipos de gemidos. Fantástica esta parte, sensualmente bem  representada por Guida Maria.

 

O público feminino estava em maioria.
Tenho a certeza que muitas mulheres aprenderam alguma coisa com estas três actrizes que, de uma forma divertida, chamaram a atenção para um orgão do nosso corpo, muitas vezes subjugado, esquecido, desprezado.

 

 

 

 

 

Os homens que  foram ver este espectáculo  levaram muito que pensar , pelo menos durante esta noite.

 E como disse no meu post anterior, saí do teatro  bem disposta, sorridente, feliz por ser Mulher