Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]



os selos CTT

por Maria Araújo, em 11.12.18

IMG_20181211_224607.jpg

Em 2015, escrevi este post a propósito de na época de Natal fazer questão de enviar os postais com selos.

Este ano não foi excepção, fui à loja CTT, estavam imensas pessoas ( acho que foi dia de os reformados receberem) dificilmente saíria de lá a horas para fazer as tarefas que tinha decidido para hoje, comprar selos ao balcão estava fora de questão, pensei voltar amanhã para despachar uma encomenda, lembrei-me da máquinas de selos.

Sem querer passar à frente das muitas pessoas que me olharam quando me dirigi ao balcão apenas para saber  qual o valor dos selos que devia comprar para um postal, o funcionário respondeu-me de imediato que era o valor do correio normal, voltei à máquina,  fiz a compra.

Expectante com os selos que sairiam da máquina, decepção minha, eram todos iguais,  e nada alusivo ao Natal ou outro tema que me surpreendesse.

Na loja online, na página "filatelia",  e para quem gosta de coleccionar, os temas são muitos e interessantes.

Descobri, também, que é possível a personalização de selos de Natal.

 

 

 

 

 

Início

Autoria e outros dados (tags, etc)

€ 1,99?!

por Maria Araújo, em 12.12.17

Resultado de imagem para postais de natal de pintores que pintam com o pé

Há longos anos que recebia, em nome do meu pai, os postais de Natal desta associação que eu aproveitava para enviar para os amigos, sobretudo aqueles que vivem noutras cidades.

Quando meu pai faleceu, devolvi os desse ano, enviei uma carta a informar o ocorrido e pedi que a partir dessa data não enviassem mais nenhuma coleção de postais de Natal.

Óbvio que enviei a carta em meu nome, pelo que, nos anos que se seguiram, inclusive este ano, os postais chegavam cá, agora no meu nome.

E todos os anos queria devolver e pedir para não o fazerem porque não estava interessada, mas deixava para amanhã o que podia ter feito ontem,  eis que há dias, eles chegaram no correio.

Tendo andado ocupada com os exames médicos que fiz, esqueci-me de os devolver.

Ora ontem, depois de um domingo de temporal que obrigou-me a ficar em casa, fui às compras.

De manhã, fui de carro ao centro comercial,  à tarde, o carro já na garagem, andei a pé.

Precisava comprar uma figura para  o presépio, o negro Rei Mago , Baltasar, que estava em cacos na caixa onde os guardo cada Natal que passa, fui comprar cartolina e fita de embrulho ao armazém, regressei a casa, tomei um chá, voltei à rua, passei na loja dos chineses e comprei um rolo de cordel que me esquecera de comprar no armazém, passei na Note, quase à porta de casa, para ver os postais de Natal que quero enviar ( e já está a ficar tarde demais, se houver a falada greve dos funcionários dos CTT, então o correio há-de chegar para o ano) para algumas amigas e amigos. 

Em três expositores (eu só vi um, tive de perguntar ao funcionário se não havia mais variedade e quantidade) que tinham postais alusivos ao aniversário, à mãe, aos namorados, aos bebés, eram poucos os de Natal. 

No primeiro que vi, em menor quantidade, os postais eram os clássicos, mas giros.

No segundo, eram mais sofisticados, cheios de brilho, que não gostei, e no terceiro, afastado dos outros, tinham desenhos de bonecos apropriados a crianças, na minha opinião pouco atrativo à época.

Os preços não constavam nos postais ou nos expositores, fiz a pergunta: os mais baratos eram os primeiros que vi e custavam € 1,99, os outros rondavam os € 2,50 e € 3,00.

" € 1,99 por um postal?!  Pela moeda antiga corresponde a  398,90 escudos! Está fora de questão", falei para o meu decote: "Tenho os seis  postais da associação, o valor é de € 5,00,  e ainda traz autocolantes e um calendário. Ok! Os postais são mais do mesmo, mas envio os mais bonitos e posso escrever o que quiser sem ter de me limitar a acrescentar à frase escrita em Inglês, porque é mais cool " Merry Christmas," and so on... da amiga x.

Fiz as contas de cabeça, iria gastar no mínimo € 20,00  ( 4 000$00 da moeda antiga), sem a franquia que ronda os € 0,75 ( 150$00) e que neste caso faço questão de comprar selos. Adoro receber e enviar cartas com selos,  a marca de um país, mas que, infelizmente, por cá, só vendem se pedir e são em pouca quantidade e variedade.

Tenho saudades do tempo que ia às livrarias, escolhia os postais que queria, trazia em abundância, mandava para todos os amigos e colegas, os que sobravam ficavam para o ano seguinte,  e ficar maravilhada com os selos que colava, alusivos à época, a um acontecimento, a uma tradição...

Vou fazer mais uma tentiva em procurar, não sei onde, mais postais, até porque as muitas livrarias que haviam nesta cidade desapareceram. 

 

 

 

 

 

Início

Autoria e outros dados (tags, etc)

o quiosque CTT

por Maria Araújo, em 04.12.15

Estao-dos-CTT-Braga_thumb3.jpg

(edifício do antigo CTT de Braga)

Para não deixar para tarde e por que  com a vinda da época de Natal o correio atrasa-se, fui enviar postais e as encomendas para a "minha afilhada" deste Projecto Solidário  e a troca de mimos desta blogger. 

Enquanto esperava a minha vez, embora não seja novidade nenhuma desde há uns anos, os CTT mais parecem um quiosque/livraria, que um serviço público de correio.

As prateleiras cheias de livros de todos os géneros, que as pessoas pegam, dão uma vista de olhos, pousam e não compram, ocupam a maior parte do espaço que poderia ser para essas muitas pessoas que aguardam a sua vez.

No balcão, onde os funcionários cumprem as suas tarefas, algumas vitrinas exibem leques, porta-chaves e relógios das três "grandes" equipas de futebol portuguesas. Em cima, junto às máquinas de pesagem, lotaria, bonecas em cartão para as crianças (nem sei que raio são estas) e postais.

Detrás do balcão, fixas na parede, mais prateleiras exibem de tudo um pouco: ele é DVDs do "leão da Estrela", ele é carteiras e porta-moedas de cortiça, ele é mini violas, ele é cavaquinhos, leques... parece a loja dos chineses.

Por vezes, os funcionários perguntam: "não quer comprar...?"

Ano passado, fiz questão de comprar selos para toda a correspondência de Natal que queria enviar. Quando a funcionária foi à agenda e tirou os selos, sem graça alguma, perguntei se não havia selos alusivos a um tema, como antigamente.

Ela respondeu-me que não, que já não havia disso há muito tempo.

Fiquei desapontada. Lembro-me de ter comentado que sempre gostara de enviar, pelo menos nesta altura, cartas com selos bonitos.

Ora, com tanta coisa à venda, em vez de perguntarem se quero comprar o que por lá se exibe, por que não perguntarem:  "Quer enviar a sua carta com selos ? Desta vez o tema é este." 

Tenho saudades do antigo edifício dos CTT , com um azulejo vintage no chão, uma escadaria com corrimão em madeira, em caracol de ambos os lados da entrada, os guichets com portas de madeira que tinham afixado no vidro, que nos separava do funcionário, um letreiro que indicava o serviço, os mini balcões para preenchermos os registos, a cola liquída que besuntava os nossos dedos quando colavamos os selos e/ou fechavamos as cartas, a privacidade das cabines de telefone fechadas por uma porta.

Os CTT acompanharam a evolução do tempo apelando o público ao consumo de merdas que não servem para nada...pelo menos para mim.

No ano passado, recebi da minha amiga Luso-Brasileira, um postal de Natal cujo envelope é assim:

Sem Título.png

E vejam os nossos selos que encontrei neste blog.

 

selo presépio m graça.jpg

 

 

1998 portugal 2010.jpg

3720 bec boavista oliveira de azemeis.jpg

Já nada é como outrora.

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Início

Autoria e outros dados (tags, etc)


foto do autor


desafio dos pássaros



o meu instagram


1º desafio de leitura - 2015 2º desafio de leitura - 2017 3º desafio de leitura - 2019

desafio



Mais comentados


Arquivo

  1. 2019
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2018
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2017
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2016
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2015
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2014
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2013
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2012
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2011
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2010
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2009
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D
  144. 2008
  145. J
  146. F
  147. M
  148. A
  149. M
  150. J
  151. J
  152. A
  153. S
  154. O
  155. N
  156. D


Encontros - eu fui

IMG_2230 (2).JPG MARCADOR