Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Cantinho da Casa

Cantinho da Casa

saudades

Maria Araújo, 15.08.15

praia-10 abril 024.JPG

 

o tempo continua cinzento, as noites têm estado frescas, apetece a mantinha na cama, acordo cedo.

hoje é feriado, o ginásio abriu às 10h, fiz uma aula de Pilates. no final, vesti o fato de banho e fui para o delicioso jacuzzi onde estive "de molho" 20 minutos e segui, pela primeira vez, para o banho turco.

ando tensa e preocupada, precisava muito de aliviar a mente e não pensar em tristezas.

a tarde está a ficar quentinha e o sol vai espreitando por entre as nuvens. acho que vou caminhar, passo em casa de uma amiga que já não vejo há 15 dias e que me diz que tem saudades de tomar café comigo.

não sei o que se passa que este verão, que tem sido agradável, não tenho ido à praia, que tanto gosto.

desvanecendo-se as minhas preocupações e o tempo ajudar, a partir da próxima semana, serei mais pontual, até porque o meu corpo precisa de sol.

tenho saudades dos meus sobrinhos netos cariocas.

 

 

Saudades

Maria Araújo, 05.07.14

Desde que cheguei dos meus cinco dias em Sintra e Lisboa, que ando preguiçosa para escrever.

Nem sequer as fotografias que tirei, cerca de 900, ainda vi.

Não sei se é melancolia, se é o tempo que anda cinzento e murcho que não desperta esta vontade de explodir, de sair, de ir à praia.

Diabo, verão! Onde andas tu?

Hoje, regressei ao ginásio, tenho andado aqui por casa nas minhas tarefas, por isso, não estou murcha. Apenas não tenho paciência para o computador.

Ontem, a Sofia fez 16 anos, fez seis anos que faleceu a minha irmã mais velha, e hoje faz trinta e dois que a minha mãe faleceu.

Sou pessoa de coragem, e por mais que aceite estas certezas da vida, a morte, este dias põem-me com muitas saudades.

Também, é o mês de aniversário destas duas minhas e tão queridas familiares.

Uma coisa estou feliz: foram duas pessoas humildes, lutadoras, sofredoras, e sei que estão em paz.

Eu gosto muito da minha família e estou grata aos meus pais  pelos filhos que tiveram, pelos irmãos que tenho, pelos sobrinhos que eu quero muito.

Tudo isto são saudades.

 

 

 

"Vejo-vos no Rio, um dia destes!"

Maria Araújo, 10.01.14

Um mês depois de o meu sobrinho neto, de 18 meses,  chegar do Rio de Janeiro para passar o Natal com a família do pai, na Guarda, e a família da mãe, aqui, neste cantinho, foi hoje o dia de me despedir dele(s).

O fim de semana vai ser no Porto com os avós paternos e domingo de manhã embarcam diretos ao Rio.

Vou ter saudades. É o meu primeiro sobrinho neto. A mãe andou aqui por casa desde bebé, gostaria de tê-lo também, agora que tenho tempo disponível, e dar continuidade às minhas pequenas tarefas de babby sitter, como outrora, quandos os meus sobrinhos eram crianças.

A vida destes jovens, nestes últimos quatro anos, tem sido do outro lado do Atlântico.

Gostariam eles de ficar, com certeza. E mesmo que digam que o Rio é o paraíso, o coração fica cá em Portugal.

As nossas despedidas são um beijinho como se fossemos para nossas casas, simplemente, e amanhã nos veremos.

Hoje, comenta a minha sobrinha: "Agora és tu que tens de lá ir. Prometeste que vais este ano."

E sorri.

Alguns passos dei, virei-me para trás e acenei-lhes: "Vejo-vos no Rio, um dia destes!"

Não sei quando, mas está bem. O projecto de viagem que tinha decidido em 2013 fora adiado para este ano.

Um dia destes, no skype, combinamos. Mas a decisão tem de ser tomada quase de impulso e ser ela, a minha sobrinha, a marcar a viagem para que eu não tenha tempo de lhe dizer "não".

Tenho eu coragem, 7 anos depois da minha viagem a Nova Iorque,  de voltar a atravessar o Atlântico?

Vamos envelhecendo, temos outros receios.

 

 

 

 

 

 

As noites

Maria Araújo, 04.05.13

estão muito agradáveis, apetece sair, mas pergunto: para onde?
Não tenho ideias, já não sei o que frequentar, não sou mulher para bares, discotecas, nem pensar.

Umas vezes, tenho saudade dos anos que vivi, das noites de Luzia Mar, Murdillo, Indústria , Pacha... Outras vezes, adoro estar aqui, quietinha, no meu cantinho, sentada no sofá a ver os programas de m&#"=@ da TV  e deixar que o sono tome conta de mim, acordar às 2 horas da madrugada com o quase silencioso som da TV, deitar-me na minha cama e adormecer tranquilamente.Hummmm!