Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Cantinho da Casa

Cantinho da Casa

uma homenagem confinada

Maria Araújo, 15.04.20

Foi no dia  15 de Abril de 2019 que estive contigo pela última vez.

Os nossos passeios a quatro, por vezes seis, eram muito bem passados, tínhamos o dia todo para nós.

Vinhas com a tua esposa até Braga, seguíamos para outros destinos,ou ficavamos por cá, era tudo combinado atempadamente..

Há um ano, fomos de boleia com o marido da tua grande amiga ,e cúmplice, até Ermesinde. 

Uma manhã de chuva, nem de propósito o nosso destino era Casa da Música,que eu conheço bem,mas a nossa amiga não.

IMG_20190415_104920.jpg

IMG_20190415_111354.jpg

21420426_lez7H.jpeg

21420419_HGGKy.jpeg

IMG_20190415_112531.jpg

IMG_20190415_115453.jpg

(imagem da nossa amiga C)

 

21420424_8ugUm.jpeg

21420422_PZj3S.jpeg

Seguimos depois para o almoço, levaste-nos para aqui

IMG_20190415_172834.jpg

(imagem da nossa amiga)

O almoço foi tranquilo,como sempre foram os outros embora mais animados na conversa,neste estavas mais calado.Tu já sabias o que te esperava, mas não deixaste de fazer o teu papel de anfitrião.

A chuva passara e dera lugar ao sol quentinho.

Depois do almoço, fomos dar um passeio pelo pequeno mas simpático parque onde passeavam os gansos; ouviam-se os pássaros naquele agradável espaço dentro do movimento de viaturas e pessoas desta cidade.

21420466_zkpTg.jpeg

21420491_6sf3j.jpeg

21420487_2Y0AA.jpeg

IMG_20190415_150900.jpg

IMG_20190415_150411.jpg

(estas duas imagens da amiga C)

Ficamos por cá o tempo suficiente para conversarmos, andava eu aqui e ali a fotografar o que gostava e,sabes? nãosei onde guardei as imensas fotografias que tirei.

Tive de procurar no post que escrevi aqui,no ano passado.

Prometera a mim mesma que hoje iria recordar este que seria o último dia dos nossos passeios por este nosso belo país.

Tivemos outros, que fizemos contigo, nos nossos encontros de bloggers, e que ficarão para sempre guardados nas nossas memórias.

Nunca me cansei,nem me canso, de pensar e de dizer que foste, aliás, és um amigo incondicional,uma pessoa simples,humilde,culta,uma fonte inesgotável  de amizade e conhecimento ( quantas horas "perdi" a decifrar os teus enigmas; quantas vezes na hora do almoço desligava o pc para ir almoçar,quase no limite da hora de recomeçar o trabalho; quantas vezes esqueci a comida que cozinhava para o jantar, nem dava pelo cheiro a queimado  ...e tu sabias disso).

"Aprendi, em tempos, que devemos procurar manter os nossos pensamentos no sentido que eles melhor nos sirvam !!! ... É assim que eu faço sempre ! ... É importantíssimo !!!"

Aprendi muito contigo.

Obrigada.

Um abraço, onde quer que estejas,Rui.

Para sempre, a tua amiga deste cantinho.

uma foto # 9

Maria Araújo, 01.03.20

1583079453200.jpg

"E é amar, assim, perdidamente..."

Nesta casa viveu Florbela Espanca ( infelizmente abandonada, poderia ser um pequeno museu, uma biblioteca).

E mais triste fiquei com os dois caixotes do lixo mesmo em frente à porta. Merecia mais cuidado.

E procurando no Google a letra, apareceu-me o blogue de um amigo meu, falecido em Julho de 2019.

O coração bateu forte, vieram-me as lágrimas aos olhos.

Comentei no seu post de 2009, a propósito da letra e da música de Luís Represas,  ele, o amigo, agradeceu o comentário, e por ter sido a primeira pessoa a comentar neste seu recente blogue.

Desde então, trocaram-se muitos posts e comentários, fizemos amizade.

Foi este senhor o mentor dos encontros de bloggers.

"Muito grata estou pela dedicação e amizade que nos deste, Rui." Lembro-me todos os dias de ti."

A tua música.

A nossa música.

 

 

 

 

uma homenagem a ti

Maria Araújo, 29.07.19

Neste teu dia de Aniversário, RUI, ofereço-te aquele ABRAÇO  de vinte segundos, que sempre dizias  ser o  verdadeiro.

Com o poema e a música que um dia, no ano 2011, dedicaste à tua querida esposa, uma Senhora, como tu, um grande Senhor, fica em PAZ, meu Amigo.

(...mas haverá um dia, ainda bem distante em que ...)

 

 

"Se Eu Pudesse Estar Onde Tu Estás ..."


Onde estás tu neste momento?
Somente nos meus sonhos
Tu estás perdido, mas estás sempre
no bater do meu coração.
 
Estou perdida agora sem ti.
Não sei onde estás
e continuo olhando,
continuo esperando,
mas o tempo continua a separar-nos .

Existirá uma maneira que eu te possa encontrar?
Existirá um sinal que eu deveria saber?
Existirá uma rua que eu possa seguir
para te trazer de volta para casa?

O Inverno está diante de mim
Agora estás tão longe
Na escuridão dos meus sonhos
A tua luz permanecerá.

Se eu pudesse estar perto de ti.
Se eu pudesse estar onde tu estás.
Se eu pudesse alcançar-te e tocar-te
e trazer-te de volta para casa ...
 
Existirá uma maneira que eu te possa encontrar?
Existirá um sinal que eu deveria saber?
Existirá uma rua que eu possa seguir
para te trazer de volta para casa, para mim?

 

Três anos de Coisas

Maria Araújo, 24.10.12

culturalmente enigmáticas sempre viradas para a nossa terra, que é PORTUGAL (quantas foram as vezes que, nos intervalos das aulas te espreitava e, de repente, virava-me para uma colega e perguntava:"Ó ....quem é o rei, senhor, homem que...")

Parabéns, senhor das Coisas, uma FONTE inesgotável de conhecimento.

Sabes o quanto te admiro. E venham lá mais três.

Um abraço.

 

 

 

(uma das fontes do conhecimento)