Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Cantinho da Casa

Cantinho da Casa

coisas do meu dia, digo...

Maria Araújo, 30.10.17

da minha noite.

A pequena obra da semana passada, fez pó e entulho, enchi três baldes e uma bacia grande.

Como se meteu o fim de semana, deixei tudo acomodado na marquise, hoje seria o dia de o levar para um aterro.

Sempre contactei a AGERE para marcar recolha de monstros, nunca me deixaram sem resposta, tudo marcado via e-mail, na sexta-feira, contactei-a via eletrónica, a pedir que me informassem o que fazer com este lixo e nomes de locais onde deveria deixá-lo.

Hoje tive a resposta: como eram apenas cinco baldes, poderia colocá-lo  no lancil da porta na próxima 4ª feira a partir das 22h.

À excepção de um balde velho, um do chão e dois do lixo e que são necessários na garagem, lembrei-me que não ia pô-los à porta de casa e os funcionários recolheriam tudo, ficava sem os baldes.

Enchi quatro sacos de supermercado com este lixo e areia, uns mais pesados que outros, o balde velho balde enchi-o com os grandes pedaços de entulho.

Depois de jantar, fui pôr, um a um, porque eram muito pesados, no lancil do passeio.

O camião do lixo passa por volta das 22h30, fui para a varanda aguardar que viesse recolher, desceria as escadas e falaria com os homens.

Estava na varanda com o telemóvel a navegar na internet,  lembrei-me de consultar de novo o e-mail.

Foi então que reparei que a mensagem dizia que devia colocar o entulho na 4ª feira a partir das 22h.

Desci as escada à pressa, ia tirar o lixo do sítio e pô-lo junto à garagem. E de repente, lembrei-me, também, que não havia recolha porque amanhã e feriado.

Já fora da porta, parei! " Não, Maria, o feriado não é amanhã, é na 4ª feira", comentei para os meus botões.

Decidi esperar por eles e tentar que o evassem hoje.

A noite é fresca, claro, senti algum frio, até que subi e esperar que viessem  na varanda.

Mal entro em casa, ouço o ruído do camião, pego no telemóvel com o e-mail aberto, e desço.

É costume dois funcionários recolherem o lixo, falei  com um deles, mostrei a informação e pedi desculpa por ter posto o lixo hoje, mas não reparei que estava marcado para 4ª feira, e se pudessem levá-lo hoje...

Duas vezes repetido, a resposta dele foi esta: "Claro que sim, levamo-lo já. Mas com estes sacos de lixo podia ter posto duas cervejas fresquinhas como agradecimento deste jeito".

Eu agradeci e pensei que sim, eu até lhes dava duas cervejas fresquinhas, se as tivesse, porque nesta altura do campeonato / estação do ano, não compro cerveja. 

Ufa! Livrei-me do lixo!

Que alívio!

transferir.jpg

 

 

Holmes Place e a Refood

Maria Araújo, 07.06.17

18740755_1479821985421394_3202679825519775680_n.jp

 

 

A semana passada, depois de uma aula de Pilates, a professora alertou-nos para a caminhada que o Holmes Place e a Refood, "uma organização de actuação micro-local, criada para re-aproveitar excedentes alimentares e re-alimentar quem mais precisa", vão fazer no próximo dia dez, ao Bom-Jesus, e uma aula de Pilates, à chegada. 

Há uma lista de inscrições, colaboramos com 3 euros.  Não tinha levado dinheiro suficiente, fiz a inscrição ( paguei ontem).

No sábado fui à farmácia comprar a medicação habitual, a doutora que me atendeu levou-me à prateleira dos cosméticos e ofereceu-me umas amostras de cremes de rosto.

Informei-a dos cremes que uso de alguns tratamentos que faço no HP,  diz-me:
"  Frequenta o HP? No próximo dia 10 vou lá estar. O HP vai colaborar com a Refood numa caminhada ao Bom-Jesus. Eu faço parte da organização Refood, vou acompanhá-las na caminhada".

Fiquei satisfeita claro, é uma mulher jovem, muito simpática e simples, não imaginava que se interessasse  por estas coisas.

Como me engano!

Com alguma disponibilidade que tenho e se a Refood quiser voluntários, ainda me meto nisto.