Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

cantinho da casa

cantinho da casa

Ter | 21.11.17

coisas do meu dia

Maria Araújo
  Fui as Finanças pagar o Imposto Automóvel, tirei a senha, aguardei a minha vez. Ao meu lado, sentada, estava uma mulher jovem, com três crianças,  duas delas sentadas a seu lado. Mal reparei nelas. De repente, vejo que as cadeiras estavam vagas, sentei-me numa.  O rapaz andava para um lado e para o outro, ria-se, não falava. Percebi que fungava muito, que estaria constipado. Estava demorada a chamada da minha senha, embora só tivesse dois números à minha frente, sentei-me ao (...)
Dom | 01.10.17

a minha ida às urnas

Maria Araújo
Depois de votar, saio da escola e vejo ao longe alguém deitado num banco de pedra. Aproximando-me, vi que era uma senhora forte. Ninguém que passasse por ela, quer saísse quer entrasse no recinto, lhe deu importância. No chão, junto ao banco, estava a carteira dela e a bengala encostada do outro lado. A senhora, que andaria pelos 80 anos, "jazia" de lado numa posição bastante desconfortável. Mais perto dela, verifico que estava de olhos fechados. A primeira coisa que me veio (...)
Sex | 26.02.16

ele responde

Maria Araújo
às breves perguntas do júri. Uma surpreendente voz quando começa a cantar " Nella Fantasia". Todos ficam boquiabertos e choram.   O que mais me emocionou, foi a hulmide postura do rapaz quando o júri volta a questioná-lo... Curiosamente,  encontrei um interessante comentário sobre esta música de Ennio Morriconne, que foi a versão do filme The Mission: " Gabriel's Oboe, de Ennio Morricone. Filme The Mission, sobre a chegada dos portugueses ao Brasil. Originalmente é só (...)
Sex | 30.01.15

Bob Marley da Libéria

Maria Araújo
é o título do vídeo que mostra um jovem cego que do nada fez uma viola, canta Bob Marley e  tem uma linda voz! Nem o ipad, o iphone, a PSP, o computador, seja que tecnologia for, fazem tão linda obra. Vejam e escutem.    
Seg | 10.11.14

A vaselina

Maria Araújo
  Certo dia o Felisberto resolveu comprar uma moto. Só havia um problema:  os cromados. O vendedor aconselhou-o a usar vaselina para os proteger  sempre que chovesse, e assim foi. O Felisberto sempre que via chuva, lá ia ele   besuntar a moto com vaselina. Um dia conheceu uma rapariga e começaram a namorar. Certo dia, ela resolve convidá-lo a (...)