Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Cantinho da Casa

Cantinho da Casa

Na página do Sapo

Maria Araújo, 11.12.13

está esta notícia, cujo link acabei de deixar neste blog em destaque, e a propósito de nos supermercados não se encontrarem os legumes tão frescos quanto desejaríamos.

Não sou fã de comprar legumes e frutas nos supermercados e grandes superfícies, salvo raras excepções, quando não tenho tempo para ir ao mercadinho.

Então, em finais de outubro, decidi increver-me aqui.

Escolhi, online, o cabaz mais pequeno (pago 7 euros), de 15 em 15 dias, para experiência.

No 1º cabaz ,as laranjas eram fracas e muito azedas. Reclamei via internet e pedi que enquanto estas não estivessem boas para consumo, substituíssem por um legume.

No cabaz seguinte, as laranjas eram melhores.

Já vai no 3º , gostei dos produtos, o aspecto é muito bom. Os legumes frescos e tenros, a fruta não é a mais bonita e perfeita, mas é boa e a variedade é a da época.

Pelo que tenho apreciado, os clientes vão satisfeitos com os cabazes que levam para casa.

Na semana passada, perguntei se havia a possibilidade de no próximo cabaz, antes do Natal (vou aproveitar a lembrança e fazer já a minha encomenda extra), aumentar os produtos e pagar à parte.

A resposta foi afirmativa. Pediram-me para  enviar um e-mail com a quantidade e os produtos que pretendo.

A experiência tem sido muito positiva.

Sinto-me satisfeita em ter aderido e ajudar os nossos produtores.

 

 

 

PROVE

Maria Araújo, 08.11.13

Fui, às 18h e pela primeira vez, buscar o meu cesto de frutas e legumes daqui.

Um armazém com pouca luz, mas com uma enorme mesa cheia de cestos.

Foram buscar o meu.

Paguei os 7 euros, cheguei a casa e gostei:

 

1 pé de couve (tenrinha)

1 pé de alface

1 chu chu

1 ramo de salsa

1 alho francês

1 beterraba

1 pimento

3 cogumelos

2 cebolas grandes

1/2 abóbora

batatas

feijão verde

laranjas

maçãs

1 kg  (aproximadamente)de castanhas

 

Esperava ter cenouras, talvez venham no próximo cabaz, daqui a 15 dias. 

Independentemente do preço que paguei, valeu a pena.

Senti-me bem perceber  que estou a ajudar os nossos produtores, que tanto precisam de apoio, e que vou comer os produtos da nossa terra.

A continuar, quem sabe vá para o cabaz maior.

 

 

 

 

 

PROVE

Maria Araújo, 03.11.13

Há algum tempo atrás ouvira qualquer coisa sobre   " este mercado" . Entrara na página, mas pareceu-me que não tinha chegado até cá.

Andando de blog em blog, encontrei no PROVE.

Fiz a experiência e verifiquei que já chegaram a Braga.

As entregas são semanais ou quinzenais

Para saber o preço tive de assinalar os 5 produtos que não pretendo nunca receber e dá-me o preço do cabaz (conforme o peso).

A dia da entrega e o preço são indicados.

Preenchi a ficha de inscrição.

Recebi o nome do utilizador via e-mail e agora é só esperar a mensagem e a data de entrega.

E eu que andava a prometer a mim própria fazer as minhas compras no mercado municipal de 15 em 15 dias, mas a preguiça era muita (o ginásio está em primeiro).

Se me agradar, ficarei cliente (posso anular a inscrição).

O local de entrega é perto de casa.

E desta forma ajudo os nossos produtores.