Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

cantinho da casa

cantinho da casa

Sex | 30.10.20

eu sei que sou chata

Maria Araújo
mas cada dia que passa fico  apreensiva com os números  da pandemia a subirem mais e mais, saio à rua para as minhas compras e ir buscar o sobrinho neto ao colégio. E não me canso de ouvir e ler este jovem médico, que tem dado muito que falar nas redes sociais e média.   E esta jovem, médica de família, nortenha, que publica pequenos artigos/ dicas e podcasts muito interessantes, no seu instagram, como este (...)
Qui | 08.11.18

pensava eu que passava despercebida

Maria Araújo
Estive quinze dias ausente do ginásio, porque não foi mesmo possível ir às minhas aulas. Regressei ontem, diz-me o funcionário da recepção: -Há algum tempo que não a vejo. Está tudo bem consigo? No bar, cruzo-me com outro, faz-me a mesma pergunta. Hoje, fui fazer duas aulas, estava uma funcionária, muito simpática, faz o mesmo reparo e pergunta. E eu que pensava que passava despercebida. É bom saber que as pessoas se preocupam connosco.      
Ter | 25.09.18

noite agitada

Maria Araújo
Cansada e com.sono, deitei-me por volta da meia- noite. Adormeci. Acordei com sede. Tentei adormecer. Às voltas na cama, decidi levantar-me e matar a sede que tinha. Quando liguei a luz do candeeiro da mesa de cabeceira fiquei surpresa. 4 h?!   Voltei para a cama com a certeza que já não iria adormecer. Deixara o telemóvel na sala, levei-o para o quarto. São agora 6h50,  já andei por Lisboa, Fátima, a ver hotéis para  as minhas  idas (duas) a Lisboa. Segui para os (...)
Seg | 28.05.18

coisas do meu dia # angústia 2

Maria Araújo
ILogo de manhã, as obras no apartamento do lado voltaram, a broca ou perfuradora,sei lá, fez-me sair da cama, não por que não aguentasse, mas por que seria certo que os berros do vizinho do 1° andar regressariam, não estava com paciência para o ouvir, estava muito nervosa, tinha cólicas, precisava de sair de casa. E na hora que  saí, os berros eram demais, gritos, insultos...mas os homens não o ouviam. Fui levar a mãe gata das minhas sobrinhas à veterinária, tinha uma (...)
Seg | 15.05.17

um aperto no coração

Maria Araújo
A Sofia, a minha sobrinha/ filha, foi com a mãe para o Rio de Janeiro, por quinze dias. Os gatos, Mickey e Distruction estão em casa, sozinhos. Sou a responsável, durante o dia, por estes dois lindos felinos que se dão bem e mal. O meu sobrinho vem aos fins de semana para cuidar deles. À noite estará o JP. Ontem, estava preocupada porque o meu sobrinho ficara de trazer uma das chaves de casa. Ao final do dia ele não me contactara, deduzi que se esquecera, fora embora para o Porto. (...)
Qui | 24.09.15

de repente,

Maria Araújo
fiquei triste. A Sofia ligou-me no final da tarde a pedir-me que a fosse buscar ao ginásio ( foi a pé e sozinha; são cerca de 4 km) por volta das 20:15h, pois a mãe ficava a trabalhar até tarde. Estava eu mais tranquila, por vezes ela ligava-me a dizer que já estava em casa, mas nunca antes das 20:30h, mãe e filha jantavam juntas e "a horas decentes". Quando fui buscar a Sofia, ela pediu-me que a levasse ao Pingo Doce para comprar alguma coisa para o jantar. Não tinha (...)