Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]



para mim, é este

por Maria Araújo, em 04.09.19

o mês com os melhores dias de Verão, as praias estão como eu gosto, serenas e brilhantes do sol; observar o reflexo das pessoas que passeiam junto ao mar; da solidão da única gaivota que ora voava junto ao mar, ora planava e aterrava, ficando quieta por largos minutos; tomar o banho na maré baixa e sentir o corpo salgado que se estende na toalha; a conversa  sobre tudo e de nada com a nossa companhia.

Tudo é mais tranquilo neste Setembro.

IMG_20190902_111726.jpg

IMG_20190902_120740.jpg

IMG_20190902_132232 (2).jpg

E Setembro é, também,  o mês de anivesário de cinco sobrinhos; o mês que me dará o sexto sobrinho neto; o mês da festa desta cidade que eu "curto bué" .

Começou em 2012, ano em que  Braga foi a Capital Europeia da Cultura, é dos eventos de sucesso da cidade, a meteorologia tem sido generosa sobretudo porque é à noite que festejamos o fim do Verão, temos, no próximo fim de semana, a Noite Branca. 

O programa promete e está aqui

 

fb_feed.jpg

 

 

 

 

 

 

Cantinho da Casa

fui à praia

por Maria Araújo, em 21.08.19

estava um sol maravilhoso, pouco vento, estive 3h a apreciar o mar e a leitura do livro do 3º desafio.

No regresso, caminhava ainda pela praia, vi estes lindos papagaios.

IMG_20190821_143942.jpg

IMG_20190821_143926.jpg

IMG_20190821_144129.jpg

 

 

 

 

 

Cantinho da Casa

praias que já foram praias

por Maria Araújo, em 15.08.19

 

IMG_20190814_113155.jpg

Passaram cerca de 12 anos, a praia de Cepães, Esposende, tinha um extenso areal, boas dunas, durante a maré vaza os rochedos convidavam os adultos à procura do mexilhão e das estrelas-do-mar, enquanto as crianças banhavam-se nas pocinhas.

IMG_20190814_112808.jpg

Agora, a praia tem um areal pequeno ( a Câmara tem vindo, há alguns anos, a reestruturar estas praias do concelho), a norte cheias de pedras (jogas), dificultam o acesso ao mar e, na maré alta, batem fortemente nos pés, tira-nos a vontade de um banho de mar; e para passear pela praia, nem as havaianas nos ajudam.

IMG_20190814_114136.jpg

Tenho saudades dos dias de Setembro, antes do regresso às aulas, metia os sobrinhos, Diogo e Sofia, no carro, íamos para esta praia, sossegada e com espaço para a brincadeira, foram deliciosos dias de fim de Verão.

Saí do passadiço, entrei pelos caminhos com flores e pinheiros, e borboletas lindas que não consegui fotografar, para subir as dunas e observar a pequena praia doutros tempos de lazer.

IMG_20190814_114524.jpg

IMG_20190814_114400.jpg

IMG_20190814_114948.jpg

IMG_20190814_114942.jpg

Soube que a esplanada que, outrora, no início da Primavera e até meados do Outono, antes de o bar fechar a época de praia, íamos um grupo de amigas, aos fins-de-semana, comer os nosso cachorros ou sandes, acompanhados de um fino ou cerveja, usufruíamos do sol, fosse a temperatura fresca ou quente.

Várias épocas depois, passei lá, o café estava fechado. 

De quando em vez, nos fins-desemana de sol de Outono e Inverno, passava por lá, tirava as fotografias ao mar, àquele lugar sossegado, apresentava, então, o café, o exterior degradado.

IMG_20190814_113215.jpg

Soubera, num dos jantares com as minhas amigas, que o bar abrira, convidava as pessoas à preguiça do sol, às bebidas frescas, aos almoços na esplanada.

IMG_20190814_113303.jpg

Está, de facto, um espaço simpático e confortável. Brevemente, passarei por lá para um almoço ao sol.

IMG_20190814_113428.jpg

Descobri que toda aquela praia se une às praias para Norte e Sul pelos largos e robustos passadiços de madeira. Adoro passadiços.

Depois de Agosto, irei fazer as minhas caminhadas, quero ver até onde estes vão.

Pelo caminho um simpático cão vinha atrás de mim, à espera que lhe desse atenção.

Parei para tirar umas fotografias a estas flores vermelhas, a par dos seus donos, passaram à minha frente.

IMG_20190814_115633.jpg

Uns passos além, voltou para trás e veio ter comigo.

IMG_20190814_115736.jpg

Fiz uma parte destes, apenas para tirar fotografias e lembrar aquela praia afastada da confusão das Marinhas, ver em que estado ela ficou, devido à erosão e o que o homem fez de mal ao longo dos anos, para que tudo isto acontecesse.

Estas praias vão, certamente, desaparecer.

 

Cantinho da Casa

o regresso a casa

por Maria Araújo, em 02.08.19

Estão neste momento a embarcar, os meus sobrinhos netos, deixam as saudades das brincadeiras.

Hoje, fomos à praia para darmos o abraço, e o "até ao Natal".

IMG_20190726_194735.jpg

Enquanto os pais metiam as inúmeras malas no carro, fomos dar o passeio pela praia, hoje com nevoeiro.

IMG_20190802_121727 (2).jpg

O mês de Julho, não foi, como a maioria dos anos é, um mês quente e na praia sente-se a frescura das noites. Mas eles adoram a casa da praia, o pinhal , a piscina, as aulas de ténis ( não gostaram de surf), as festas de aniversário, que coincide com as férias de Verão e as de Natal.

IMG_20190728_180518.jpg

IMG_20190728_184309.jpg

Partiram para o aeroporto, ficamos lá por casa. Almoçamos.O bebé não fez a sesta da tarde.

IMG_20190802_215528.jpg

Hoje, o aniversariante é o meu irmão, fomos tomar café ao hotel Axis. A conversa estava agradável, apetecia ficar por ali a tarde toda, mas deixáramos o saco do bebé em casa, precisavamos de dar-lhe o lanche.

Fomos para a piscina, o bebé adorou a água.

IMG_20190802_164457 (2).jpg

IMG_20190802_163250.jpg

Aquele espaço da casa da praia é tão calmo, não damos pelas horas passarem.

Amanhã, pelas 9h00 de Portugal, os meus meninos chegam ao Rio.

 

 

 

 

 

Cantinho da Casa

a meteorologia é

por Maria Araújo, em 31.07.19

nesta época do ano, muito importante para mim, para gozar os dias de praia cá no norte, sobretudo no que se refere ao vento que faz à beira-mar.

Este Verão tem sido muito fraco, não impedindo que os incêndios devastem a nossa floresta, mas impedindo, contrariamente aos anos anteriores, que vista os meus pijamas, calções e t-shirt, e durma sem o lençol que me serve de aconchego nestas noites frescas.

O Verão tem sabor a Primavera fresca.

A ver as previsões, que valem o que valem, este ano o Verão, cá para o norte, virá na segunda quinzena de Agosto, e princípios de Setembro, depois, o Outono.

2019-07-31 (3).png

 

 

Cantinho da Casa

uma "formosa" ave

por Maria Araújo, em 01.07.19

IMG_5335.JPG

(foto de minha autoria)

Do pequeno comboio que atravessa o Parque Natural da Ria  Formosa até à Praia do Barril, podemos desfrutar de uma paisagem e variedade de aves lindíssimas ( se por acaso passarem à nossa frente, ou tivermos a possibilidade de, com uns binóculos, observá-las no seu habitat, lá ao longe) regressávamos da praia e eis que vejo uma formosa ave branca poisar naquele pequeno vale, e, sem demora, antes que levantasse vôo e desaparecesse, consegui esta foto.

Sem Título (2).png

 

Cantinho da Casa

uma foto # 26

por Maria Araújo, em 30.06.19

1561821427113.jpg

Praia do Barril, Algarve.

Muito se fala na limpeza das praias, as do norte  precisam urgentemente destes alertas.

 

 

 

Cantinho da Casa

de regresso à rotina

por Maria Araújo, em 26.06.19

mas sem tempo e vontade de escrever no blog, deixo mais algumas fotografias dos locais que há mais de 20 anos não visitava, mas foi muito bom voltar, e das praias que não conhecia.

Olhão ( 7:00h, não conseguia dormir, fui passear)

IMG_5389.JPG

IMG_5386.JPG

IMG_5390.JPG

Tavira

IMG_20190621_181456.jpg

IMG_20190621_183429.jpg

Fuseta

IMG_5403.JPG

IMG_5407.JPG

Praia do Barril

IMG_5335.JPG

IMG_5349.JPG

IMG_5355.JPG

IMG_5358.JPG

 

 

 

 

Cantinho da Casa

do fim-de-semana # 2

por Maria Araújo, em 01.05.19

Visita feita à igreja, hora de almoçar, passámos pelos restaurantes de Fão, que estavam cheios, a espera era de 30 a 40 minutos.

Com um bebé era complicado esperarmos e a fome já apertava. Lamentamos não ter reservado mesa. Mesmo que levássemos o almoço para casa teríamos de esperar. E desistimos.

Sem alternativa para uma boa refeição, decidimos almoçar umas sandes no café-bar do costume, junto à praia.

Há jovens, contratadas nestes fins de semana de bom tempo, que deviam ser mais educadas e ter maior atenção com os clientes. Estão a prestar um serviço, olham para os cliente como se estivessem a fazer um favor, têm o dever de esclarecer as alternativas que podem oferecer se o serviço está demorado.

Estávamos com fome, perguntamos quanto tempo poderia demorar o serviço, a resposta foi seca, mas quando dissemos que poderiamos pedir uma entrada, a postura foi outra. Acabamos por não a pedir, a espera para servir a entrada demorava, também. Mas  as sandes chegaram à mesa em pouco tempo.
Depois do café, fomos à praia, queríamos pôr o bebé a andar na areia.

E ele adorou. Mexia os pés, as mãos pegava a areia, batia palmas, ria-se.

Regressámos a casa, fomos brincar para a relva, piscina limpa e a encher, estavamos só nós três por conta daquele espaço.

IMG_20190428_155907.jpg

O bebé pontapeava a bola, ia atrás dela. Sentado na relva fazia a sua ginástica do momento e que só as crianças têm agilidade e flexibilidade, aquilo que dei o nome de Pilates Baby.

E passamos para o baloiço.

Foi uma alegria imensa. Ria-se perdidamente.  A mãe segurava-o por trás, mas ele escorregava.

E eu aproximei-me, pus as suas mãozinhas fofas nas cordas, que não as largou, e eu por trás segurava-o pelas coxas e movimentava o banco para a frente e para trás, o miúdo delirou andar de baloiço ( sai  à tia avó e à mãe).

IMG_20190429_193447.jpg

Antes de regressarmos a Braga, passámos pela loja onde, por quem lá passa sente a frescura dos bons produtos que invadem as nossas narinas: a frutaria e mercearia.

Ao balcão estava uma senhora, a primeira vez que a vi na loja, que ao mesmo tempo que atendia um casal,  resmungava com o filho, que teria cinco anos, um reguila, com a resposta na ponta da língua.

Não ouvi metade da conversa, estava com o meu sobrinho neto ao colo e enquanto a mãe fazia as compras, eu escolhia umas maçãs, abstrai-me do que se passava por lá, até um determindado momento.

A cliente falava alto, não sei o quê, pois ouvia-se o som da televisão do canal do povo, até que passa à minha frente, estava eu a escolher maçãs, viu-me  com o bebé ao colo,  "saca" das bananas que tocam nas maçãs e uma cai ao chão. Pediu desculpa, não apanhou a maçã, e eu deixei-a no chão, não tinha como pegar nela e pô-la na caixa, de novo se põe à minha frente para escolher maçãs, até que a senhora do balcão, que me pareceu não gostar de ver a cliente ignorar-me, perguntou-me se queria que pegasse no bebé enquanto eu escolhia a fruta. 

Agradeci. A minha sobrinha tinha as compras feitas, pegou nele, eu fui escolher os morangos.

E foi então que ouvi algures como: "Ó Rui ( nome fictício) estás farto de comer gomas, pára com isso!".

Deito os olhos ao miúdo, vejo um pequenote de cabelo loiro, muito parecido com a senhora do balcão, que com ar de rufia lança de novo a mão ao saco das gomas.

De repente, e para que o miúdo deixasse de assaltar o saco das gomas, ouvi-a dizer:

" Ó Rui, olha que lindo bebé. Não queres ter um irmão como ele?!"

Responde  ele, grosseiramente: " Era o que tu querias, já temos a Luísa ( nome fictício)"

O pai da criança entra na loja, a mãe pede-lhe que leve o saco das compras da minha sobrinha, ao carro.

Eu agradeci, disse que o levava.

Já perto do carro, comento com a minha sobrinha que percebia-se que o miúdo dominava os pais,  era um mal educado, eles nada fizeram.

E foi então que ela me contou o que eu não ouvira antes.

O casal cliente que estava na loja, picava o miúdo para ouvir as asneiras que dizia.

Quando saíam da loja, perguntaram pelo pai, ao que a resposta dele foi: " O meu pai foi prós copos", no preciso momento que o pai entrava na loja.

Quando a mãe lhe falou do bebé, meu sobrinho neto, e a resposta foi, " Era o que tu querias, já temos a Luísa", virou-se para a minha sobrinha que o observava, e faz-lhe o gesto que todos nós conhecemos:

holanda2 (2).jpg

E é isto que acontece em muitos lares portugueses. Não há regras, não há valores, não há respeito, não se incute o mínimo de educação.

Depois, mais crescidos, vão para a escola e tornam-se uns arruaceiros. Desafiam tudo e todos e a escola não consegue dar resposta ao que esta sociedade lhe dá.

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Cantinho da Casa

do fim de semana # 1

por Maria Araújo, em 28.04.19

Sábado, pela primeira vez,  fomos à actividade "Sessões Pais & Bebé" nesta biblioteca, assistir ao conto " A Carochinha e o João Ratão",  para crianças dos 12 aos 36 meses de idade.

Além da história,  pretendia-se que as crianças tomassem  contacto  sensorial com os objectos que faziam parte da história.

A história demorou o tempo suficiente para as crianças a ouvirem, a maioria portou-se muito bem contrariamente a alguns pais que falavam muito alto e perturbavam a actividade.

No final, os miúdos brincavam com legos, pequenas garrafas de plástico com areia, brinquedos, enquanto outros sentavam-se à volta de uma pequena mesa para a sessão de pintura.

Eu e a minha sobrinha não estávamos à espera que o bebé ( meu sobrinho neto) tivesse um comportamento exemplar. Sempre atento à história, era a canção que captava a atenção dos miúdos, na interacção com os outros bebés, na brincadeira com os materiais que, pelo tacto, visam promover o desenvolvimento da criança.

IMG_20190427_164001.jpg

IMG_20190427_165418.jpg

Depois da sessão, fomosao lanche numa esplanada, e um passeio pelo centro da cidade. O bebé, que adora empurrar o carrinho, lá foi de mão dada com a mãe, a outra tia avó empurrava o carrinho e eu fotograva a cena.

IMG_20190427_180459.jpg

Combináramos passar o domingo na praia, passaríamos por Fão, almoçaríamos por lá, queríamos ver o tapete de flores feitos de pétalas de camélias, pampilos, cravos e cardos, para a festa do Bom Jesus de Fão, estando o tempo com sol, aproveitaríamos, também, para levar o bebé à praia e deixá-lo sentir a areia nos pés.

Deixámos o carro no parque do aldeamento, fomos pelo paredão junto ao rio Cávado em direcção a Fão.

IMG_5225.JPG

IMG_5228.JPG

IMG_5226.JPG

IMG_5229.JPG

IMG_5232.JPG

Chegamos à praça, não vi o tapete de flores na rua.

Aproximamo-nos da igreja, lá estava ele aos pés do altar, lindo e cheio de luz.

IMG_5236.JPG

IMG_5237.JPG

Um espelho permitia que víssemos o outro lado do tapete.

IMG_5246.JPG

Subi as escadas que me levaram atrás do altar para tirar uma fotografia de outro ângulo quando escuto um homem que, sentado junto a uma mesa, presumo que guardava o crucifixo do Senhor onde tinha a seus pés uma bandeja com dinheiro, me disse que teria uma perspectiva mais bonita de todo o tapete se subisse as escadas que  dão acesso ao coro, estas do lado direito da igreja.

Comentei que esperava ver o tapete na rua,a resposta foi que há um tapete que é feito na rua, sim, de quatro em quatro anos e quando a imagem do Senhor dos Passos vai no cortejo da procissão. 

IMG_5250 (2).JPG

E assim o fiz...

IMG_5251.JPG

IMG_5254.JPG

 

Cantinho da Casa


foto do autor


desafio dos pássaros



o meu instagram


1º desafio de leitura - 2015 2º desafio de leitura - 2017 3º desafio de leitura - 2019

desafio




Arquivo

  1. 2019
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2018
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2017
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2016
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2015
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2014
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2013
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2012
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2011
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2010
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2009
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D
  144. 2008
  145. J
  146. F
  147. M
  148. A
  149. M
  150. J
  151. J
  152. A
  153. S
  154. O
  155. N
  156. D


Encontros - eu fui

IMG_2230 (2).JPG MARCADOR