Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

cantinho da casa

cantinho da casa

do fim-de-semana

praia, vento, pinhal, almoço e jantar fora, cantar e dançar com o sobrinho neto.

Sábado :

Saímos de Braga depois das 18h00, chegamos a casa, deixamos as bagagens, e fomos à praia

Infelizmente, o areal está muito pequeno ( em 2022 foi feito o reperfilamento desta praia pouco antes da época balnear).

Estava nortada, o miúdo queria brincar, mas era impossível.

IMG_20230415_191803.jpg

IMG_20230415_191839.jpg

IMG_20230415_192607.jpg

Com tanto vento, desisti de voltar à praia para fotografar o pôr-do-sol.

Pensamos jantar em Esposende. Antes disso, demos uma volta por Fão, queríamos mostrar ao miúdo as diversões. da Festa do Bom Jesus de Fão 

IMG_20230415_200529.jpg

IMG_20230415_200542.jpg

IMG_20230415_200739.jpg

IMG_20230415_200729.jpg

IMG_20230415_200907.jpg

IMG_20230415_201114.jpg

IMG_20230415_201205.jpg

IMG_20230415_201810.jpg

Decidimos jantar em Fão, tem bons restaurantes, queríamos ir ao Tio Pepe, não reserváramos mesa, todos os outros estavam cheios, de um deles, com take-away, trouxemos o jantar para casa.

E para sobremesa compramos folhados de Fão.

Depois do jantar, o miúdo pedia à mãe para pôr a tocar as músicas que gosta. Fez a festa, rimo-nos muito, e nós acompanhamo-lo nas danças.

Pediu-me o telemóvel e, à toa, tirou fotografias, mas só apanhou as nossas pernas.

IMG_20230415_221208.jpg

A criança estava super divertida, não queria ir dormir.

A questão é que ele tem as rotinas dele, e deite-se cedo ou tarde, acorda por volta das 7h30, e  acordar-nos a todos.

 

Domingo

De manhã cedo, a criança despertou-nos e, depois do pequeno-almoço, demos um passeio pelo pinhal.

IMG_20230416_093722.jpg

IMG_20230416_094233.jpg

IMG_20230416_094457.jpg

IMG_20230416_095039.jpg

Fomos para a praia. A temperatura estava bastante agradável, a criança precisava de brincar.

Foi feita a limpeza de arbustos e lixo, no pinhal já se vêem as flores amarelas e os jarros.

Mas ainda há quem estacione os carros na área protegida. E estamos em abril...

IMG_20230416_111246.jpg

A maré estava a subir, muitos banhistas que passeavam pela beira-mar eram obrigados a desviarem o percurso, pois a água já chegava aos geocilindros. Já surgem à surperfície, que nunca vi, os que estavam submersos na areia..

Significa que as marés do outono e inverno, e a erosão, levaram muita areia.

Este ano, certamente que terão de fazer novo  reperfilamento, senão não há espaço para gozarmos a época balnear, no Verão.

IMG_20230416_114701.jpg

Chegada a hora de almoço, e porque a criança dorme a sesta, saímos da praia, e fomos a Esposende almoçar, desta vez, no restaurante onde fora no outono de 2022.

Para sobremesa, o miúdo comeu mousse de chocolate, nós comemos leite creme torrado...que estava delicioso.

Enquanto a criança fazia a sesta, eu que estava cansada de 5 dias de ginásio e com poucas horas de sono, sentei-me debaixo do guarda-sol, tentei tirar uma soneca, mas nada!

fao.jpg

Na hora de regressarmos a Braga, na EN e antes de entrarmos na auto-estrada, os campos estavam lindos da cor amarela das flores.

IMG_20230416_173205.jpg

IMG_20230416_173713.jpg

 

 

primeiro dia de primavera, e quente

Fui levar o sobrinho neto à terapia,  manhã cedo, estava um sol delicioso, sentei-me na esplanada do café  a ler este livro.

Tive de tirar o blusão.

Depois de deixar o menino no colégio, fui ao cemitério pôr flores nas campas dos meus familiares.

A temperatura muitio agradável, ( tive calor) pensei:  "Deve estar um dia bom na praia.Vou? Não vou?".

Outros afazeres vão ocupar o meu dia.

Fui ver o tempo na live beach cam, e está assim:

ofir ..jpg

E no rodapé, a temperatura neste primeiro dia de primavera.

Amanhã, tenho o dia mais desocupado, quem sabe, vá lá almoçar?

Depois, volta a chuva.

 

 

Ofir

IMG_20230213_131837.jpg

Tive de ir a Ofir.

Não tinha o cartão automático para entrar no parque mas, felizmente, estava aberto.

Fui buscar o que me foi pedido, quando saí de casa, era hora de almoçar.

Passei nas Torres ( no sábado passado deu uma reportagem , no jornal da noite da SIC, sobre a orla costeira  norte, cada vez mais pequena, e as casas que estão sujeitas a queda, referiu as Pedrinhas, Cedovem , Apúlia, a praia da minha infância, e até aos meus 27 anos, Ofir e Esposende),  o café onde costumo comer boas sandes estava aberto, almocei lá.

O mar estava sereno, o sol convidava a ficar na esplanada a tomar a vitamina D.

Depois, fui por Apúlia, os restaurantes das Pedrinhas estavam cheios, fui por um dos acessos pedonais até à praia,  não pude descer, a passagem estava interdita.

IMG_20230213_135402.jpg

IMG_20230213_135409.jpg

IMG_20230213_135350.jpg

Entretanto, para lá do centro de Apúlia a construção de apartamentos são demais.

Tinha de regressar a Braga.

 

 

e se amanhã vai chover

depois do ginásio, fui à praia: Apúlia, Ofir e Esposende.

Estava o sol quentinho, andei de camisola ,  apanhei umas conchas (quem me dera ver búzios como noutros tempos), tirei fotos aqui e acolá.

Almocei, em Esposende, filetes de pescada com molho de camarão. As opções eram, arroz e batatas fritas ou batata cozida com legumes.

A minha escolha foi para a batata cozida.

Os filetes  estavam excelentes.

Só usei azeite nos legumes, usei o molho de camarão para as batatas.

Pensei não comer sobremesa, mas tinha doces deliciosos;  leite creme que se estivesse torrado, comia; cheesecake de frutos vermelhos, e salada de frutas.

Optei pelo cheesecake de frutos vermelhos.

Foi a primeira vez que entrei neste restaurante, simples, sem mordomias, mas com um atendimento simpático.

IMG_20221207_180623.jpg

IMG_20221207_134653.jpg

Pedi o nome do restaurante, para que na próxima vez que voltar, e com a sobrinha, e o meu menino, quero a opinião dela.

Costumamos ir ao restaurante na mesma rua, cuja especialidade é churrasco, mas tem outros pratos.

A última vez que lá fomos, comemos feijoada à moda do Porto. Estava boa mas precisava de mais tripa, que adoro.

Era neste que tencionava almoçar, mas estava fechado.

O de hoje, convenceu-me.

Depois, fui dar uma volta e ver algumas lojas.

Fechadas à hora do almoço, num pequeno centro comercial, entrei numa loja que tem umas coisas interessantes, mas não comprei nada (também não preciso).

Entretanto, as outras lojas abriram. Por curiosidade, entrei numa de roupa. Uma mulher nos 40tas andava de um lado  para outro, olhou-me com um ar de que eu não seria a cliente indicada para as roupas que tem,  fui ver as camisolas penduradas nos cabides. E no momento que eu estava a ver  uma, como se ninguém lá estivesse, ela põe-se à minha frente a mexer nas roupas, eu tive que ir por trás dela e sair dali, porque perdera a vontade de ver mais nada .

Mesmo que gostasse de alguma peça, não iria comprar. Foi tão parva!

Entretanto, entrou uma jovem, que me cumprimenta, e diz a outra: "liga a televisão, senão nem sei o que parece...".

E eu saí da loja sem agradecer ou dar boa tarde.

Entrei no carro, fui até à praia.

Quem a viu e quem a vê!

A extensão de areal, entre o mar e as dunas, está reduzida a metade. E a acrescentar os pedregulhos que  inundam a praia desde há alguns anos, mais uns poucos de anos não há hipótese de  os banhistas estenderem as toalhas na areia.

Dirige-me a Cepães, uma das que eu mais gostava de frequentar com os meus sobrinhos, em setembro, antes de começarem as aulas.

O café restaurante e bar, junto à praia,  está aberto todo ano, tem uma esplanada que convida ao sol de inverno e a uma bebida.

No regresso, já perto das 16horas, passei num armazém de artigos de hotelaria, que tem loja aqui na cidade, e onde já fiz algumas compras, fui ver os serviços de jantar da Vista Alegre.

Comprei os presentes para a minha sobrinha e afilhada, e para o marido.

Acho que vão gostar.

A funcionária disse-me para aproveitar os saldos e comprar loiça, que neste mês  do natal  as vendas estão a correr bem,  mas  já foram avisados que em janeiro os preços vão subir muito e que quando as pessoas perceberem que já não aguentam esta pressão dos preços, vão ter de dizer "Chega!  É insustentável viver!"

De volta  a casa, vim pela estrada nacional, queria passar no Lidl em Gamil..

Os cereais de pequeno-almoço, que eu  gosto e não dispenso com o iogurte, estão 1€ mais caros, os lenços de papel, que custavam 1,20€ , entretanto subiram para 1,68€,  já custam 1,89€. A recarga do sabão líquido para as mãos, que não chegava a 1€, já vai com o segundo ou terceiro aumento.

Os iogurtes magros, que raramente compro nesta loja, também estão mais caros, comprei porque precisava.

Tenho usado champô sólido da Cien, que gosto, comprei também o condicionador sólido. A minha sobrinha usa e diz  que é bom. Tenho máscaras de cabelo, condicionador, mas as embalagens são grandes e para o ginásio os sólidos são mais práticos.

Então, e porque amanhã vem de novo a chuva, ficam as fotos destes dia quentinho e sereno deste passeio.

Cedovem, Apúlia 

IMG_20221207_121110.jpg

IMG_20221207_120348.jpg

IMG_20221207_121220.jpg

IMG_20221207_121228.jpg

Ofir

IMG_20221207_123301.jpg

Os geocilindros que foram cobertos de areia antes do verão,  com as chuvas e as tempestades do mar, já se vêem.

IMG_20221207_123435.jpg

IMG_20221207_123507.jpg

IMG_20221207_123555.jpg

Esposende

IMG_20221207_140138.jpg

IMG_20221207_140146.jpg

IMG_20221207_145202.jpg

IMG_20221207_145311.jpg

IMG_20221207_145616.jpg

IMG_20221207_150831.jpg

IMG_20221207_150620.jpg

IMG_20221207_151657.jpg

Cepães 

IMG_20221207_152555.jpg

IMG_20221207_152622.jpg

IMG_20221207_153446.jpg

IMG_20221207_153650.jpg

 

 

 

 

das férias

de apenas seis dias, gostei de tudo.

Alojadas em Lanzada, não fizemos praia nas que se estendiam para o lado direito e esquerdo do hotel, em frente ao mar, porque estão mais expostas ao vento.

IMG_20220816_192043.jpg

Tranquilidade, e muitos passeios pelas várias praias da Galiza, foi San Vicente do Mar a eleita.

IMG_20220822_142756.jpg

A minha amiga  N passara férias nesta praia, já lá vão 30 anos, desafiou-me para passarmos alguns dias, lá queria voltar ao lugar onde fora feliz, e onde tinha de ir à cabine telefónica, que existe ainda, para ligar aos pais a informar que estava bem... Outros tempos.

Metíamos pelos caminhos entre as casas e os pinheiros.

IMG_20220817_124413.jpg

E a paisagem era maravilhosa.

IMG_20220817_161825.jpg

IMG_20220817_161958.jpg

Pequenas praias que as rochas protegem do vento, sol quente, água fria mas ao mesmo tempo deliciosa porque se formavam pequenas lagoas onde as crianças estavam à vontade a tomar banho e a brincar. Óbvio que me banhei nelas.

De manhã, o público era maioritariamente com idade para cima dos 40  até aos 70, 80... que se reuniam naquele bocado de água que lhes dava até aos joelhos e cavaqueavam por ali até à hora do almoço.

Reunidas as tralhas, ficava a praia semi deserta.

IMG_20220819_154217.jpg

Por voltas das 16:00h mudava o público, vinham os casais com filhos pequenos.

IMG_20220822_142851.jpg

Às 17h00, juntavam-se os adolescentes.

Um grupo considerável concentrava-se no passadiço, alguns metiam-se debaixo dele, outros deitados na areia a conversar e com música a acompanhar.(Provavelmente encontravam-se todos os anos no verão naquela praia, como  na minha adolescência nos anos em que os meus pais alugavam casa por um mês, era o reencontro com os amigos que vinham de outras cidades): 

Depois, vinha outro grupo, mais pequeno, que ocupava sempre as mesmas rochas.  Estes também faziam o mesmo dos mais velhos que estavam de manhã na praia: juntavam-se no mar a conversar, tomavam banho, voltavam para as rochas. Alguns sacavam do cigarrro ( não faziam como os adultos que guardavam as pontas dos cigarros em garrafas de cerveja, mas depositavam-nas na areia). 

No meio destes, e porque a hora da sesta passara há muito, chegavam os pais de 40 e 50;  e os avós; e os grupos de jovens rapazes e raparigas de 30 que se deitavam na areia a conversar.

Era demais, e continuamente, os adultos, os jovens, e crianças que subiam os rochedos e sentavam-se  lá no alto a ver a paisagem ( que  tenho a certeza que seria fantástico).

A água era muito llimpa, não tinha a areia pó que há aqui no norte, mas abundavam as algas.

IMG_20220817_131017.jpg

Era um prazer tomar banho naquelas " lagoas".

IMG_20220817_130834.jpg

Passava das 20h00 quando o sol se punha por trás das árvores e uma parte da praia ficava à sombra, era então a hora de pegar nas coisas e regressar a casa.

Mas os jovens ficavam por lá.

Já passaram muitos anos que eu ficava na praia até depois das oito. Foi este o ano que voltou a acontecer.

Este lugar era especial.

IMG_20220822_143027.jpg

Regressávamos ao hotel, a cerca de 8 km, e do quarto em frente ao mar, tinhamos o maravilhoso pôr-do-sol para ver e fotografar.

IMG_20220816_211926.jpg

IMG_20220816_211906.jpg