Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

cantinho da casa

cantinho da casa

Dom | 07.02.21

uma foto # 6

Maria Araújo
Ontem,um dia de Sol, janelas abertas para arejar a casa, estava na varanda a dar um jeito às flores dos meus vasos, a árvore em frente despida de folhas, tem um ninho. Será do melro-preto que passou em frente à janela da minha sala e  "aterrou" no telhado do prédio do lado? E o ninho lembrou-me o poema e a pequena narrativa de "Os Bichos" de Miguel Torga Sei um ninho E o ninho tem um ovo. E o ovo, redondinho, Tem lá dentro um passarinho Novo. Mas escusam de me atentar: Nem o (...)
Dom | 19.01.14

Um músico

Maria Araújo
um poeta, um cantor, uma canção. Porque hoje escutei-a na rádio, apetece-me, aqui.   "abre as portas do jardim deita-me na tua cama e diz que sim e diz que sim"      
Sab | 06.04.13

Se tu viesses ver-me hoje à tardinha

Maria Araújo
        Se tu viesses ver-me hoje à tardinha, A essa hora dos mágicos  cansaços, Quando a noite de manso se avizinha, E me prendesses toda nos  teus braços...   Quando me lembra: esse sabor que tinha A tua boca... o eco dos teus passos... O teu riso de fonte... os teus abraços... Os teus beijos... a  tua mão na minha...   Se tu viesse quando linda e louca Tra (...)
Dom | 08.04.12

E os comentários continuam

Maria Araújo
Quando escrevi este post , e porque ia e vendo as notícias da tarde nos diferentes canais, estava longe de imaginar que iria ter mais de 30 comentários, alguns em forma de poema. Fico grata a todos, li-vos, e gostaria de deixar aqui um dos poemas e este, acabado de chegar de Espanha.     "Hola, soy una española que adora Portugal, solía ir a menudo, sobre todo a Sesimbra, ahora iba más a Sao Martinho do (...)
Ter | 20.09.11

Quem

Maria Araújo
Tenho uma colecção de textos escritos por AL(guém), um amigo. O tempo em que era frequente receber os seus escritos,quase quinzenalmente, passou. O tempo não permite, agora, que se escreva com frequência. Separados  por alguns quilómetros, são raros os conta(c)tos que temos,  mas a amizade é eterna. E quando menos espero, recebo um mimo, como este:     QUEM ESPERA NUNCA ALCANÇA   Admiro os jovens que se amam,   E que fazem juras eternas desse amor.   Como aliás admiro (...)
Ter | 21.12.10

858 - Lia

Maria Araújo
Ontem recebi uma missiva de uma amiga virtual, residente em São Paulo, mas da Figueira da Foz. Uma amiga de coração que conheci há cerca de 3 anos. Sim, porque aqui na internet também se fazem bons amigos. Aqui está o e-mail:     Para você com todo carinho que eu possa ter, por tudo de bom que você me representa, pelos nossos risos, pela nossa amizade, por eu te gostar tanto... Estas flores é para você não esquecer de uma pessoa que nunca se esquece de você, mesmo longe, me (...)
Qui | 26.03.09

"A imaginação ao sabor do prazer"

Maria Araújo
No blog da Treta, cujo debate de ontem foi sobre o tema "A imaginação ao sabor do prazer", o amigo carapaucarapau, comentou este debate com dois poemas.   Copiei este de Natália Correia.   Estas palavras são a explosão real do prazer de uma mulher. COSMOCÓPULA Membro a pino dia é macho submarino é entre coxas teu mergulho vício de ostras II O corpo é praia a boca é a nascente e é na vulva que a areia é mais sedenta poro a poro vou sendo o curso de água da (...)