Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]



"Down dog"

por Maria Araújo, em 25.03.15

down1.jpg

Já referi várias vezes neste cantinho que pratico, duas vezes por semana,  Pilates e Body Balance, atividades que gosto, libertam-me de stress e ensinam-me a controlar a respiração e a postura do corpo. 

Na primeira trabalhamos, essencialmente, a respiração e a postura; na segunda,  uma combinação de Ioga, Pilates e Tai Chi, trabalhamos a coordenação, a flexibilidade, a postura, a respiração e o alongamento do corpo, exigindo concentração da nossa mente.

Em setembro passado fui vítima de uma queda que me fez interromper as minhas atividades por dois meses.

Comecei com hidroginástica, que não exigia grandes movimentos do pulso e regressei às outras atividades  cerca de três meses depois, quando tinha autorização médica para fazer todo o género de exercícios que , segundo o mesmo, obrigasse o pulso a trabalhar.

Seis meses depois, ainda tenho alguma dificuldade em apoiar a mão direita no chão.  Em Body Balance, um dos exercícios que mais me custa fazer é na posição de downward dog, ou down dog, para os professores, quando a perna direita está dobrada, junto ao braço direito, e tenho de levantar  a perna esquerda, imprimir força e levá-la até junto do braço esquerdo. Esse movimento de levantamento da perna obriga-me a fazer força na mão direita, contra o chão, para que a perna fique posicionada.  Sinto algum desconforto, recorro à opção que é mais confortável: apoiar o joelho no chão, junto ao braço e levantar-me.

Com a perna direita isso não acontece porque a força vai para a mão esquerda.

Mas ontem, à hora do almoço, aconteceu algo que me pôs danada contra mim própria (sou sempre a mesma distraída e as coisas acontecem).

Ligo o computador, entro na página do Sapo e leio a notícia da queda do avião da Germanwings.

Reparo que era hora das notícias (que só vejo ao jantar), vou ligá-la, pego no comando  e movimento-me para trás, sem me lembrar que tinha a mesinha da sala atrás de mim. Vou contra ela e caio de costas, batendo em cheio com o pulso esquerdo no chão. E que dores!

Fiquei assustada: " Raios, era o que me faltava ter partido o direito, vai ser agora o esquerdo!" comentei com os meus botões.

Não consegui levantar-me porque tinha de apoiar a  mão direita no chão, arrastei-me até ao sofá, apoiei o braço nele e levantei-me, indo de imediato buscar gelo para pôr no pulso que estava inchado e doía-me bastante. Depois, fiz uma massagem com Voltaren e a coisa passou.

 

sem nome.png

Hoje de manhã, fui à aula de Pilates. Um dos exercícios consta em posicionarmo-nos de 4, fazer força com as mãos contra o chão e, à vez, levantamos a perna e o braço contrário.

E o que aconteceu? As minhas duas mãos, à vez, não suportaram a força que tinha de imprimir e aguentei  poucos segundos nesta posição. O meu corpo tremia com o esforço que fiz para me manter em equilíbrio.

Mas aprendi que, quando temos dificuldade em apoiar as mãos no chão, devemos fazê-lo com os punhos fechados, pois facilita a execução do exercício.

Entretanto, já tinha pensado comprar protetores de pulsos e verificar se as minhas mãos suportam a força dos exercícios, mas esqueço-me de os comprar. 

No sábado tenho consulta de ortopedia, vou pedir conselho  ao médico para o uso deles.

 

Início

Autoria e outros dados (tags, etc)

Partida

por Maria Araújo, em 09.09.14

As aulas de hidroginástica têm agora quase o triplo dos horários.

Pudera! O ginásio que a minha irmã frequentava fechou para obras. Vai passar a low cost.

Deixou de haver piscina, logo os "fãs" de hidro e natação deixaram o ginásio.

E para onde foram, a sua maioria?

Para o ginásio que frequento, desde sempre.

Hoje decidi, pela primeira vez,  ir à aula das 12h30. A professora é a mesma que dá bodybalance à sexta-feira.

E foi demais!
Se na Zumba e no BodyBalance ela dá tudo de si e puxa pelos alunos, na hidro não fica nada atrás.

Adorei a aula.

E congratulei-a pelo seu desempenho e o resultado do meu esforço é que estou moída.

Logo ao final da tarde vou fazer uma avaliação física, lá no ginásio.

Porquê? Com a idade perde-se massa muscular e quero trabalhar os braços e as pernas.

Coisa leve, pois não gosto de muitos pesos.

E assim, previno a velhice, como costumo dizer.

 

 

 

 

Início

Autoria e outros dados (tags, etc)

Jessie J

por Maria Araújo, em 02.06.14

26 anos, corpo fantástico, um belo par de pernas (sou mulher, eu sei, mas, why not?), uma voz poderosa, um coro excelente, um guitarrista excepcional, simpática, leu a carta de uma fã, enviou-lhe uma foto autografada, põe as apresentadoras a chorar...interagiu com os fãs, limpou uma lágrima ao fã que com ela cantava, saca de um cachecol de Portugal , agita-o, dança, poê-no em volta do pescoço, canta entre os seguranças, "desafia-os", oh, meu Deus, que mulher.!

não fui ao Rock in Rio, mas hoje está a acabar em grande.

e...

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 adorei estes dois vestidos.

 

Início

Autoria e outros dados (tags, etc)

O charme da idade

por Maria Araújo, em 24.10.13

Hoje fui à consulta anual de fisioterapia. Não é que precise muito dos tratamentos, mas habituei-me, mal não fazem, e "suportar"20 dias de sacrifício (perde-se muito tempo), com a declaração do médico, a anuidade do ginásio entra no IRS (por enquanto).

Então, o senhor doutor, que conhece-me há anos, dá-me sempre alguma conversa (não sei se para mostrar que é bom na especialdidade)  que não me diz nada que me interesse. Mas aguento. Tenho de ser simpática com ele, também.

Queixei-me do joelho. Viu, carregou, apertou (é especialista em apertar com força o corpo e ver onde estamos mais tensos e/ou damos um "ai").

E, de repente, sem me lembrar o que me levou à conversa, falei-lhe do ecodopler que tinha feito há meses e na minha "vontade" em operar a perna esquerda.

Eu sou um pouco renitente à operação às varizes.  ele pede-me para ver a perna.

Estava de calças (e eu que pressenti que isto ia acontecer). 

Que remédio tive eu descer as calças e mostrar as pernas ("shit!", sou uma mulher prevenida, vou sempre de vestido para estas consultas, devia ter seguido o 6º sentido). Como eu vejo estas coisas com naturalidade, penso "é médico, nada de mais!". 

Mandou-me virar de frente, vê e diz: "está muito bem assim. Não opere. Mas é a minha opinião. Se é por uma questão de estética, então peça para fazer assim, assim..." 

Senta-se, continua a conversa como conhecedor de pernas e varizes (e eu aceito-a, porque receio a cirurgia e várias opiniões são bem-vindas) e quando eu lhe disse que por vezes me dói, apontando eu para o interior da perna, diz prontamente: "isso não é da variz, isso é do tendão interior da coxa. Volto a dizer-lhe que se for por uma questão de estética, aconselho-a a fazer com calma, isto assim, assim.

Maria, está muito bem das pernas. Não vê que isso é o charme da idade?"

Perante esta expressão, calei-me e sorri.

E falava para o meu decote "malandro, sacana...".

Acabou a consulta, cumprimenta-me e diz: "Continue assim que está muito bem".

Virei as costas e saí.

Shit!

 

 

Início

Autoria e outros dados (tags, etc)

Uma foto de verão # 9

por Maria Araújo, em 09.08.12

 

Pernas para que vos quero? Passear, caminhar, dançar, descansar, correr e saltar (já foi tempo), mostrar, escalar, exercitar,  nadar, fazer o pino, girar, pular, chutar, sustentar /equilibrar o corpo, subir,  descer, sentar numa varanda e mostrá-las aqui, e tudo mais que nos der na veneta.

Início

Autoria e outros dados (tags, etc)


foto do autor



o meu instagram


1º desafio de leitura - 2015 2º desafio de leitura - 2017 3º desafio de leitura - 2019

desafio


10 anos




Arquivo

  1. 2019
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2018
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2017
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2016
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2015
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2014
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2013
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2012
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2011
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2010
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2009
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D
  144. 2008
  145. J
  146. F
  147. M
  148. A
  149. M
  150. J
  151. J
  152. A
  153. S
  154. O
  155. N
  156. D


Encontros - eu fui

IMG_2230 (2).JPG MARCADOR