Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

cantinho da casa

cantinho da casa

Sex | 25.12.20

É Natal

Maria Araújo
(imagem que trouxe da internet) Comida, doces, presentes, canções de natal para fazer o ambiente da casa sereno e acolhedor, neste ano de pandemia, que seria de toda a família junta, cada uma ficou em casa,  elementos de quatro,  seis e/ou nove ( com as crianças), contactos online, foi diferente, mas alegre. Interessante foi que, pelo menos em duas casas, contrariamente aos anos anteriores, que se espera pela meia-noite para entregar os presentes e abri-los com efusões de alegria, (...)
Sex | 01.05.20

desafio da flores # especial Maio

Maria Araújo
Há três anos, fui almoçar o arroz de sarrabulho a Ponte de Lima, num dia chuvoso e frio, mas de convívio.  O pátio tinha uma linda árvore de hortênsias brancas. Enquanto os meus amigos riam e juntavam-se para a fotografia, eu tentava ver qual o melhor ângulo para ter uma foto bonita. Hoje, primeiro dia do mês de Maio, mês de Nossa Senhora, mês que o país tenta regressar, mesmo que por fases, à rotina do dia-a-dia do trabalho, da cidade, dos passeios, do Sol, que esperamos (...)
Sex | 12.05.17

estarei em Fátima

Maria Araújo
E não vou ter palavas para escrever o que se sente. Apenas o silêncio e a lembrança de todos os que eu amo e  daqueles que, sem conhecer, fazem parte da minha vida. Hoje o dia é de branco. De paz. ,
Qua | 01.01.14

"E começamos em casa..."

Maria Araújo
são as palavras do  Papa Francisco na sua mensagem de Ano Novo e Dia Mundial da Paz, palavras fundamentais para um mundo mais equilibrado e solidário:       E neste pequeno excerto, que transcrevo:   (...) E convém desde já lembrar que a fraternidade se começa a aprender habitualmente no seio da família, graças sobretudo às funções responsáveis e complementares de todos os seus membros, mormente do pai e da mãe. A família é a fonte de toda a fraternidade, sendo por isso (...)
Sab | 15.12.12

A cor branca dá-me paz

Maria Araújo
Depois de um final de manhã irritada comigo própria, estou, agora,  mais serena. Que feitio este que tenho de levar para o sono da noite as preocupações do dia que passou! Depois do almoço (que não tive), saí. Tempo aborrecido. Fui comprar café à Nespresso e, no regresso, entrei na loja ao lado, aqui. Dei dois passos, virei costas e saí. Repleta de pessoas, não tenho paciência para andar aos (...)