Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Cantinho da Casa

Cantinho da Casa

coisas minhas

05.07.19, Maria Araújo
Preciso de uma tábua de engomar, fui vê-las ao espaço Kasa do Continente. Decidi almoçar por lá. Estava sentada de frente para o balcão da padaria.   A uns metros da minha mesa, dois balcões com palmieres e línguas de veado acondicionados em caixas de plástico, mais à frente eram os croissants e os donuts. Um jovem funcionário abria umas quantas caixas de cartão, tirava embalagens de rosquinhas e colocava-as noutro balcão. Questionei-me da quantidade de papel e plástico que (...)

lixo, muito lixo

09.08.18, Maria Araújo
Durante muitos anos,  a feira municipal, que se realiza à terça-feria, ocupava o recinto daquele que foi o Parque de Exposições, que após grandes obras de reestruturação, passou, desde Abril deste ano, a ser o Fórum de Braga, pelo que aquela passou a ter lugar na estrada, cortada ao trânsito neste dia, junto ao monte Picoto. Acabada a feira, quem por lá andasse, via o lixo de papel e sacos de plástico que jaziam no chão. Aberta a estrada, e enquanto os funcionários da (...)

e o papel?

14.03.18, Maria Araújo
E se ontem escrevi sobre o que me irrita nas casas de banho onde fazemos as nossas necessidades às escuras,  porque os sensores são tão breves na iluminação que não vemos o que fazemos, também  me irritam por de mais  a posição do papel higiénico e o tampo da sanita para cima. Cá em casa, quando vejo o tampo da sanita para cima, vou por trás de quem saiu da casa de banho e baixo-o, e porque não adianta chamá-los à atenção. Depois é o papel. Nunca esta gente o põe (...)

a propósito

12.02.18, Maria Araújo
  do  post que li neste blog sobre reciclagem,  sempre que vou ao hospital privado, apetece-me alertar os funcionários (eles fazem o serviço deles, cumprem ordens, eu sei) para o  uso excessivo de papel, um desperdício não só para esta instituição, mas também para o utente que o paga. Nestes serviços, um documento é entregue ao utente, o outro exemplar fica lá. Se formos (...)

desde 2006

17.02.16, Maria Araújo
que tenho um saco de papel guardado no armário.  Não sou pessoa de me agarrar às coisas, muito menos a um saco de papel, mas nunca consegui desfazer-me deste porque sabia que, mais cedo ou mais tarde, iria usá-lo. Mas já passaram 9 anos e o saco continuava à espera que fizesse alguma coisa. Ora era ela que me olhava, ora era ele que me pedia, mas o tempo passava e deixava-os à espera do momento certo. Este saco é giro, gostei dele desde a hora que a funcionária, ou funcionário? (ne (...)

Lá fora

04.05.15, Maria Araújo
está um vento louco, leva tudo pelo ar e eu por aqui a descobrir coisas giras. Mais uma vez, encontrei dicas interessantes que podemos fazer usando papel de cartão. Escolhi os mais simples. Vejam tudo no BuzzFeed. (...)