Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]



a operária

por Maria Araújo, em 25.07.18

neste post, falei da engenheira civil, uma profissão rara em mulheres, que orienta as obras da escola aqui da zona.

As obras avançam rumo ao final, a escola aumentou em largura e altura em parte do edifício, tratam, agora, do telhado, da pintura, do arranjo do terreno do recreio.

Ora, na segunda-feira, vi o que nunca vira. Uma mulher "trolha" que usava umas luvas de látex brancas, fazia par com um colega e, em cima do telhado, era vê-la cortar tijolo, ou seria outra coisa qualquer  que punha em cima daquele para acertar medidas, ora pegava numas placas compridas que ambos encaixavam em todo o comprimento da beira do telhado. 

Por vezes parava, pegava numa garrafa de água, matava a sede. A mulher não parava, parava ele para falar ao telemóvel.

Ontem, lá estavam os dois, noutra parte do telhado, na mesma azáfama em sintonia com o trabalho que tinham em mãos.

Gostei do que vi, jamais me passara pela cabeça ver uma operária civil em cima do telhado a trabalhar tão bem quanto um homem.

Isto só vem provar que hoje não há profissões distintas para homens e mulheres.

 

images.jpg

 

 

Início

Autoria e outros dados (tags, etc)

a barba do trolha

por Maria Araújo, em 06.03.18

Bolas - Postagem Etnica.png

 

 

Finalmente, quase um ano depois de acordar com o trolha patrão para fazer a obra na garagem, chegou, ontem, o dia, mas depois de muitos telefonemas ao longo de 2017, com interrupção entre Novembro e Fevereio, porque  já não adiantava insistir, a resposta  era sempre a mesma " tenha paciência, espere mais um mês, tenho serviços fora."

Há uma semana, liguei, foi a última tentativa: "ou pega na obra, ou entrego a outra pessoa".

Garantiu-me que vinha esta semana, e por cá andam.

Ontem, vieram dois homens, jovens, na casa do 20,30 anos.

À tarde, só estava um.

Quando desci, a meio da tarde para ver o andamento das coisas, reparei no que me chamara a atenção de manhã.

Um homem alto, elegantérrimo, trazia umas calças de ganga, uma sweat, coberto de pó, claro, o trabalho não perdoa.

Tinha tirado o colete azul escuro acolchoado ( o trabalho aquece, pois).

Uma pequena conversa sobre a obra, o trabalho que agora abunda, mas que há anos tivera de ir para Espanha, onde "as obras metiam medo", dizia, porque havia todo o tipo de pessoas: marroquinos, paquistaneses, romenos, ucranianos.

Agora, está bem por cá, "trabalho não falta, embora a vida esteja cara", dizia, "mas vive-se".

Não fiz perguntas de nada, não sei se é solterio, casado, divorciado. 

E porque escrevo sobre o trolha? 

Porque tem um rosto bonito, um olhos pequenos de um castanho claro que combinam com a cor do cabelo, também claro, porém de branco do pó da parede, e uma barba perfeita, bem escanhoada, muito bem tratada.

Não entendo nada de barbas, embora cá em casa os sobrinhos a usem, uns mais curta, outros menos, cuidam bem dela, senão a tia azucrina-lhes a cabeça, a do trolha  não fica nada a dever à dos meus queridos.

Um homem apresentável, ágil na forma  como coloca a massa na parede, pergunto-me como é possível uma coisa destas não ter a oportunidade de muitos outros e lançar o charme nas passerelles da moda. Mas não duvido nada que o lance ao fim de semana nas discotecas e bares da cidade.

Este jovem, com idade para ser meu filho, foi das melhores "coisinhas" que vi nos últimos tempos.

E foi a barba que me chamou a atenção.

Início

Autoria e outros dados (tags, etc)

pintar

por Maria Araújo, em 06.10.17

Depois de uma noite a dormir no sofá (hoje vai ser outra), admito que obra de trolha dá trabalho e faz suar.

 

Resultado de imagem para painting the house, gif

Início

Autoria e outros dados (tags, etc)

1º de Maio, o dia que...

por Maria Araújo, em 01.05.17

não é de todos.

E eu repito a mesma coisa todos os anos: salvo os serviços mínimos, era o dia de todos os trabalhadores.

A sociedade de consumo mudou as regras, este 1º de Maio devia ser respeitado.

Fui caminhar. As grandes e pequenas superfícies estavam abertas. Passei no Supermercado do El Corte Inglês, o único que respeitou o1º de Maio, estava fechado.

Mas nas obras, aquelas que os grandes senhores têm pressa em acabar, os trabalhadores estão lá a despachá-la, para a  abrir breve, breve.

Não dou 15 dias para que o Continente Bom Dia da Rua 25 de Abril ( a poucos metros de casa), a conflituosa obra que levou ao debate dos moradores, e não só, fique prontinha.

1º de Maio, o Dia que já foi do Trabalhador.

IMG_2224.JPG

IMG_2225.JPG

IMG_2228.JPG

IMG_2229.JPG

 

Início

Autoria e outros dados (tags, etc)

finalmente!

por Maria Araújo, em 03.11.15

 

tumblr_ns9rcszHql1r0yl0so1_1280.jpg

 

a obra fica pronta hoje.

Depois de lhe ligar ontem, decidiu vir cá depois do almoço e pintar o tecto (deve estar a precisar do dinheiro, também, início do mês, pagamento do salário aos operários... que os tem).

Nem sequer sei quanto vou pagar.

Mal ele saia da porta, vou enfiar-me no escritório, aspirar, colocar as estantes e a secretária nos seus lugares e depois, arrumar os imensos livros espalhados pelo quarto, sala e closet.

Finalmente!

Início

Autoria e outros dados (tags, etc)

e a obra está parada

por Maria Araújo, em 30.10.15

IMG_20151030_161128-tile.jpg

 

o trolha não vem pintar o tecto, amanhã não pode, e eu fico completamente desmotivada para arrumar a casa. a hora mudou, as vezes que veio cá foi ao fim da tarde e comentei como seria agora ao que me respondeu: " não há problema, trabalho à luz do candeeiro". 

e estou farta de ver os livros espalhados pela sala, pelo meu quarto, pelo closet, nem tenho vontade de estar em casa, não fosse o tempo impedir de sair (hoje está melhor).

 

 

Início

Autoria e outros dados (tags, etc)

e o trolha veio

por Maria Araújo, em 21.10.15

 

thumb_COLOURBOX5476898.jpg

 

Segunda-feira liguei-lhe:

- Ah, e tal, hoje não posso, tenho uma consulta. Amanhã, no final da tarde, vou sem falta.

Ontem, por volta das 18h liguei, mas o telemóvel estava desligado. E pensei "sacana, às tantas, não vem!"

Meia hora depois, a campainha tocou. Era ele.

- Ah, e tal, eu liguei-lhe para o lembrar que prometera vir hoje, mas o senhor tem o telemóvel desligado,- comentei.

- Mas eu não ouvi!- respondeu. - Está desligado!- acrescentou, depois de tirá-lo do bolso das calças.

Uma hora depois, diz que está terminado e vinha cá hoje.

E hoje, veio. Trabalho de mais 1 hora.

- Sexta-feira, por favor ligue-me pelo meio-dia, dou cá um salto e vejo se a massa está seca. Se estiver, venho no final da tarde pintar o tecto. Lembre-me, por favor! - pediu-me.

- Espero bem que sim, senhor J. Preciso de pôr as minhas coisas nos lugares e vai para 15 dias que a obra começou.

A questão é que, mais uma vez, não tive coragem de pedir à empregada para não vir hoje e limpar a casa com os livros, revistas, computador velho, candeeiro, mesinhas, espalhados pelo meu quarto e closet, fazem-me mal aos nervos, caramba!

 

 

 

 

 

Início

Autoria e outros dados (tags, etc)

telefonei ao trolha

por Maria Araújo, em 14.10.15

"Ah, e tal, tive um trabalho com uma máquina (máquina? comentei de mim para mim), depois era tarde, e ontem também não pude, o tempo passou e esqueci-me. Hoje não posso, passo aí amanhã."

"Eu disse ao senhor que tinha de vir até hoje. Amanhã vou para Lisboa, não é possível". 

E pensando eu que ele ia dizer que vinha no sábado e preparada para lhe dar a resposta, talvez porque se lembrou que o tinha avisado que ia estar todo o fim de semana fora, diz-me ele: "Segunda-feira ligue-me e eu passo aí, sem falta!"

São mesmo trolhas, caramba!

depositphotos_6323593-Worker.jpg

 

 

Início

Autoria e outros dados (tags, etc)

o sacana do trolha

por Maria Araújo, em 13.10.15

pedreiro sexy.jpg

 

disse que vinha ontem ou hoje no final do dia dar um retoque ao friso do tecto e lixar a massa para depois pintar.

tenho tudo fora dos sítios. domingo limpei os livros e coloquei-os num canto do meu quarto. o computador,o scanner e a impressora estão no closet, as pastas de arquivo no chão, despachei caixas para a reciclagem,

quero pôr algumas coisas nos seus lugares antes de ir para a capital, mas já percebi que só para a semana, se vier, dará continuidade à obra.

raios partam estes mentirosos.

fosse ele como o da fotografia, quem ligava era eu. e o patrão, que esperasse!

Início

Autoria e outros dados (tags, etc)

os "acidentes" acontecem

por Maria Araújo, em 09.10.15

 

DSC00140.JPG

 

Segunda-feira caiu um pedaço de estuque do tecto do escritório. Um estrondo que me assustou e deixou sem  reação, sem saber o que fazer.

Amanhã, vem o trolha fazer a obra.

Ontem, depois do futebol, tirei o carro da garagem para ir levar uma amiga a casa, a bateria quase não dava de si, mas pegou. E correu bem.

Hoje de manhã, prontinha para ir ao ginásio, dou à ignição e bateria, nada!

Não tinha como carregar ou empurrar o carro para ver se pegava e ir à oficina.

Subi, mudei de roupa, fui a pé (são 25 minutos)  à oficina. Se ligasse, obrigavam-me a estar aqui horas à espera que viessem pôr o carro a trabalhar.

Assim, na hora, vim com um funcionário, pôs o carro a trabalhar, fui deixá-lo lá para pôr uma bateria nova. Se esperasse um pouco, traria o carro, mas era hora de fazer o almoço, preferi deixá-lo, voltei para casa a pé.

Diz a simpática recepcionista: "mas se vem logo de tarde vai ter de fazer nova caminhada!"

E respondo eu: "Se há coisa que menos me incomoda é andar a pé. Por volta das 16h estou cá."

E em 4 dias lá vão uns quantos euros. E não imagino por quanto vai ficar a obra.

Confesso: "que mês, este!"

Início

Autoria e outros dados (tags, etc)


foto do autor


desafio dos pássaros



o meu instagram


1º desafio de leitura - 2015 2º desafio de leitura - 2017 3º desafio de leitura - 2019

desafio




Arquivo

  1. 2019
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2018
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2017
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2016
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2015
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2014
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2013
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2012
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2011
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2010
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2009
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D
  144. 2008
  145. J
  146. F
  147. M
  148. A
  149. M
  150. J
  151. J
  152. A
  153. S
  154. O
  155. N
  156. D


Encontros - eu fui

IMG_2230 (2).JPG MARCADOR