Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

cantinho da casa

cantinho da casa

Leiria # 2

No regresso ao centro, dei uma passeio pelas ruas e praças mais conhecidasda cidade.

IMG_20220722_173132.jpg

IMG_20220722_173215.jpg

IMG_20220722_173333.jpg

IMG_20220722_173411.jpg

IMG_20220722_174011.jpg

IMG_20220722_174058.jpg

IMG_20220722_180428.jpg

Era cedo, ainda fui ver o Mercado de Santana. 

IMG_20220722_180553.jpg

IMG_20220722_180656.jpg

Segui no sentido oposto para ver o Moinho de Papel, e o  Museu de Leiria ( fechado à hora que passei), fotografei o  antigo Liceu Rodrigues Lobo.

IMG_20220722_181823.jpg

Moinho de Papel

IMG_20220722_183036.jpg

IMG_20220722_182817.jpg

No regresso, atravessei a pequena ponte pedonal sobre rio, fui ter a um espaço verde onde se realizava uma cena de cavalaria da Feira Medieval.

IMG_20220722_184350.jpg

Fui ao hotel, e regressei ao centro para comer a bifana e beber a cerveja, pois claro, já se dançava na rua.

IMG_20220722_203601.jpg

As filas para o leitão ( que não gosto) eram enormes, descobri uma tenda onde faziam o pão para o chouriço e as bifanas, e com um serviço bastante eficiente, a espera era no máximo de10 minutos, levei o copo e a bifana para um muro de jardim em frente à pequena fonte.

IMG_20220722_203741.jpg

Como eu, muitas famílias, jovens, mulheres e homens, sentavam-se onde houvesse lugar, e comiam o seu pestisco, ao mesmo tempo que viviam a festa.

IMG_20220722_211400.jpg

Depois fui dar uma volta pelas tendas. Comprei um fio dourado, feito por um artesão que tinha peças muito bonitas. Foram várias as pulseiras, feitas na hora, e personalizadas, para as crianças que por lá paravam com os pais..

No regresso ao hotel, a cinco minutos do centro, ainda tirei algumas fotografias.

IMG_20220722_215935.jpg

No dia seguinte, e porque desistira de ir à Praia de Pedrógão, uma vez que era sábado e havia apenas um autocarro para lá e ao final da tarde para cá, decidi ir a Alcobaça, que não conhecia.

O autocarro partia à hora do almoço, tinha tempo de ver a Igreja da Misericórdia / Centro de Diálogo Intercultural de Leiria, que passara no dia anterior mas não fora possível entrar porque teria lugar um concerto, fui aconselhada a passar no dia seguinte.

Mas antes disso, e porque adoro ver capelas no alto do monte, fui ver o Santuário de Nossa Senhora da Encarnação, que também o descobri que se via do quarto do hotel, e iluminada à noite ( não consegui uma fotografia decente), tirei de manhã, e como a curiosidade era grande, havia tempo para tudo, fui.

IMG_20220723_085019.jpg

 

coisas da semana que está a meio

Ontem, fui tomar café no jardim do Museu Nogueira da Silva, agora aberto ao público, com os meus amigos da adolescência ( todos reformados, agora ).

IMG_20220628_112228.jpg

IMG_20220628_112240.jpg

A esposa de um deles, "que conhece Braga inteira", chamou a pessoa que está a gerir o museu. Fez-nos companhia e convidou-nos a visitar a casa.

Eu e a minha irmã já conhecemos.  Mas  não esperávamos  que a senhora nos mostrasse o que não consta da visita ao público: o quarto, o escritório e a capela ( não imaginávamos que dentro do museu existe uma capela).

Foi um privilégio conhecermos este cantinho "escondido" do Museu.

Deixamos os nossos endereços electrónicos para ficarmos a par dos eventos que se venham a realizar lá.

Depois do almoço, passamos na Casa dos Coimbras, compramos o bilhete para ver a Capela da Sagrada Conceição que abria uma vez por ano, penso que na Noite Branca, está, agora, aberta ao público todo ano.

Inclui, também, a subida à Torre, que passa despercebida, pois fica num canto exterior onde tem uma pequena árvore que a esconde a quem entra e sai.

P4180082.JPG

imagem que encontrei neste blog e que tem fotos do interior da capela

 

A Torre é pequena, tem duas janelas com vitrais, um tecto de madeira. Afixado numa das paredes uma breve referência à sua história.

IMG_20220628_144456.jpg

IMG_20220628_144505.jpg

IMG_20220628_144516.jpg

O r/c da Casa foi renovado, tem um bar e um espaço para exposições.

IMG_20220628_145026.jpg

IMG_20220628_145056.jpg

IMG_20220628_145043.jpg

IMG_20220628_145101.jpg

IMG_20220628_145115.jpg

O andar de cima, que conheço, não tem visitas, é propriedade (ou estará arrendada a esta empresa de arquitectura), não pode ser visitada.

A meio da tarde, o casal do Porto veio ver a minha casa. Ela queria recordar esta casa que foi dos meus pais, os convívios, os almoços e/ou jantares que a minha mãe fazia.

E lembrava-se muito bem como esta era, agora com menos divisões, porque eu deitei paredes abaixo, quando a comprei.

Hoje, tínhamos mais uma saída:fazer a visita aos nossos familiares defuntos, mas eu não fui, vinha cá a casa o meu amigo dos biscates pôr um estore novo na varanda e substituir o silicone do poliban e da bancada do lavatório.

Sábado, acaba a visita destes nossos amigos, com um almoço na casa da aldeia ( fui conhecer a casa e almoçar com eles, há cerca de um mês), não vou  porque tenho outro compromisso, marcado há algum tempo e que não quero adiar.

Amanhã, não sei qual é o programa.

Também tenho cá a sobrinha, e os filhotes, que vivem na Irlanda, ainda não estive com eles, na próxima semana regressam a casa,

Presumo que estará na praia, como é costume, quando vêm a Portugal.

E assim passam estes dias, pós mini-férias em Tróia, com visitas e passeios.

Veio tudo a calhar na semana certa.O meu  sobrinho neto continua a ir para a praia, e até sexta-feira, com o colégio.

Na próxima semana, voltamos à rotina, até às férias de Verão.

 

 

 

 

domingo de chuva

o destino era o Convento do Carmo.

Sinceramente, nunca me lembrara deste, e já estive tão perto.

E hoje, que decidimos visitá-lo, mesmo com a chuva que caía, quando lá chegamos, estava fechado. Há vários museus que fecham neste dia, o que é pena. 

Não imaginava que tínhamos acesso à varanda do Elevador de Santa Justa.

Há muitos estrangeiros por cá. As filas já se vêem junto ao Elevador, e no Mosteiro dos Jerónimos.

Tirei umas fotos que me parece estarem bem ( ver no telemóvel não é a mesma coisa que ver no PC).

IMG_20211031_105608.jpg

IMG_20211031_105623.jpg

IMG_20211031_105804.jpg

IMG_20211031_105921.jpg

IMG_20211031_105933.jpg

IMG_20211031_110306.jpg

Decidimos ir de táxi para Belém, fomos ao Museu de Marinha.

Gostei muito, muito.

O sol não quis nada connosco neste fim-de-semana de finados.

Amanhã, regresso a casa.

Algumas fotos.

IMG_20211031_122415.jpg

IMG_20211031_122319.jpg

IMG_20211031_122336.jpg

IMG_20211031_123939.jpg

 

 

 

 

 

azulejos

IMG_20180605_000507.jpg

 

que decoram as fachadas de muitos edifícios deste nosso belo país.  

Ando sem vontade de blogar, lembrei-me das fotos que tirei no Museu do Azulejo na última visita que fiz a Lisboa.

Sábado, regresso. Mas não fico para o Santo António. 

Pela primeira vez vou à Feira do Livro, a dois passos da casa da minha sobrinha linda.

Até já, Lisboa.

IMG_20180604_235325.jpg

IMG_20180604_235031.jpg

IMG_20180604_235722.jpg

IMG_20180605_000556.jpg

IMG_20180604_235838.jpg

IMG_20180605_000246.jpg

IMG_20180605_000001.jpg

 

 

 

 

“José de Almada Negreiros: Desenho em Movimento”

«Desenho em Movimento» uma Exposição diferente da que vi em Lisboa e para se tentar perceber o que foi a obra deste grande artista da pintura e do desenho, Almada Negreiros, nada melhor que alguns excertos  do pequeno "jornal" que trouxe do Museu Soares dos Reis.

 

IMG_20180318_162300.jpg

 

«... um olhar sobre o carácter gráfico e cinematográfico da linguagem artística da modernidade expresso na obra de Almada Negreiros e que persiste quer na pintura e desenho, quer na pintura mural, nos frisos em gesso, nos vitrais e nas tapeçarias que o artista fez em vários trabalhos por encomenda».

 

IMG_20180315_161232.jpg

IMG_20180315_162953.jpg

 

 Almada Negreiros e o Cinema

 

«Se Almada Negreiros não chegou a completar os filmes projectados, contribuiu, todavia, com abundante obra desenhada ao serviço do cinema. Acedeu, por prazer, a executar onze grandes baixo-relevos num cinema de Madrid, alusivos à arte de filmar e aos seus protagonistas: Chaplin, Garbo,...por volta de 1929...»

IMG_20180315_161005.jpg

 

 "Contribuiu com cartoons  ( anedotas desenhadas, sem palavras), dentro da sua ingente e valiosa colaboração no grande jornal madrileno El Sol..."

 

IMG_20180315_163126.jpg

 

"Faz os cartazes e o genérico para o filme «A canção de Lisboa»

IMG_20180315_163618_BURST003.jpg

«Compõe um cinema mudo fingido. 
Os papéis eram presos em hastes de madeira e mostrados um de cada vez, sucessivamente. Um candeeiro iluminava por trás o papel semitransparente, fingindo o efeito de luz reflectida num ecrã.

O «filme» tinha sessão num arraial em Moledo do Minho (Almada Negreiros e sua mulher, a pintora Sarah Affonso, passaram férias em 1943 e anos seguintes) ...Contava uma história verídica  tornada cómica, passada com alguns do veraneantes .... Um divertimento de Verão , fez também um programa e inventou uma companhia cinematográfica «Moledo Films, Ldª» 

IMG_20180315_163256.jpg

 

« O fim da arte é atingir sempre novas expressões da realidade, mudar de plano; não é um progresso. É por isso mesmo que a visão da arte é sempre inesgotável, que a sua interpretação é infinita. Se visasse alcançar objectivo, se tivesse um fim, a arte não seria infinita teria uma medida esgotava-se. O cinema, enquanto arte, o evidencia mais.»

 

IMG_20180315_163010 (2)-tile.jpg

 

O ano passado  na Gulbenkian, em Lisboa,  em finais de 2017 e até hoje, 18 de Março, no   Museu Soares dos Reis Porto   com outras obras diferentes, «Desenho em Movimento» uma  Exposição deste génio do desenho e  pintura, que aconselho a visitá-la ( há probabilidade de se estender até Abril ou Maio)  todas as imagens deste post foram as que  de melhor o meu telemóvel conseguiu captar.

IMG_20180315_160212.jpg

 IMG_20180315_160302.jpg

IMG_20180315_160406.jpg

IMG_20180315_160534.jpg

IMG_20180315_160956.jpg

IMG_20180315_162146.jpg

IMG_20180315_160814.jpg

IMG_20180315_163204.jpg

IMG_20180315_162316.jpg

IMG_20180315_162352.jpg

IMG_20180315_163238.jpg

IMG_20180315_164326.jpg

 

IMG_20180318_161426.jpg

 

 

 

5º Encontro de Bloggers - o convívio

 

 

IMG_2105 (2).JPG

 

10h20, estavamos na estação de comboios de Braga à espera do Alfa que vinha de Lisboa, atrasado dez minutos, que afinal foram 20.

IMG_2091.JPG

 

Enquanto  não chegava, eu, o Rui e esposa, a Afrodite, a Manu e a Janita, conversavamos das viagens da Manu, dos nosso encontros.

Chegado o comboio, os abraços ao Ricardo, ao Kok, ao Fatifer e companheira, veteranos nestes encontros, à Esmeralda e David, os novos amigos deste grupo de bloggers.

IMG_2098.JPG

 

Fomos para o Museu D. Diogo de Sousa, onde outros bloggers, que vieram de carro, nos esperavam. E conhecemos a Golimix,o marido e o filho.

Entretanto, chegaram a Ju e o marido.

De repente, vejo chegar uma senhora, que pára à porta e diz: sou a Ângela.

A Afrodite fora buscar a Avogi, a menina da Madeira.

Logo a seguir chegam a Gabi e o companheiro.

O grupo estava a compor-se.

Fomos para o Auditório ver um vídeo sobre a formação da cidade romana de Braga

IMG_2102.JPG

 

Passamos ao Museu, e eis que chega uma jovem bonita acompanhada de um homem e uma criança. Ela apresentou-se: Laura, o Nuno e o Rodrigo ( a criança).

IMG_2104.JPG

O Museu tem muitas e variadas peças de cerâmica, jóias, louças, moedas, fotografias...

IMG_2120-tile.jpg

A minha irmã, que desconhece a blogosfera, foi convidada a conhecer os meus amigos bloggers e perceber como a blogosfera une pessoas de todos os cantos do país... e Ilhas.

Chegou por volta das 13h, no momento que começávamos o nosso almoço.

IMG_2111.JPG

Uma sala só para nós, uma mesa comprida, todos se viam e conviviam.

Um buffet  variado e muito bem apresentado.

IMG_2107-tile.jpg

As entradas, muito frescas e apetitosas, os pratos quentes ótimos, as sobremesas nem se fala.

Embora já não fosse almoçar ao Museu há 9 anos, os comentários ao serviço são os melhores.

Enquanto almoçávamos, o retroprojector que a Afrodite levara ia mostrando as fotografias dos encontros anteriores, os blogs das bloggers que já participaram nos encontros mas que não puderam estar presentes hoje, uns porque vivem fora do país, outros por motivos pessoais, e como não podia deixar de ser, o da querida Teté que faleceu em Março,  sempre presente nos nossos corações.

A Manu levou as ginjinhas de Óbidos, com os copos de chocolate.

IMG_2161-tile.jpg

Foram umas horas bem passadas.

Chegou a hora de alguns bloggers regressarem a casa. Os amigos de Lisboa viajavam no Alfa das 18h07.

Fomos levá-los. Mais abraços, mais despedidas.

Partiram.

E o próximo Encontro? 

Lisboa, princípio de Outubro, para termos um tempo ainda quentinho.
É que hoje, durante a noite, choveu muito.  

A chuva parou de manhã, mas o vento era forte e frio.

Foi o 5º Encontro, o São Pedro lembra-se de nos dar  chuva, que passa, ok. Mas o vento e o frio sempre nos acompanharam em todos os encontros realizados.

IMG_2220 (2).JPG

 

 

 

 

 

 

Iria passar o fim de semana

Sem Título.png

 

a Lisboa,  ficaria em casa da minha sobrinha Eva,  iria ver a exposição que a Sofia e todo o grupo de Astronomia participam no Museu de Eletricidade, mas a consulta com a médica de família que estava marcada para o passado dia 22 foi adiada pelo centro de saúde para hoje .

Soube que os bilhetes em todos os combóios de Braga para Lisboa estão esgotados. A minha irmã só conseguiu um em 1ª classe, para as 18h05m.

Gostaria de estar na Exposição dar força ao grupo, tão trabalhador e responsável...pelo menos a Sofia é.

Aliás, ela é demasiado perfeccionista e depois fica triste se não corre como desejaria.

Adoraria passar o fim de semana em Lisboa!

 

Barcelona - dia 3

Domingo com sol, planos para passarmos pela Praça de Espanha e vermos a Fonte Mágica de Montjuic e, de tarde, seguirmos para as praias de Barcelona.

Saímos cedo, passamos pelo Museu de Arte Contemporânea, tiramos algumas fotos e seguimos na direcção da Avenida del Paralelo.

Ouvimos música, pessoas que gritavam "fuerza" , palmas, quando chegamos à avenida e vimos atletas que corriam: realizava-se a Maratona de Barcelona .

Ao longo da avenida as esplanadas cheias de pessoas, o sol quente compensava o dia anteriror, de chuva.

Chegamos ao fim da avenida e surge-nos a Praça de Espanha com uma enorme multidão que aplaudia os atletas à chegada.

Fomos tomar um café e subimos ao terraço do Centro Comercial Arenas , onde em todo o raio de 360º se via a cidade.

Descemos, metemos pela multidão e chegamos à Fonte Mágica. Mais fotografias para ficar para a eternidade, ainda era cedo para o almoço, descemos novamente a avenida em direcção à praia de Barcelona. Os últimos atletas ainda corriam, seguidos da polícia que fechava a Maratona.

Sempre a andar, pensava eu que as praias não seria longe do Porto de Barcelona, mas enganei-me. A hora do almoço já tinha passado, a fome apertava.

Os restaurantes de Barceloneta estavam cheios. Passamos num supermercado aberto, com padaria, compramos pão de sementes acabado de fazer, e abastecemo-nos dos ingredientes para meter no pão.

A praia estava à nossa frente, cheia de turistas. Sentamo-nos, preparamos as sandes, que nos souberam muito bem. Muitas pessoas faziam o mesmo.

Fui provar a água do Mediterrâneo, mais fotografias e seguimos pelo passeio ao longo da praia para vermos de perto o peixe olímpico que, de longe, tinha um brilho dourado muito bonito.

As praias eram limpas e muito bem organizadas, com campos de voleibol afastados dos banhistas e espaços de brincar para crianças e de descanso.

Tomamos café (caríssimo) junto à praia e metemos pelo Jardim Zoológico e Parque de La Cuitadella para vermos o Arco de Triunfo. Um lindíssímo espaço de passeio e lazer

Seguimos para o Palácio de Música Catalã, um edifício com o exterior lindíssimo (mais um Património Mundial da Humanidade) metemos pelo Bairro Gótico e regressamos ao apartamento, mais uma vez cansadas dos muitos quilómetros que fizemos neste dia.

 

Barcelona 2015 154.JPG

 (Museu de Arte Contemporânea)

Barcelona 2015 166.JPG

(Maratona na Avenida del Paralelo)

Barcelona 2015 172.JPG

(grupo de bombos)

Barcelona 2015 174.JPG

Barcelona 2015 179.JPG

(perto da Praça de Espanha)

Barcelona 2015 183.JPG

(edifício da Feira de Barcelona)

Barcelona 2015 186.JPG

(Cento Comercial Arenas)

Barcelona 2015 188.JPG

(nós)

Barcelona 2015 191.JPG

(Portugal presente na Maratona)

Barcelona 2015 221.JPG

 (no terraço do Centro Comercial Arenas)

Barcelona 2015 213.JPG

(edífico da Feira de Barcelona e Praça de Espanha)

Barcelona 2015 211.JPG

Barcelona 2015 216.JPG

(no terraço)

Barcelona 2015 226.JPG

 (dos vários pontos do terraço)

Barcelona 2015 230.JPG

 (Montjuic)

Barcelona 2015 235.JPG

 

Barcelona 2015 244.JPG

(na Fonte Mágica)

Barcelona 2015 255.JPG

(Museu de Arte da Catalunha)

Barcelona 2015 258.JPG

 (World Trade Center de Barcelona)

Barcelona 2015 260.JPG

(Praias de Barcelona) 

Barcelona 2015 265.JPG

(massagem tailandesa, na praia) 

Barcelona 2015 269.JPG

(esplanadas na praia) 

Barcelona 2015 275.JPG

(o peixe olímpico) 

Barcelona 2015 278.JPG

(a minha amiga)

Barcelona 2015 285.JPG

(no Parque de La Cuitadella)

Barcelona 2015 290.JPG

(Arco de Triunfo)

Barcelona 2015 292.JPG

(jogos de patins junto ao Arco de Triunfo)

Barcelona 2015 296.JPG

(Palácio de Música Catalã)

Barcelona 2015 301.JPG

 

(continua)