Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Cantinho da Casa

Cantinho da Casa

as nossas rotinas

Maria Araújo, 22.06.17

 

Sem Título.jpg

Fui ao mercado fazer as compras, estacionei o carro no parque.

De repente, fez-se me luz que não tinha o porta-moedas onde guardara o cartão multibanco e os trocos, porque ontem, que não tinha carro, não tinha documentos, fora para o ginásio de autocarro, levara o mínimo possível numa pochete, .

Quando cheguei a casa, tirei tudo da pochete.

No parque remexo a carteira, para ter a certeza que o tinha comigo. Mas não, não tinha.

Fiz um feedback aos meus gestos habituais, e foi então que me lembrei que deixara o porta-moedas na cómoda, no meu quarto. Nunca deixo aqui nada, costumo guardar numa das carteiras ou na antiga mesa que tenho no hall, onde deixo sempre a chave do carro.

" E agora? Não tenho o cartão multibanco, não tenho porta- moedas, como vou fazer as compras e pagar o parque?!"

De repente, lembrei-me que, para usufruir de gasolina mais barata à terceira terça-feira do mês, ( acabei por não meter gasolina porque estava sem carro) e que uso para algumas compras extra, metera na carteira este cartão,  poderia levantar dinheiro.

E assim foi.

Se não tivesse este cartão, o carro ficaria no parque, enquanto eu vinha a pé, a casa, buscar o porta-moedas com o cartão multibanco e os trocos que davam para fazer as compras todas no mercado.

Um gesto fora da rotina, descontrola a mente.

às 5h da manhã,

Maria Araújo, 20.01.16

untitled.jpg

 

a mente acorda, desperta o corpo que procura regressar ao sono, vira-se para o lado direito da cama, vira-se para o lado esquerdo, estende-se de barriga para cima, passa-se uma hora, o sono não vem, volta a virar, encolhe-se, as imagens de acontecimentos passados passam pelo olhos, ambos estão cansados. 6horas, "vamos acalmar, tenta dormir",  7.30h liga-se o candeeiro da mesa de cabeceira, pega-se no livro que ficou interrompido há cerca de dois meses e lê-se.

8 h a gata quer comer, levanta-se o corpo, o peso nos olhos pede alívio, "põe-se um pouco de gelo mais tarde", volta para a cama, desliga o despertador que o acordaria para ir ao ginásio, volta a pegar no livro.

finalmente o sono regressa e aconhegado aos lençóis, o corpo adormece. 

acorda com o toque da campainha da porta. eram 10 h.

vai às compras, deixa o carro longe da farmácia e do supermercado. quando sai, a chuva caía com intensidade. chega ao carro tira o casaco encharcado. 

antes de regressar a casa, para o carro na melhor padaria da zona, encontra uma amiga da irmã mais velha que lhe diz "eu ainda me lembro de ti. sei que a tua irmã faleceu, e que o teu nome é L. não tens frio?"

este corpo responde "tenho frio, sim, mas apanhei uma molha, tenho o casaco no carro"

e a funcionária da padaria diz "mas isso não é o seu nome próprio"

e a amiga da minha irmã pergunta-me "sabes o meu nome?

"sim, é Antónia"

"mas não me chamam de Antónia..."

"Tona", responde este corpo cansado pela noite mal dormida.

A Tona foi sempre, e é,  uma mulher simpática, voz rouca, tem corpo de menina, mas as rugas e o ar acabado do seu rosto, acompanhados da tosse rouca e intensa, denota que nunca conseguiu deixar os muitos cigarros que fuma... uma característica que define a Tona.

 

 

 

Coreografia número 69

Maria Araújo, 14.06.15

de bodybalance, hoje, que poderia ter sido realizada ao ar livre, conforme estava programada, e no grande terraço  do Fitness Clube, mas a chuva de ontem não permitiu.

Mas digo-vos, cada nova coreografia é um grande desafio ao corpo e à mente.

11011071_10153208502494070_6496544581276140731_n.j

 

Mas também é verdade que os meus músculos estão, como diz a Sofia " caramba, tens uns músculos bem rijos!" (isto após uma sapatada nas minhas coxas e a propósito de eu comentar sobre a idade e dos braços abanarem quando dizemos "adeeeeus!")

 

 

 

 

Preciso de controlar as minha emoções

Maria Araújo, 13.06.15

 

porque levo as minhas preocupações, as minhas dificuldades, os meus transtornos, e as dos outros, para a cama ... acabo acordando fatigada (embora não seja  uma pessoa depressiva e/ou obsessiva).... gravito em  torna de situações que ainda não ocorreram...

E melhorei muito desde que passei a ter todo o tempo para mim.

 

"O sono é um estágio sagrado onde centenas de biliões de células emergem no estado de relaxamento para repor as energias que nós gastamos no dia anterior. O sono é o motor da vida..."