Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]



as nossas rotinas

por Maria Araújo, em 22.06.17

 

Sem Título.jpg

Fui ao mercado fazer as compras, estacionei o carro no parque.

De repente, fez-se me luz que não tinha o porta-moedas onde guardara o cartão multibanco e os trocos, porque ontem, que não tinha carro, não tinha documentos, fora para o ginásio de autocarro, levara o mínimo possível numa pochete, .

Quando cheguei a casa, tirei tudo da pochete.

No parque remexo a carteira, para ter a certeza que o tinha comigo. Mas não, não tinha.

Fiz um feedback aos meus gestos habituais, e foi então que me lembrei que deixara o porta-moedas na cómoda, no meu quarto. Nunca deixo aqui nada, costumo guardar numa das carteiras ou na antiga mesa que tenho no hall, onde deixo sempre a chave do carro.

" E agora? Não tenho o cartão multibanco, não tenho porta- moedas, como vou fazer as compras e pagar o parque?!"

De repente, lembrei-me que, para usufruir de gasolina mais barata à terceira terça-feira do mês, ( acabei por não meter gasolina porque estava sem carro) e que uso para algumas compras extra, metera na carteira este cartão,  poderia levantar dinheiro.

E assim foi.

Se não tivesse este cartão, o carro ficaria no parque, enquanto eu vinha a pé, a casa, buscar o porta-moedas com o cartão multibanco e os trocos que davam para fazer as compras todas no mercado.

Um gesto fora da rotina, descontrola a mente.

Início

este fim de semana

por Maria Araújo, em 31.01.16

três aulas,  três prendas...

026dcac892300f59fc174feb440c7a75.jpg

 

Início

às 5h da manhã,

por Maria Araújo, em 20.01.16

untitled.jpg

 

a mente acorda, desperta o corpo que procura regressar ao sono, vira-se para o lado direito da cama, vira-se para o lado esquerdo, estende-se de barriga para cima, passa-se uma hora, o sono não vem, volta a virar, encolhe-se, as imagens de acontecimentos passados passam pelo olhos, ambos estão cansados. 6horas, "vamos acalmar, tenta dormir",  7.30h liga-se o candeeiro da mesa de cabeceira, pega-se no livro que ficou interrompido há cerca de dois meses e lê-se.

8 h a gata quer comer, levanta-se o corpo, o peso nos olhos pede alívio, "põe-se um pouco de gelo mais tarde", volta para a cama, desliga o despertador que o acordaria para ir ao ginásio, volta a pegar no livro.

finalmente o sono regressa e aconhegado aos lençóis, o corpo adormece. 

acorda com o toque da campainha da porta. eram 10 h.

vai às compras, deixa o carro longe da farmácia e do supermercado. quando sai, a chuva caía com intensidade. chega ao carro tira o casaco encharcado. 

antes de regressar a casa, para o carro na melhor padaria da zona, encontra uma amiga da irmã mais velha que lhe diz "eu ainda me lembro de ti. sei que a tua irmã faleceu, e que o teu nome é L. não tens frio?"

este corpo responde "tenho frio, sim, mas apanhei uma molha, tenho o casaco no carro"

e a funcionária da padaria diz "mas isso não é o seu nome próprio"

e a amiga da minha irmã pergunta-me "sabes o meu nome?

"sim, é Antónia"

"mas não me chamam de Antónia..."

"Tona", responde este corpo cansado pela noite mal dormida.

A Tona foi sempre, e é,  uma mulher simpática, voz rouca, tem corpo de menina, mas as rugas e o ar acabado do seu rosto, acompanhados da tosse rouca e intensa, denota que nunca conseguiu deixar os muitos cigarros que fuma... uma característica que define a Tona.

 

 

 

Início

Coreografia número 69

por Maria Araújo, em 14.06.15

de bodybalance, hoje, que poderia ter sido realizada ao ar livre, conforme estava programada, e no grande terraço  do Fitness Clube, mas a chuva de ontem não permitiu.

Mas digo-vos, cada nova coreografia é um grande desafio ao corpo e à mente.

11011071_10153208502494070_6496544581276140731_n.j

 

Mas também é verdade que os meus músculos estão, como diz a Sofia " caramba, tens uns músculos bem rijos!" (isto após uma sapatada nas minhas coxas e a propósito de eu comentar sobre a idade e dos braços abanarem quando dizemos "adeeeeus!")

 

 

 

 

Início

Preciso de controlar as minha emoções

por Maria Araújo, em 13.06.15

 

porque levo as minhas preocupações, as minhas dificuldades, os meus transtornos, e as dos outros, para a cama ... acabo acordando fatigada (embora não seja  uma pessoa depressiva e/ou obsessiva).... gravito em  torna de situações que ainda não ocorreram...

E melhorei muito desde que passei a ter todo o tempo para mim.

 

"O sono é um estágio sagrado onde centenas de biliões de células emergem no estado de relaxamento para repor as energias que nós gastamos no dia anterior. O sono é o motor da vida..."

 

 

Início

A photo a day...

por Maria Araújo, em 20.09.13

 

 

Zumba, a coqueluche dos ginásios e lugares recreativos, a modalidade que serve qualquer idade, deita as calorias abaixo, é divertida, enche os ginásios.

Se não consegues acompanhar os passos e a rapidez dos teus colegas e da professora, tens alternativas.

Se te enganas nos passo, recuperas de imediato. Nesta aula, o que importa é dançar, sorrir, cantar.

De manhã, fui ao bodybalance. Mais logo, a caminhar os habituais 3/4 km, vai ser  zumba.

E eu que pensava que esta é só para os jovens! Qual quê? Há pessoas mais velhas que dão o seu pézinho de zumba e não ficam nada atrás dos mais novos.

 

 

 

Início

Ter livre trânsito

por Maria Araújo, em 12.09.13

no ginásio, permite-me organizar o meu dia, alternar as atividades que gosto, sair de casa, e, acima de tudo, ficar bem com o meu corpo e o meu espírito.

As modalidades que tenho feito são:

 

2ª feira - Pilates (manhã); Bodybalance (noite)

3ª feira - Zumba (tarde)

4ª feira - Pilates (manhã ou à noite)

5ª feira - Zumba (meio dia); Bodybalance (fim da tarde)

6ª feira - Bodybalance (manhã); Pilates (noite)

sábado - Hidroginástica (manhã)

domingo - Bodybalance (manhã)

 

Não faço outras porque não aprecio. Estas são suficientes...Para quem fazia apenas hidroginástica, está muito bem.

 

Fitness Motivation

 

 

Início

A rotina

por Maria Araújo, em 02.04.13

deste dia é esgotante.

Amanhã, mais horas de desgaste da voz e da mente.

Meus olhos fecham-se e minha mente quer embalar-se numa massagem reconfortante.

 

 

 

 

 

 

Início

Onde anda a minha cabeça?

por Maria Araújo, em 04.01.12

Há 15 dias, fui ao ginásio e, quando estava a chegar a casa, tive um "flash" que não trazia a carteira com os documentos do carro e cartão multibanco.

Parei na paragem para autocarros, fui verificar o saco da ginástica e não estava lá.

Voltei ao ginásio com alguma esperança de encontrar a carteira, uma vez que àquela hora, final de aulas, o balneário estaria vazio, e, como tenho o hábito de fechar a porta do cacifo que uso, o que raramente os utentes do ginásio fazem, ela estivesse lá.

Informei a recionista do que acontecera, e fui direta ao cacifo. Estava lá.

 

Na passada quarta feira, fui tomar café com uma amiga, ao centro da cidade. Um espaço interessante, bom ambiente. Como ficámos junto à vidraça a nossa conversa prolongou-se pela tarde , observando o ambiente lá fora, bastante animado ainda e com sabor a natal.

Tiravamos fotografias com os telemóveis ao exterior.

Quando decidimos sair do café, e dispostas a tirar umas fotos  à árvore de natal que fora colocada na fonte assim como toda a fachada iluminada da Arcádia, procuro o meu telemóvel na carteira, ao mesmo tempo que alguém me bate no ombro e diz:"deixou na sua mesa um objeto", quando olho para o interior do café e vejo a carteira onde guardo o meu telemóvel novinho, comprado há 3 semanas. E fui buscá-lo. Nem agradeci à jovem Brasileira que me tinha alertado.

Hoje, fui ao ginásio. Pronta para seguir para a piscina, fecho o cacifo com o cadeado, ao mesmo tempo que me a minha mente me diz "deixaste a chave dentro do saco".

Sem stressar, fui para a aula.

Como acontecera há alguns meses atrás, que perdera a minúscula chave, e tiveram  de o cortar, no final da aula, chamei uma das funcionárias da limpeza e pedi que falasse na receção, para alguém cortar, mais uma vez , o meu cadeado.

Apareceu com um alicate  gigante, mas nenhuma das duas funcionárias da limpeza conseguiu cortá-lo.

Aflita para vir fazer o almoço e ir para a escola (4ª feira, tempo contado), aparece a menina da receção e, de uma só apertadela cortou-o com a maior das facilidades.

"Questão de jeito e força", responderam as funcionárias.`

Rapidamente tomei um banho , vim para casa com o cabelo molhado, fiz o almoço para os sobrinhos, almocei e fui para a escola.

Na escola, depois de pegar no telemóvel para telefonar, não vejo a carteira.

Uma colega diz: "tu passaste aqui com ela na mão". Procurei e quando regressei à sala ao lado, estava caída no chão. Nem dera conta.

Pergunto: "Onde ando eu com a minha cabeça? Sinal de cansaço? Sinal de velhice? Sinal de quê? E eu que sou muito cuidadosa. Com as minhas coisas e com  a dos outros..."

 

 

 

 

 

Início

McQueen

por Maria Araújo, em 12.02.10

Hoje estive todo o dia ocupada e não vi as notícias.

Dei uma olhada aqui na net. Chamou-me à atenção a notícia, "McQueen enforcado".

Com todo o respeito por estas pessoas que põe termo à vida, não se sabe nunca o que se passa na sua mente. Sendo este homem  conhecido no mundo da moda,com todo o prestígio que lhe é devido, por vezes, a morte dos familiares não é aceite.

Este foi um caso. Sua mãe faleceu a semana passada.

Ontem, ele decidiu pôr termo à vida.

Incompreensível a mente...

 

 

Na página de McQueen está a notíca que chocou o mundo fascinante(?) da moda:

 

 

  • On behalf of Lee McQueen's family, Alexander McQueen today announces the tragic news that Lee McQueen, the founder and designer of the Alexander McQueen brand has been found dead at his home. At this stage it is inappropriate to comment on this tragic news beyond saying that we are devastated and are sharing a sense of shock and grief with Lee's family.

    Lee's family has asked for privacy in order to come to terms with this terrible news and we hope the media will respect this.

     

     

    Estilista Alexander McQueen enforcado

 

 

 

Início


foto do autor


desafio dos pássaros



o meu instagram


1º desafio de leitura - 2015 2º desafio de leitura - 2017 3º desafio de leitura - 2019

desafio




Arquivo

  1. 2019
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2018
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2017
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2016
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2015
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2014
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2013
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2012
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2011
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2010
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2009
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D
  144. 2008
  145. J
  146. F
  147. M
  148. A
  149. M
  150. J
  151. J
  152. A
  153. S
  154. O
  155. N
  156. D


Encontros - eu fui

IMG_2230 (2).JPG MARCADOR