Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Cantinho da Casa

Cantinho da Casa

tive que ligar para a VV

Maria Araújo, 15.06.20

Neste post, escrevi sobre a minha passagem nas portagens na A11, em que à saída a luz amarela me alertou que alguma coisa não estaria bem com identificador .

Cheguei a ligar para a VV, e com a informação que tive, que seria o cartão de débito, é que me lembrei que tinha recebido um novo cartão, em Abril.

Tratei de substituir mas, uns dias depois, volto à A11, não deu sinal a luz verde na entrada, deu a luz amarela,na saída.

Desde então, não voltei fazer viagens, eis que no extrato bancário tem o registo de três débitos muito inferiores ao valor que deveria pagar de portagens nas idas e vindas.

Hoje,contactei a VV, informaram-me que o registo que tinham era da entrada, mas não da saída. 

Expliquei onde entrei e saí, nos percursos que fiz de ida e volta.

Aguardo,agora, notícias, pois terei de agar cerca de 4€.

Entretanto, fiz um pedido de um novo identificador.

Não vale a pena esperar que a loja abra para substituir a pilha.

O identificador do meu carro fez 15 anos no dia 6 de junho.

 

a Noite já passou

Maria Araújo, 03.09.18

 

IMG_20180901_201852.jpg

mas deixo as poucas fotografias do que foi a minha noite branca de sábado passado.

Tive o prazer de abraçar uma colega e amiga da minha amiga de coração, a M, e com quem passamos férias em Palma de Maiorca,  há cerca de  25 anos, desde então nunca mais nos vimos.

Foi muito bom rever esta jovem mãe de gémeos, um rapaz e uma rapariga, que têm agora 19 anos. 

Foi uma noite quente, uma noite com música, luz, dança, convívio. Deitei-me às 4h.

IMG_20180901_230140.jpg

IMG_20180903_141849.jpg

IMG_20180901_235848.jpg

IMG_20180902_012634.jpg

IMG_20180902_014138.jpg

 

IMG_20180902_033809.jpg

 

fico irritada

Maria Araújo, 13.03.18

quando vou ao WC fora de casa o automático da luz liga com os nossos movimentos... mas por muito breves segundos.

E fazemos xixi aàs escuras, e vai-se lavar as mãos, a luz acende, e de repente, apaga-se, mãos molhadas,  movimentamos o corpo para que ela ligue.

Nao sei por que carga de água a luz se apaga com a pessoa lá dentro.

Por que não ficar ligada pelo memos um minuto?

E também desatino quando quero pendurar a carteira e o casaco e não há um cabide para tal função.

Tudo isto já me aconteceu imensas vezes, nos mais variados lugares. Mas num hospital?! Shit!

 

 

 

os apliques

Maria Araújo, 22.04.17

20381835_AhJ0I.jpeg

O candeeiro da mesa de cabeceira obriga-me a posturas incorrectas e as dores de coluna incomodam, à noite, quando leio na cama.

Nos vários sites de decoração que costumo ver, gostei dos apliques de parede à cabeceria da cama.

Procurei no site do Ikea e do Leroy Merlin e encontrei o que queria.

Em inícios de Março, passei no Ikea e comprei dois apliques ( iguais ao da imagem) para ter luz directa para o livro, e sentada ou deitada na cama, pudesse ler confortavelmente.

Não me atrevo a mexer em máquinas de parafusos eléctricas, faço muitas outras bricolages acessíveis às minha mãos, então os apliques aguardavam as mãos de um perito na coisa.

Tenhos dois irmãos que são fantásticos em todo o género de bricolage, mas o tempo é pouco para cá virem. 
Hoje, veio cá o mais velho. Quando viu os apliques, resmungou de imediato que aquilo não prestava, que eram de fraca qualidade, que temos a mania de ir ao Ikea e há coisas melhores no nosso mercado.

E tem razão.

Abre uma das embalagens, coloca na parede para eu dizer que altura queria e, de repente, ele experimenta a flexibilidade e segurança da extensão e verificamos que ela não se segura. Ou seja, quando me sentasse a ler e quisesse orientar a luz para o livro, a extensão caía.

Ele diz-me que esteticamente ficam mal, vêem-se os fios, não são uma boa opção para o fim que eu queria. 

A máquina de parafusar não chegou a trabalhar, porque desisti de os pôr.

As lâmpadas LED são sempre úteis, mas os apliques vou devolvê-los.

Nada foi usado, presumo que os aceitam, até porque o talão não tem qualquer indicação do prazo de validade para devolução.

Conclusão: nem tudo o que vemos nas lindas imagens de decoração ficam bem ou são o que parecem.