Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Cantinho da Casa

Cantinho da Casa

fui às compras

Maria Araújo, 19.10.18

ao centro comercial, porque, infelizmente, e eu adoro o comércio de rua,  as lojas que eu queria ver umas coisas, não há no centro da cidade.

Há muito tempo que não comprava lingerie na Oysho, hoje, comprei um conjunto na cor cru, que mais gosto, mas perdida por muitos outros que gostei.

Passei na Tezenis, comprei um conjunto de cuecas, a funcionária insistia que levasse 5, porque não pagava uma, mas como eu não vou nesta conversa e as cores deste ano não são as que mais gosto, comprei um de três.

Segui para a Primark, procurava algo quentinho para vestir em casa nos dias frios e as meias para calçar com as botas que a maioria das jovens usam na rua, e eu uso em casa.

Comprei uma camisola de algodão e uma malha polar para oferecer a uma menina de 10 anos, que conheci nesta clínica, por quem tenho uma grande admiração pela força, por cada conquista, por mais pequena que seja, em vencer o seu problema de locomoção, pelo sorriso que nos dá quando a incentivamos, batemos palmas, dizemos, "consegues", "boa!", "já está".

Andei a ver os cintos na Zara online, pensei passar na loja, mas além de não ter paciência para as lojas de centros comerciais, não queria gastar mais dinheiro em compras. Não preciso de cintos, tenho bastantes, alguns com mais de 20 anos, largos, com franjas, de metal, finos, com fivelas grandes, douradas, prateadas, de várias cores. É um acessório que uso raramente.

Tenho uns jeans Levis que comprei há uns anos, estão novos porque nnão os visto, estavam separados para dar  à empregada do meu vizinho (dei-lhe um casaco de pêlo e um de fazenda que não usava, eram modelos demasiado largos e ocupavam muito espaço no guarda-roupa) resolvi que ia usar as calças, compraria um cinto na Zara. Desisti de ir à loja, saí do centro comercial.

Em casa, voltei à loja online da Zara e seleccionei os cintos que gosto, que de certeza que não vou comprar nenhum, vou à gaveta e selecciono os que penso que vou usar, não gasto dinheiro num novo não vá deixá-lo arrumado junto aos outros.

Mas gostei muito destes:

1736222800_1_1_1.jpg

2555204800_1_1_1.jpg

 

1736221800_1_1_1.jpg

 

1736226303_2_1_1.jpg

 

6466201038_1_1_1.jpg

2555201707_1_1_1.jpg

 

 

 

 

 

"oh, esqueci-me!"

Maria Araújo, 13.04.16

triumph-campana-shape-sensation-con-alba-carrillo-

 

Sempre que vou ao ginásio, preparo a mala (uso mala, tá?)  na noite anterior. Confirmo se  meti tudo o que preciso, fecho-a.

Depois da aula, vou para o banho, limpo-me e, de repente: "Oh, esqueci-me das cuecas e do sutiã! E agora?!"

Tinha o fato de banho para o caso de me apetecer ir ao jacuzzi, mas era tarde, não fui.

"Visto  o fato de banho? Não visto?"

"Não! Vou sem lingerie."  

 

 

 

já comprei...

Maria Araújo, 29.12.15

as cuecas. Não nos saldos, que não há nada de jeito.

Comprei três pares em cinza claro, salmão e azul petróleo.

O mulherio procurava o azul claro. Tencionava comprar, pela primeira vez, esta cor, mas o tamanho S estava esgotado , o que foi bm porque não gosto de lingerie azul claro.

Então fui para estas três cores que combinam com os numerosos soutiens que tenho.

Resolvido está o ritual das cuecas novas para o último dia do ano, vou estrear as calças que foram a troca do vestido que a minha irmã ofereceu no Natal.

Sem Título.png

 

 

 

A revolução em "plus size"

Maria Araújo, 12.11.14

 

Depois das bombásticas notícias e comentários à linha de lingerie "The Perfect Body", alterado logo a seguir para  "A Body for Everybody" , eis que surge  "Perfectly Fit" de Calvin Klein, severamente criticado por mostrar modelos plus size, mas cuja modelo Myla Dalbesio, 27 anos, um corpo com medidas acima do padrão das modelos das passerelles, e que na entrevista que deu à revista Elle, define-se como uma modelo com medidas "in-between", isto é nem grandes nem pequenas,

Nesta onda de publicidade, comentários e críticas, a Vogue foi mais ousada e pela mão do fotógrafo Cass Bird, vemos, a preto e branco, mulheres que riem, que choram, as que abraçam o seu próprio corpo, mostrando que a moda não se limita às mulheres (modelos) magras, mas a todo o género de mulheres.

Com o título "The Best Lingerie Comes in All Sizes" (A melhor lingerie vem em todas as medidas), algumas fotos (todas as fotos aqui).

aq_resizer z.jpg

 

aq_resizer h.jpg

aq_resizer t.jpg

aq_resizer c.jpg

aq_resizer.jpg

aq_resizer v.jpg

aq_resizer s.jpg

 

 Myla Dalbesio, the "in-between" model, for Calvin Klein

elle-02-myla-blog.jpg

 

 

 

Sex shop

Maria Araújo, 14.11.13

Entrei hoje, pela primeira vez numa sex shop, um pouco disfarçada, ok, no centro comercial perto de casa, com uma amiga, aniversariante (54 anos) e a filha (27 anos) esta a passar férias cá,  vive em Tenerife (enfermeira que não arranjou emprego, saiu do país há cerca de 6 anos, não tenciona voltar nunca, muito trabalho, mas uma vida económica muito confortável).

O que lá fomos ver/comprar foi para a mãe.

A filha, adepta de brinquedos, lingerie e acessórios estimulantes({#emotions_dlg.ok}), gostou de uma camisa. Enquanto  via, a mãe dava-me cotoveladas no braço para eu estar atenta ao que ela dizia.

A dona da loja (que pancada!) com o à-vontade que eu jamais imaginava ter (conheço-a daqui da zona há muitos anos) saiam-lhe da boca palavras atrevidas que nos faziam rir à gargalhada ao mesmo tempo que as mãos falavam, também.

E dava opiniões à minha amiga. Esta ria-se e dizia que não tinha idade para esses brinquedos intímos.

De repente, vimos os vibradores. A minha amiga riu-se e eu meti-me com ela.

Eis que sinto algo vibrar atrás de mim.

A senhora tinha um à mão...

A minha preocupação foi vererificar se alguém, fora da loja, estava a observar-nos. Não.

A filha pagou tudo, saímos da loja com sorrisos descontraídos.

Diz a mãe para filha: "por que foste comprar mais uma lingerie?"

"Ó mãe, se eu gosto, porque não gastar em coisas que me dão prazer?"

Confesso que passo muitas vezes nesta loja, vejo a montra, mas nunca me atrevera a entrar.

Também não sei se voltaria lá pois o à-vontade da senhora deixou-me desconcertada.

(Nota: um post com conhecimento da minha amiga).