Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Cantinho da Casa

Cantinho da Casa

fomos levar o cão à praia

Maria Araújo, 17.11.18

IMG_20181117_160829.jpg

e se na cidade o vento era, e é, forte, a puxar a chuva, por lá estava sereno, o mar estava picado mas com uma temperatura agadável, molhamos os pés.

Antes de regressarmos, fomos às compras de legumes e frutas, a mala do carro vinha cheia.

Sempre dissera à minha irmã que comprar legumes na praia vinha bem servida e pagava muito menos que nos mercadinhos e supermercados da cidade.

Hoje, estava contente pelas compras que fez, trouxe muito  por  pouco dinheiro.

IMG_20181117_162055.jpg

coisas do meu dia

Maria Araújo, 26.04.18

1524745602464.jpg

 

Fui ao Mercado Municipal, espreitei a zona dos talhos, que antigamente estavam apinhados de pessoas que iam comprar a carne para toda a semana, estava tudo vazio, não se viam talhos nem carne nem pessoas.

Espero que as próximas obras do mercado dêem vida ao que foi um grande Mercado Municipal e que hoje restringe-se à venda de legumes e frutas.

A vinda dos hipermercados e supermercados destruíram o nosso mercado onde havia uma certa confiança e familiaridade entre quem comprava e vendia.

Lembro-me de ir com a minha mãe, ajudá-la nas compras,  por vezes estávamos meia hora ou mais à espera, quer no talho quer no peixe, à espera da nossa vez, e de onde trazíamos de tudo, e com boa qualidade, para toda a semana.

Passei numa vendedora que legumes, que não a habitual, porque vi favas. Adoro-as na sopa, embora as pessoas digam que são deliciosas num arroz ou estufado, mas não aprecio. E a minha mãe cozinhava-as muito bem. Aliás, tudo o que ela cozinhava, excepto bolos, era bem feito. Dá-me umas saudades da comida da minha mãe!

Ora estava eu a comprar as favas, trouxe ovos biológicos, também, aproximam-se duas senhoras que perguntam o que era aquele legume.

A vendedora respondeu, mas elas não entenderam. 

Meti-me na conversa, disse o nome, que elas repetiram , e perante a pergunta " como se comem?",  expliquei que pode ser na sopa, no arroz ou estufadas. Pedi à vendedora uma, abri a vagem, retiro uma fava e ensinei como se tira a "pele".

Ficaram maravilhadas as duas senhoras brasileiras do interior do Estado de São Paulo que vieram viver para cá há pouco tempo, andavam a conhecer o mercado e os produtos.

Lembrei-me que está a chegar o mês das cerejas, mas este ano, com a chuva e o frio que tivémos nestes últimos dois meses, certamente que elas chegarão aos mercados para meados de Maio. Espero que com o calor destes dias traga muitas e boas cerejas.

Comprei flores que as vendedoras trazem do campo, e que prefiro-as às das floristas.

 

 

"devia ser presa!"

Maria Araújo, 07.04.16

marktkoopman04.gif

 

Fui às compras ao mercado municipal, finalmente a entrada principal estava cheia de agentes e "limpa" de ciganos, alguns deles com mau aspecto, por vezes receava passar no meio deles.

Estacionei o carro juto aos contentores de reciclagem, perguntei-lhes se podia deixar ali o carro, disseram-me que dependia de mim, pois ali não preciso de tirar o ticket, desde que demorasse pouco tempo, era comigo, o único senão seria passar o camião de recolha :

"Faça o que entender. Ali não precisa de tirar o ticket, mas se passar o camião, tem multa."

"Ena, não me lembrei disso! Então tiro o carro", comentei.

Já no mercado, vi uma senhora que vendia umas cebolas boas (as estrangeiras não prestam, prefiro dar mais e comprar das nacionais), perguntei o preço de quilo, respondeu-me " 2,00  € "

"Ah!" , foi o que me saiu da boca.

Responde ela: "Ah?! Não precisa de fazer ah, não há cebolas, estas são minhas e não posso vender por menos"
" Desculpe, eu disse ah, porque não esperava ouvir esse número, e eu acredito porque comprei cebola nova a 1,50 € "

Escolhi e comprei mais umas coisas. Às tantas, aproximam-se duas mulheres, fazem a mesma pergunta, a vendedora responde, e diz uma delas: "O quê, a senhora havia de ser presa! Olha cebolas a 2,00 € "

"Ser presa?! Não há cebolas, peço o que entendo, quer levar, leva,  não quer não tem de dizer que devia ser presa".

Diz a outra mulher: "Presa, sim, é preciso ter lata pedir 2,00 € por um quilo de cebolas".

E eu ri-me.

Não sou pessoa para regatear preços, quis as cebolas e paguei-as pelo preço que ela me pediu. Mas que foram caras, foram.

 

 

 

saúde e bem-estar

Maria Araújo, 03.06.14

estamos na estação dos frutos vermelhos e dos legumes, preparar batidos simples e saudáveis está na moda. 

nunca os fiz, mas com a quantidade de legumes que trago daqui, tenho de aproveitar.

fazê-los não custa, só não incluo o pepino e a couve.

nem pensar!

o pepino, substituo pela curgete. a couve, dispenso-a.

 

 

 

 

nas aulas de Pilates, com o estúdio cheio de pessoas, não é possivel utilizar a  bola. e sempre pensei comprar uma.

imagino uma boa sensação de leveza, de bem-estar.

uma decisão a tomar, aqui.