Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]



Festival Internacional de Jardins

por Maria Araújo, em 29.09.18

a 14ª Exposição em Ponte de Lima, para mim é o  quarto ano que marco a minha presença, e estando uma temperatura serena para andar ao sol, meti as minhas quatro rodas ao caminho e fui.

Já se notavam as marcas do verão em alguns espaços, algum desgaste dos materiais, e como não poderia deixar de ser, sobretudo nas flores queimadas pelo sol.

Este ano subordinado ao tema "O Clima nos Jardins" continua a ser um festival interessante, um alerta a quem os visita para  os impactos ambientais e as alterações climáticas no nosso planeta.

Uns melhores que outros, aqui vos deixo as minhas fotografias, dos jardins que mais gostei, com os respectivos nomes dos países participantes.

Para conheceres um pouco mais de cada um dos jardins, clica no link.

 

O Jardim de Microclimas (Holanda)

IMG_20180929_161914.jpg

IMG_20180929_161940.jpg

 

O Círculo Verde (Itália)

IMG_20180929_162223.jpg

 

Controle Climático ( Inglaterra) 

IMG_20180929_162525.jpg

 

IMG_20180929_162234.jpg

 

O Espelho do Pensamento ( Inglaterra)

 

IMG_20180929_163629.jpg

 

O Museu do Passado (Áustria)

 

IMG_20180929_163741.jpg

IMG_20180929_163816.jpg

 

Um Passeio pelo Clima ( Espanha)

 

IMG_20180929_164038.jpg

IMG_20180929_164134.jpg

IMG_20180929_164219.jpg

 

Nova Terra - Descobrindo um Novo Mundo ( Espanha)

IMG_20180929_164456.jpg

IMG_20180929_164738.jpg

IMG_20180929_164714.jpg

 

 

Utopia ecológia ( Portugal)

 

IMG_20180929_165003.jpg

 

IMG_20180929_165111.jpg

IMG_20180929_165152.jpg

IMG_20180929_165226.jpg

 

Deixo para o fim os que mais gostei :

 

Estações que Prendem ( Argentina)

IMG_20180929_165726.jpg

 

primavera

IMG_20180929_170249.jpg

 

verão 

IMG_20180929_170209.jpg

IMG_20180929_170438.jpg

 

outono

IMG_20180929_170410.jpg

 

inverno

IMG_20180929_170356.jpg

 

Atitudes (In) Conscientes  (Portugal)

 

IMG_20180929_163325.jpg

IMG_20180929_163105.jpg

IMG_20180929_163114.jpg

IMG_20180929_163228.jpg

IMG_20180929_163212.jpg

IMG_20180929_163134.jpg

IMG_20180929_163342.jpg

 

 

 

 

Início

Autoria e outros dados (tags, etc)

Buddha Eden

por Maria Araújo, em 22.02.18

É um grande e bonito espaço de arte,  cultura, luz, religião oriental.

IMG_20180222_110151.jpg

IMG_20180222_111222_BURST001_COVER.jpg

IMG_20180222_112225.jpg

IMG_20180222_112507.jpg

IMG_20180222_112632.jpg

IMG_20180222_113035.jpg

IMG_20180222_114637.jpg

IMG_20180222_115309.jpg

IMG_20180222_124219.jpg

Mas pagar 4 euros pelo comboio que tem três paragens que não servem para nada, foi a desilusão.

Cinco euros para andar nos jardins é justo. Convicta que o comboio levava para outros lugares longínquos, dei por mim, nas segunda e terceira paragens e a poucos metros da primeira, junto às estátuas, onde ficara para ver os jardins. Afinal, para ver estes, tive de voltar para trás.

Comboio? Não aconselho. Um modo de sacar dinheiro.

Acredito que no verão seja mais complicado, mas para quem não tem problema algum em caminhar e ver o que interessa e com  pormenor, dispensa-o. E 3 horas são suficientes. Eu vi em 2h.

Gostei da visita, do espaço, do ambiente, dos alunos de uma escola que pareciam putos de 5 anos que corriam por aqueles caminhos que circundavam os jardins enquanto as raparigas posavam  junto às  imponentes estátuas para as  habituais selfies

Não fui á prova de vinhos. Não bebo sem comer.

De tarde, fiquei na cidade de  Caldas da Rainha, onde se pode desfrutar do enorme, fresco,  soalheiro  e belo Parque Dom Carlos I

IMG_20180222_153003.jpg

IMG_20180222_154315.jpg

 

Início

Autoria e outros dados (tags, etc)

Festival Internacional de Jardins

por Maria Araújo, em 22.08.17

de Ponte de Lima, um Festival que já vai na 13ª edição.

Cada ano tem um tema diferente, mas sempre ligado à natureza, às plantas, sendo este o " Jardim das Descobertas", a decorrer até 31 de Outubro.

Ouvi falar deste festival há três anos. Procurei informação na página da CM de Ponte de Lima, e desde então visito o espaço, sito na margem direita do Rio Lima.

Embora tivesse gostado mais dos dois primeiros anos (talvez pela variedada da cor e de plantas) este ano, os descobrimentos é o foco do tema: os segredos dos continentes, os sentidos, os sons, os sabores, a cor, a água, a ciência.

Com o pagamento de 1 euro de entrada, vale a pena visitar a exposição .

Deixo algumas fotografias de minha autoria. Não foi possível fotografar alguns pormenores, mas deixo os respectivos links com imagens e descrição de cada um dos jardins dos países participantes.

 

A Globalização das Plantas (Portugal)

IMG_3048.JPG

IMG_3049.JPG

 

A Descoberta dos Sentidos - Brasil

IMG_3053.JPG

IMG_3054.JPG

 

Jardim dos Sete Continentes- Austria

IMG_3056.JPG

 

O Segredo - Espanha/Argentina

IMG_3062.JPG

IMG_3064.JPG

 

Um Jardim para Descobrir - Espanha

IMG_3065.JPG

IMG_3071.JPG

Video 2.png

 

Descobrindo o Arco-Íris - Alemanha

IMG_3073.JPG

IMG_3074.JPG

 

A Viagem das Descobertas - Portugal

 IMG_3081.JPG

IMG_3083.JPG

IMG_3086.JPG

 

Descobre a Descoberta - Itália

IMG_3112.JPG

IMG_3114.JPG

IMG_3115.JPG

 

Novaterra - Descobrindo um Novo Mundo - Espanha

IMG_3100.JPG

IMG_3103.JPG

 

96 Por Cento - Inglaterra

IMG_3105.JPG

IMG_3106 (2).JPG

IMG_3109.JPG

IMG_3108.JPG

 

As Escolinhas no Festival

 

À DEscoberta de Novas Terras

 

IMG_3058.JPG

IMG_3057.JPG

 

O Jardim e o Amor

IMG_3059.JPG

 

Alguns detalhes

 

IMG_3047.JPG

IMG_3051.JPG

IMG_3068.JPG

Video 2.png

IMG_3075.JPG

IMG_3095.JPG

IMG_3119.JPG

IMG_3122.JPG

 

 

 

 

 

Início

Autoria e outros dados (tags, etc)

passeio pelos Jardins

por Maria Araújo, em 12.04.17

 

IMG_1785.JPG

 

Ao fundo do terraço Galeria das Artes encontra-se a capela e a pia baptismal.esta decorada com pedras, porcelana, vidro e conchas.

A história diz  que quando num banquete se estreasse um serviço de loiça, era comum parti-lo no final. Ora o marquês ofereceu ao rei D. Pedro um banquete. Estreado o serviço, atiraram a loiça contra a parede.

Esta é motivo de decoração deste espaço e da Casa do Fresco, uma pequena gruta com um tanque em forma de dois s.

 

Pia baptismal

IMG_1798.JPG

 

Tecto revestido a vidro, porcelana, pedras e conchas. No centro é visível uma tampa de uma peça chinesa.

IMG_1797.JPG

 

Jardim de Vénus e Casa do Fresco, tanque em forma de dois s

IMG_1800.JPG

a partir daqui, o passeio pelos jardins é livre, tendo um tempo limite de vinte minutos.

IMG_1802.JPG

IMG_1805.JPG

 

Galeria dos Reis

IMG_1807.JPG

 

bustos dos reis de Portugal

IMG_1809.JPG

IMG_1810.JPG

 

IMG_1813.JPG

 

Tanque dos Cavaleiros

IMG_1815.JPG

 

muro do lago revestido a azulejo representando cavaleiros nos seus cavalos.

IMG_1817.JPG

IMG_1819.JPG

 

Escadarias do muro e lago

IMG_1816.JPG

IMG_1818.JPG

IMG_1837.JPG

 

no nível inferior do jardim principal, existe outro jardim com  pequenos lagos sem água ( agora canteiros) com estilo geomético diferente: o Jardim do Laranjal.

IMG_1829.JPG

IMG_1833.JPG

 

Os jardins recortados por sebes, as fontes que se espalham pelo espaço, o muro com painéis de azulejos, tudo está ali representado: os planetas, os quatro elementos, os meses do ano, os signos do Zodíaco.

IMG_1836.JPG

espalhados pelos muros encontramos vários azulejos com elementos temáticos:

IMG_1835.JPG

Ar

IMG_1822.JPG

 

Terra

IMG_1839.JPG

Sol

IMG_1840.JPG

 azulejos no piso térreo do Palácio

IMG_1826.JPG

IMG_1824.JPG

IMG_1837.JPG

Um Palácio que devem visitar. 

Há muita história neste palácio, nestes jardins.

 

 

Início

Autoria e outros dados (tags, etc)

jardins da Gulbenkian

por Maria Araújo, em 05.04.17

1491412539904.jpg

Planeara ir à Gulbenkian ver a Exposição de Almada Negreiros, o comboio chegou a Lisboa com quinze minutos de atraso, estava fechado, o funcionário sugeriu dar um passeio pelos jardins, que conheço bem.

 

Início

Autoria e outros dados (tags, etc)

pelo Porto

por Maria Araújo, em 23.02.17

porto.jpg

 

O aniversário foi passear pelo Porto.

Fomos de comboio, chegamos a São Bento por volta do meio-dia.

Subimos os Clérigos, passamos os pasteis de bacalhau que, àquela hora, na esplanada, os estrangeiros já se deliciavam a comê-los . 

Adoro pasteis de bacalhau, tenho de (com) provar se estes dois sabores, queijo da serra com bacalhau, combinam.

Seguimos na direcção do jardim do Palácio de Cristal.

Este precisa de obras, está degradado, mas os jardins são agradáveis. Um espaço de lazer no centro da cidade, o Porto soube aproveitar o melhor da natureza para oferecer aos seus cidadãos. 

Era hora de almoçar. Metemos por umas ruas opostas à entrada dos jardins, a Sofia dizia que devíamos caminhar no sentido contrário, eu dizia que  aquelas ruas levar-nos-iam à Ribeira.

Estávamos perto do rio, sim, mas andamos cerca de 20 minutos até chegarmos ao cais da Ribeira.

Tínhamos fome eu não levantara dinheiro. Queria um restaurante com multibanco.

E chegamos ao TRAM,  o restaurante com pratos mediterrâncos, o lugar ideal para Sofia, que adora pizza.

Com uma esplanada agradável para almoçarmos fora, pedimos a ementa para vermos se nos agradava.

Decidimos ficar por aqui.

Pedimos uma pizza braseola e uma salada de tomate com azeitonas e queijo feta.

A pizza era grande, estava muito bem confeccionada. 

O atendimento não foi muito simpático. Mas quando a pizza veio para a mesa e o empregado percebeu que íamos partilhá-la, sugeriu cortá-la em duas partes e trazê-la em dois pratos.

A sobrema ficaria para mais tarde. Viara no Instagram da Mula um gelado que me pareceu delicioso, no Amorino, em Santa Catarina. Como é óbvio, mostrei a foto à Sofia que  respondeu logo que sim.

O pagamento é feito ao pequeno balcão que tem na entrada do restaurante, fez com que me esquecesse de deixar gorjeta.

Um ponto negativo deste restaurante muito bem frequentado por estrangeiros: as casas de banho ficam na cave, precisam de serviço manutenção frequente.

Fomos em direcção à Ponte D. Luís, queríamos atravessá-la, subiríamos de teleférico. Mas a Sofia não quis, tiramos uma fotografias, regressámos à Ribeira, subimos em direcção à Rua da Flores. 

O ambiente na Ribeira estava fantástico.

A polícia vigiava aquela zona, lembrei-me que o Porto jogava com a Juventus, para a Liga dos Campeões.

Esplanadas cheias, vinhos e comida nas mesas. Portuenses adeptos conviviam com os italianos da Juventus.

A Sofia queria ir à loja de animes, passamos na Batalha. Seguimos para a gelataria Amorino, na  Rua de Santa Catarina.

Eu não quis gelado. Tinha almoçado bem, não conseguia comer mais nada.

Ela comprou um gelado de vários sabores ( 4 euros?). Seguimos para São Bento.

No caminho,  parámos em duas  das suas lojas favoritas: de armas e de instrumentos musicais.

O dono da loja de armas estava fascinado com as perguntas que ela fazia sobre armas e o que fazer para aprender a manejar uma arma.

E ele dizia: " mas não tens 18 anos, a tua mãe não deixa",  e olhava para mim.

"Tenho 18 já vou a caminho dos 19" - respondeu.

Perante o interesse dela para aprender a manejar uma arma, deu-lhe dicas para se inscrever num clube de tiro.

Regressámos a casa. À noite fomos jantar.

Fomos ao Tasco Dom Ferreira. Uma comida caseira, um ambiente agradável.

As entradas eram variadas e saborosas, sobretudo as pataniscas e a bola de carne.

Pedi que nos desse uma sugestão sobre as quantidades a virem para a mesa.

Trouxe três meias doses: de bacahau à Braga, arroz de pato e arroz de vitela.

Veio para a mesa uma posta grande de bacalhau com batastas. Partilharam-no.

O arroz malandro de vitela com ervilhas de quebrar estava delicioso. O de pato não ficava atrás.

Comemos bem.

Sobrou arroz de pato e vitela.

E a Sofia, com a mãe envergonhada pela pergunta que fez ao dono do restaurante, se podia levar o que sobrara para casa, e ele respondeu que sim, foi o mote para uma conversa sobre hábitos que aqui na família não tinhamos, mas os filhos educaram-na: guardar a comida que sobra.

A minha mãe não guardava as sobras de arroz malandro e massa.  Dava à empregada ou ficavam para alimento dos porcos que na altura criávamos no terreno que ficava junto à empresa do meu pai. 

Depois de casar, a minha irmã fazia o mesmo em casa. Até ao momento que os filhos cresceram e passaram a dizer à mãe: " Vais deitar o arroz ao lixo? Nem penses!  Guarda-o que eu como."

E foi, também, com eles, os meus sobrinhos, que aprendi a guardar o arroz ( à excepção do arroz de sangue do frango) e a massa que sobram. E sabe-me bem, oh, se sabem!

Cantamos os parabéns, sem bolo, e regressamos a casa.

Dia de trabalho, não se nos pôs a hipótese de bebermos um copo num qualquer bar da cidade.

 

 

 

Início

Autoria e outros dados (tags, etc)

Dia Mundial da Fotografia

por Maria Araújo, em 19.08.16

 

sapo.png

 

Festival Internacional de Jardins, 2016 -  Ponte de Lima.

 

Início

Autoria e outros dados (tags, etc)

na capital

por Maria Araújo, em 23.04.16

Quatro dias. Partimos amanhã, cedo.

Alugamos um APA a poucos metros do Jardim do Torel.

E há mais jardins e miradouros ali tão perto, que tenciono ver, não lesse eu o melhor blog do mundo.

_DSC4943.jpg

 

Início

Autoria e outros dados (tags, etc)

Festival Internacional de Jardins

por Maria Araújo, em 31.05.15

 

Pnte de Lima.png

em Ponte de Lima, de Maio a Outubro.

Este ano o tema é a Água no Jardim, com onze participantes nacionais e internacionais :

- The Tamed Water -  República Checa

- H2O - Brasil

- Water Cycle Garden- Irlanda.

- Wuthering Garden - Itália.

- Make a Wish- Portugal.

- Aquarium - Polónia.

- Água, 1 ano no Jardim - Portugal.

- La Casa del Agua  - Espanha.

- Jardim Sensorial - Portugal.

- Le Jardin FA D'EAU - França.

- Infinite Reflections - Áustria.


O  Festival apresenta, também,  a 1.ª Edição do Festival de Jardins Escolinhas de Ponte de Lima.

Ponte de Lima ofecere ao visitante de tudo um pouco: golf, rio, canoagem, piscina, lazer, gastronomia, vinhos, feiras, caminhadas...E não se esqueçam que a gastronomia desta vila é sensacional.

Se passarem por lá, visitem, que vale a pena.

A minha visita aos Jardins foi assim...sem filtros. 

 

Água Domesticada

ponte lima 002.JPG

 

H2O

ponte lima 010.JPG

 

O Jardim do Ciclo da Água

ponte lima 020.JPG

 

Jardim dos Vendavais

ponte lima 021.JPG

 

A Água - Pedaço de Vida Subaquática

ponte lima 045.JPG

 

Água - Um Ano no Jardim

ponte lima 046.JPG

 

Jardim Sensorial

ponte lima 063.JPG

 

 O Jardim Fa d'Eau

ponte lima 068.JPG

 

Reflexos Infinitos

ponte lima 085.JPG

 

 

 Jardins Escolinhas de Ponte de Lima 

 

ponte lima 023.JPG

ponte lima 024.JPG

ponte lima 025.JPG

ponte lima 027.JPG

ponte lima 030.JPG

 

ponte lima 038.JPG

 

ponte lima 035.JPG

 

 

 

 

 

 

Início

Autoria e outros dados (tags, etc)

As camélias sorriam...

por Maria Araújo, em 12.04.15

Sem Título.png

Hoje, manhã cedo, substituí a aula de body balance pela caminhada até ao Bom Jesus do Monte.

Uma temperatura muito agradável, muitos grupos faziam o mesmo percurso.

Cruzei-me com italianos, franceses, 3 mulheres gregas, uma delas lindíssima, a quem perguntei se queriam que eu lhes tirasse uma fotografia. É nestes momentos que o selfie stick dá jeito, oh, se não dá! Aceitaram.

Os escadórios estão em obras de limpeza, fui à capela do Senhor do Monte, subi a colina até ao lago, desci, sentei-me numa mesa da esplanada do café, cheia casais, crianças, turistas, esperei, esperei, esperei que me atendessem, fiz sinal ao funcionário. Um serviço muito mal organizado.

Após cerca de 15 minutos, levantei-me e vim embora. Ao lado deste café, estava uma senhora que na carrinha, vendia gelados Olá, pedi um corneto soft de avelãs (cada ano que passa os gelados encarecem, mas mingam na  quantidade), soube-me a pouco, mas muito bem.

Desci de ascensor, desta vez do lado de fora para tirar fotos decentes. Ao meu lado um grupo de inglesas deliravam com a descida do ascensor.

Vi as horas. 12:30h e eu ainda tinha um longo percurso a fazer até casa.

As camélias nos jardins vedados das vivendas, sorriam. E, mesmo a jeito, arranco uma branca, mais abaixo uma cor-de-rosa. Pelos comentários que ouvi das miúdas que vinham atrás de mim, a vontade de tirar camélias era grande, mas só o fizeram depois de eu arrancar (copionas).

Os dedos dos pés e os glúteos davam sinais de dor, não podia parar, seria pior, acelerei o passo. 
Faltava ir à padaria comprar o pão, mas tinha de fazer um desvio, fiz-me de esquecida (há bolachas, fruta e gelatina). Olhei o relógio. Fiz o percurso até casa em 45 minutos.

Estes passeios pela rodovia, subir os escadórios do Bom Jesus, são muito saudáveis (ouvem-se os passarinhos em todo o percurso), mas gostava que as minhas amigas alinhassem também.  

As fotografias são as da praxe, mas inevitáveis.

bom jesus 002.JPG

bom jesus 004.JPG

bom jesus 015.JPG

bom jesus 017.JPG

bom jesus 026.JPG

bom jesus 027.JPG

bom jesus 034.JPG

bom jesus 029.JPG

bom jesus 038.JPG

bom jesus 040.JPG

bom jesus 042.JPG

bom jesus 044.JPG

bom jesus 045.JPG

bom jesus 047.JPG

bom jesus 062.JPG

bom jesus 073.JPG

bom jesus 074.JPG

bom jesus 076.JPG

bom jesus 081.JPG

bom jesus 092.JPG

 

 

Início

Autoria e outros dados (tags, etc)


foto do autor



o meu instagram


1º desafio de leitura - 2015 2º desafio de leitura - 2017 3º desafio de leitura - 2019

desafio


10 anos




Arquivo

  1. 2019
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2018
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2017
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2016
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2015
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2014
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2013
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2012
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2011
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2010
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2009
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D
  144. 2008
  145. J
  146. F
  147. M
  148. A
  149. M
  150. J
  151. J
  152. A
  153. S
  154. O
  155. N
  156. D


Encontros - eu fui

IMG_2230 (2).JPG MARCADOR