Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

cantinho da casa

cantinho da casa

Qua | 16.09.20

tenho coisas para contar

Maria Araújo
mas não me apetece. Ah!  Duas amigas, professoras, que têm medo, e andam preocupadas, porque os pais são idosos, pelo Coronavírus. Há dias, pensaram num jantar, há um ano que não jantamos juntas.  Antes que a coisa piore, eu aticei para que fossemos já. É hoje, o nosso convívio.          
Qui | 03.09.20

visita a Chaves # 2

Maria Araújo
Quando fizemos o checck-in, a jovem funcionária da recepção disse-nos isto: " Fizemos um upgrade dos quartos, vão ter um suite para vós" Olhamo-nos e sorrimos. "Uma suite?!" Ofereceram-nos dois convites com direito a bebida ou jogar nas máquinas do Casino no valor de 2euros ( não era muito, também não estavamos à espera,iríamos à mesma ao bar, sendo oferta, melhor). Subimos ao quarto, digo,à suite. E do elevador este magnífico lustre decristal chamava a nossa atenção. O (...)
Dom | 12.07.20

um espectáculo lindo!

Maria Araújo
Saímos de Braga no final da tarde,  o jantar era em Esposende, queríamos ver o pôr-do-sol.Jantávamos na esplanada, a brisa era fresca, o céu estava a ficar com nuvens, pensei que não iríamos ter o sol para fotografar. E de repente, saíamos do restaurante, levanta-se um vento forte, as ondas do mar agitaram-se, uma nuvem negra, estreita e comprida ameaçou aquele pedaço de céu. Os toldos agitaram-se , os guarda-sóis tombaram, as pessoas levantaram-se das mesas. Este cenário (...)
Dom | 15.07.18

pensamos no tempo, na cidade

Maria Araújo
e nem sempre é o tempo que faz na praia. Fizesse sol, nevoeiro, chuva ou vento,  combinara passar o dia na casa de praia com a minha sobrinha e filhotes. Na cidade o tempo estava um pouco encoberto e com algum vento, convidei a minha irmã para vir comigo. Auto-estrada fora,  a sobrinha tinha ido almoçar com uns amigos, tinhamos a chave da casa, fomos para a piscina. O tempo convidava à praia, a piscina é para os dias de vento,  no momento que saímos de casa, chegam eles. Os (...)
Sex | 08.12.17

um jantar de amigas

Maria Araújo
Há anos que o grupo das amigas da discoteca e das noitadas não se juntava para um jantar de Natal. E quem teve a ideia? Eu, claro. A vida é curta, vejo os anos passarem com rapidez. Tanta mulher! Uma viúva, outras casadas, solteiras, divorciadas, os filhos crescidos, alguns formados, outros ainda a estudar, já não precisam dos pais perto de si. Precisamos de rir, de conversar, de recordar os belos tempos, e como muito bem a L escreveu no e-mail que me enviou ontem, e que transcrevo: (...)
Qui | 13.07.17

os aniversários de verão

Maria Araújo
Os aniversários são motivo para nos encontrarmos. A Ana, a Mafalda e a Zé fizeram anos recentemente, juntamos  estes para comemorar num só jantar, em especial porque a Zé  fez 50 anos na terça-feira. O jantar correu bem, uma das amigas sugeriu cantarmos os parabéns no bar de um seu familiar, no Bom Jesus. A noite estava muito agradável. Um bar com uma música simpática, um volume de som razoável que permitia que todos nos ouvíssemos ( contrariamente à maioria dos bares da cidade). Muito bem decorado, uma esplanada apetitosa com as mesas todas ocupadas, o nosso grupo era grande, ficámos dentro.
Seg | 05.06.17

coisas deste dia que começou com sol

Maria Araújo
  e desde o início da tarde que ficou carregado de nuvens e me deixa melancólica porque quero fazer tudo e não faço nada.  O carro voltou à oficina. Tinham dito que numa hora o carro ficava pronto. São 17h15, o carro está lá desde as 15h. Aguardo telefonema para ir buscá-lo. São 30 minutos a pé. Enquanto a chamada não vem, estive a fazer uma reclamação à EDP, que resolve e não resolve os problemas. Desta vez, são as leituras do contador que comunico online. Acho que não (...)
Dom | 14.05.17

no meio da multidão...

Maria Araújo
Cinco mulheres de mochilas às costas, os banquitos que haviam comprado há 4 anos a acompanhá-las,  chegaram a Fátima ao início da tarde. Contrariamente ao que esperavam, a entrada em Fátima foi calma. O trânsito sereno, muitas pessoas na rua e nas esplanadas dos cafés, gente bem disposta. Depois de tomarem o ansioso café, dirigiram-se para o recinto do santuário.  Mais de metade deste estava cheio, decidiram ficar cá em cima, a "dois passos" daquele tão falado terço, que (...)