Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Cantinho da Casa

Cantinho da Casa

M.J. Inspira # 4 - "Se eu mandasse nisto tudo instituiria o dia do/de/da/"

Maria Araújo, 09.12.15

 

Mais um desafio que a M.J. lançou, estou sem inspiração, vamos ver o que sai daqui.

19020957_PMU6T.jpeg

Se eu mandasse nisto tudo instituiria o dia do BLOGGER.

Quando criei o meu blog, estava muito longe do meu pensamento aguentá-lo oito anos e meio. Previ uma vida curta. Banal que é  (talvez por isso goste dele e ande por cá), diversificado nos temas, de intelectual não tem nada, nem de presunçoso ou vaidoso, é quase um retrato de quem o escreve e se dedica a ele com carinho.

Ter um blog é um vício. Há quem venha uma vez por dia, há quem venha por necessidade, há quem venha porque tem novidades para contar, há quem venha para partilhar o tudo e o nada da seu quotidiano,  há quem venha para lançar bons desafios (daqueles que nos fazem “perder tempo” e quase queimar o jantar), há quem escreva demais (até cansa quem o lê), há quem tenha humor, há quem escreva dos desgostos, das felicidades, das derrotas, das conquistas...Há blogs/bloggers de tudo e para todos os gostos.

Ter um blog, que não precisa ser de sucesso, basta tratá-lo com carinho e gostar de interagir, incentiva a criatividade e a motivação para todo o género de temas: contar estórias, usar (d)as palavras, contar histórias das terras do sol nascente, estórias do pós-parto, o humor no estudo, na profissão, com as varuzinhas,  ver a vida em azul, lançar desafios de perder a cabeça, a escrita em co-autoria, os hábitos de leitura, de informação musical, as pequenas artes de e para a casa. Depois há os apaixonados por: livros, viagens e aventura,  culinária e coisas boas da vida,  moda e dicas,  vida, fotografia, amor e erotismo, saúde e bem-estar, actividades de fitness.

Há os corajosos e pacientes que trabalham com pessoas e empresas e que são o exemplo de como lidar com pessoas com pontos de vista diferentes com  produtos oficiais não licenciados, os que criam fortes laços de amizade virtuais e não virtuais, e os que sem gaffes nas palavras  adoram passear pelas avenidas.

Havia ainda muito para dizer, mas fico por aqui. É que há uma pessoa que nos desafia para estas tontas mas deliciosas inspirações bloguisticas e antes que  me deafie no: “bamos” andar à porrada?”,  pensei; “e agora? sei lá!” .

E de repente, inspirei-me e saiu esta merda : “se eu mandasse nisto tudo instituiria o dia do blogger”.

Blogging.gif

 

P.S.: depois deste trabaho todo, fez-se luz nesta cabecita pensadora e... "será que existe o dia do blog(ger)?

e não é que fui ao Dr. Google e  "há! é o dia 31 de agosto. M.J. faz de conta que não há. "

 

 

 

 

 

 

Inspira-me

Maria Araújo, 02.10.14

Não há ano nenhum que estando de férias em agosto, não se fale no Natal.

"Ah, e tal, já reparaste que dentro de 4 meses estamos no Natal?!", pergunta que não falha.

E quando se aproveitam os saldos de verão e se fazem as compras a pensar nas prendas que se quer oferecer às amigas?

Este ano não foi excepção. Umas écharpes, uns brincos, um verniz das unhas,  e está resolvido o dilema que todos os anos, também, me defronto, quando não sei o que oferecer e para não repetir as prendas.

Depois, vem a família. "Ah, este ano é do irmão mais novo (os outros passam sempre aqui, neste cantinho), o ano dele cozinhar os deliciosos pratos do almoço de Natal".

E a F, minha sobrinha, que adora este dia e este ano não vem a Portugal porque o segundo filho nasce em dezembro, lá, no Rio de Janeiro:"Ah, vais lá tu quando o bebé nascer, ela precisa de apoio, e tal."

E eu só penso que, quando estivermos próximo desta festa da família, ela vai estar lá, do outro lado do Atlântico, cheia de calor, e com saudades da azáfama destes dias, da comida, das prendas.

Mas eles têm de seguir o seu rumo.

Muitos Natais temos para comemorar com eles, cá.

Haja saúde.

 

O cockpit

Maria Araújo, 07.09.14

O "inspira-me" de hoje traz a aventura de uma blogger (que descobri ser de Braga) na sua deslocação a uma das ilhas dos Açores,  toda a sua viagem  no cockpit.

Nunca viajei no cockpit, mas esta estória fez-me recordar nos meus 20 anos, na minha primeira  viagem de avião, a Londres, já no ar, foi-nos dada a oportunidade de ver o cockpit ( e não foi para todos os passageiros).

Quem não gostaria de ver este pequeno espaço cheio de coisas tão fantásticas aos nossos olhos?

Óbvio que fui, pois lembro-me que ocupava um dos lugares da frente do avião.

Fiquei extasiada.

O céu ao nosso alcance, o mapa com a cor da rota que seguíamos,uma infinidade de botões,  o manobrar do avião!

Nunca esqueci esta experiência única.

Noutras viagens que fiz, ainda pensei na hipótese de voltar a ver este pequeno espaço mas depois do 11 de setembro, as coisas ficaram mais rígidas e restritas e nunca mais perguntei.

Dou os parabéns à blogger por ter tido a excelente ideia de fazer a pergunta e ser-lhe concedida esta maravilhosa oportunidade de VIAJAR com os pilotos.

 

 

 

 (imagem de rotas, da web)

Se eu fosse aos Óscares...

Maria Araújo, 27.02.14

a escolha é difícil porque, como é óbvio, eles são todos maravilhosos, mas como só posso ficar sentad@ entre dois gentlemen, e depois de uma seleção "quase" rigorosa, optei por homens da minha idade. À minha direita, o meu actor de sempre, Kevin Costner, e à minha esquerda, "rich, sensual, intense, unique", George Clooney.

 

 

 

 

 

 

"WHAT ELSE?"

 

 

 

 

 

E por que dois charmosos homens merecem uma "pequena mulher" bem vestida, escolheria um vestido Elie Saab...