Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]



estendem os braços como se implorassem

por Maria Araújo, em 22.07.19
e ninguém (os animais são outra coisa...vão à vida como se nada fosse), e o verão chegou um pouco atrasado, neste país à beira-mar plantado, de fumo e destruição, se compadece:  e elas ficam sós, sempre sós.
 

21144379_eocAF.jpeg

 
As árvores crescem sós. E a sós florescem.
 
Começam por ser nada. Pouco a pouco
se levantam do chão, se alteiam palmo a palmo.
 
Crescendo deitam ramos, e os ramos outros ramos,
e deles nascem folhas, e as folhas multiplicam-se.
 
Depois, por entre as folhas, vão-se esboçando as flores,
e então crescem as flores, e as flores produzem frutos,
e os frutos dão sementes,
e as sementes preparam novas árvores.
 
E tudo sempre a sós, a sós consigo mesmas.
Sem verem, sem ouvirem, sem falarem.
Sós.
De dia e de noite.
Sempre sós.
 
Os animais são outra coisa.
Contactam-se, penetram-se, trespassam-se,
fazem amor e ódio, e vão à vida
como se nada fosse.
 
As árvores não.
Solitárias, as árvores,
exauram terra e sol silenciosamente.
Não pensam, não suspiram, não se queixam.
 
Estendem os braços como se implorassem;
com o vento soltam ais como se suspirassem;
e gemem, mas a queixa não é sua.
 
Sós, sempre sós.
Nas planícies, nos montes, nas florestas,
a crescer e a florir sem consciência.
 
Virtude vegetal viver a sós
e entretanto dar flores.

António Gedeão

 

 

 

Cantinho da Casa

sinto uma grande tristeza

por Maria Araújo, em 08.08.18

com o que se passa em Monchique.

a mira dos incêndios não acaba, cada verão que  vivemos.

da tragédia do ano passado, convenci-me que este ano tudo seria mais sereno. ilusão minha!

não aprendemos nada com o(s) erro(s) do passado.

 

Cantinho da Casa

o furacão transformou-se em chamas

por Maria Araújo, em 16.10.17

Ofélia, o furacão que se prevera afectar os Açores, veio para o Continente.

Os Açorianos bateram palmas de alívio. Vento e chuva foi o que resultou, nada que não estejam habituados nestas ilhas do nosso Atlântico.

Nós, por cá, corríamos contra o vento, contra os incêncios que mataram pessoas, que mataram florestas, que incapacitaram os bombeiros de fazer mais e melhor pela nossa floresta.

Tenho vergonha do que se está a passar neste país, tenho vergonha de constatar a incompetência de quem governa este país, tenho vergonha de saber que há quem queira ver estes país a desertificar-se, tenho vergonha do pouco que vi da minha janela, ontem à noite.

Tenho vergonha.

O furacão transformou-se em chamas. Mais uma vez, ontem, Portugal ardeu.

image.jpg

imagem da minha cidade, Braga

Cantinho da Casa

fortes rajadas de vento

por Maria Araújo, em 15.10.17

e as sirenes não se cansam de anunciar os incêndios que aumentam nesta noite que promete ser longa e cansativa para os bombeiros.

Da minha janela já se vê o monte de Santa Marta das Cortiças a arder.

IMG_3970.JPG

IMG_3974.JPG

 

 

Cantinho da Casa

os incêndios

por Maria Araújo, em 12.08.17

fui dar um abraço aos meus sobrinhos netos, que regressam ao Brasil amanhã.

Quando saí de casa deles, fumos negros viam-se ao longe em dois montes distintos.

Fui ao supermercado, no regresso, noutros lugares opostos, mais dois focos de incêndio se viam ao longe.

Hoje está muito calor cá na cidade.

Continuo a não querer aceitar e perceber o que leva a floresta a arder.

Ontem, li este fabuloso post, que recebi por e-mail, com o título « porque é que há florestas que não ardem em Portugal?», e a acção no terreno de  " os amarelos".

007.jpg

(imagem daqui)

Cantinho da Casa

nada, mesmo nada

por Maria Araújo, em 14.08.16

Fui dar uma volta pelo centro da cidade, passei no posto de Turismo  para pedir uma informação quando escutei um comentário de um senhor para um casal que o acompanhava:

" Ardeu tudo. O mato está limpo. Os donos agradecem. Para o ano, volta tudo ao mesmo".

Dinheiro mata dinheiro. 

Nada, mesmo nada, justifica o que está a acontecer ao país.

in1-tile 2.jpg

 

Há muito mais para ver aqui.

 

Cantinho da Casa

cinzas que flutuavam

por Maria Araújo, em 10.08.16

no ar, enquanto almoçava numa esplanada, a chuva que se prevê para a próxima semana ( e que seja razoável ) podia vir já, aliviaria o ar e apagaria os malditos incêndios que fustigam o país.

Preocupante o que está a acontecer na Madeira.

 

Sem Título.png

 

Cantinho da Casa

cheira a queimado?!

por Maria Araújo, em 09.08.16

Saí de manhã, estava vento, o céu limpo de fumo.

Cheguei a casa, fechei tudo, fiquei por aqui, como sempre nestes dias de calor, perto da ventoinha que tem trabalhado até à hora de dormir.

Há minutos, subi o estore  da sala e eis que o cheiro a queimado entra pela janela.

IMG_20160809_191720_725-vert.jpg

 

 

 

 

 

Cantinho da Casa

o blog também serve de alerta

por Maria Araújo, em 09.08.16

imagem_22.jpg

 

Sem Título.png

 

Alerta/Pedido à População de Refóios do Lima

Devido à existência de vários incêndios ativos no concelho e ao risco elevado de novos incêndios a capacidade de resposta dos bombeiros pode ser insuficiente ou reduzida.

Assim, solicitamos a ajuda de todos que tenham tractores com cisternas e/ou outros meios de armazenamento e transporte de água para que procedam ao enchimento dos mesmos de forma a poderem ser utilizados como a primeira opção no combate, enquanto se aguardar pela intervenção dos bombeiros.

A sua colaboração é muito importante por favor divulgue este pedido

A Junta de Freguesia de Refóios do Lima

Cantinho da Casa

esta cidade

por Maria Araújo, em 25.07.16

às 20h o sol está muito forte, ainda,  o céu cor cinza, o ar quente e abafado dos incêndios, o cheiro a queimado entra nas casa, nesta cidade.

não gosto do verão assim.

fogosportugal.jpg

 

 

 

 

 

Cantinho da Casa


foto do autor


desafio dos pássaros



o meu instagram


1º desafio de leitura - 2015 2º desafio de leitura - 2017 3º desafio de leitura - 2019

desafio




Arquivo

  1. 2019
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2018
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2017
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2016
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2015
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2014
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2013
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2012
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2011
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2010
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2009
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D
  144. 2008
  145. J
  146. F
  147. M
  148. A
  149. M
  150. J
  151. J
  152. A
  153. S
  154. O
  155. N
  156. D


Encontros - eu fui

IMG_2230 (2).JPG MARCADOR