Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

cantinho da casa

cantinho da casa

Qui | 28.05.20

coisas minhas # está calor

Maria Araújo
estamos em Maio e já me apetece ligar a ventoinha. estou dentro de casa, e farto-me de transpirar. ouvi dizer que o verão vai ser quente. espero que os incêndios não sejam os mesmos ( aqueles que o homem provoca) ou em maior número dos anos anteriores. já basta o coronavírus para matar pessoas e deitar abaixo a economia do país, e do mundo. haja bom senso de todos. poupem a floresta, por favor. amanhã, vou à praia.  
Qua | 08.08.18

sinto uma grande tristeza

Maria Araújo
com o que se passa em Monchique. a mira dos incêndios não acaba, cada verão que  vivemos. da tragédia do ano passado, convenci-me que este ano tudo seria mais sereno. ilusão minha! não aprendemos nada com o(s) erro(s) do passado.  
Seg | 16.10.17

o furacão transformou-se em chamas

Maria Araújo
Ofélia, o furacão que se prevera afectar os Açores, veio para o Continente. Os Açorianos bateram palmas de alívio. Vento e chuva foi o que resultou, nada que não estejam habituados nestas ilhas do nosso Atlântico. Nós, por cá, corríamos contra o vento, contra os incêncios que mataram pessoas, que mataram florestas, que incapacitaram os bombeiros de fazer mais e melhor pela nossa floresta. Tenho vergonha do que se está a passar neste país, tenho vergonha de constatar a (...)
Dom | 15.10.17

que ela venha, a chuva

Maria Araújo
Ontem, para oeste as nuvens cinzentas e escuras davam a entender a ameaça de chuva, e que era bem-vinda. Mas por cá, o tempo estava seco e abafado.  Hoje de manhã, as nuvens que encobriam o sol deixaram cair por terra a ideia da vinda da chuva. O calor continua, o corpo fica entorpecido, não apetece fazer nada. Fui ver a meteorologia.  . Mas a cor cinza do céu, é agora  de fumo  dos incêndios e que o vento traz para o centro. Nem o Monte de Santa Marta das Cortiças se vê. A (...)
Qui | 12.10.17

continuamos a arder

Maria Araújo
ontem, no centro da cidade e quem estivesse atento ao céu para Este, interior do distrito, veria a grande nuvem de fumo e sentiria o ar saturado e o calor que fazia. Hoje, depois da fisioterapia, com uma blusa de manga comprida que vestia, sentia-me transpirada e pouco confortável, como nos dias quentes de verão. Vim para casa, não me apeteceu fazer nada do que tencionava para esta tarde. Decidi aproveitar o tempo para tirar as roupas dos roupeiros, separar as que não tenciono usar (...)
Sab | 12.08.17

os incêndios

Maria Araújo
fui dar um abraço aos meus sobrinhos netos, que regressam ao Brasil amanhã. Quando saí de casa deles, fumos negros viam-se ao longe em dois montes distintos. Fui ao supermercado, no regresso, noutros lugares opostos, mais dois focos de incêndio se viam ao longe. Hoje está muito calor cá na cidade. Continuo a não querer aceitar e perceber o que leva a floresta a arder. Ontem, li este fabuloso post (...)
Dom | 18.06.17

ignoro, mas hoje não

Maria Araújo
Há anos que evito ver as notícias sobre os incêndios florestais.  Dói-me a alma, sinto uma tristeza indescritível quando vejo a floresta a arder. Então, prefiro ignorar. Ontem, as notícias davam conta de vários incêndios florestais por todo o país. Mais tarde deitada no sofá a ver o filme que passava na televisão, pego no telemóvel para ver a programação, queria saber qual o título do filme. Já na página surge-me um alerta vermelho onde se lia " 19 mortos no incêndio (...)