Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

cantinho da casa

cantinho da casa

Quaresma # 1

Vivemos a Quaresma que, em 2019 , o coronavírus veio cancelar as celebrações da Semana Santa e o Compasso Pascal. 

Este ano, são retomadas as celebrações, que começou hoje na Sé de Braga com o Sagrado Lausperene Quaresmal.  Os altares das igrejas estão cobertos por um tecido roxo, e não há flores a ornamentá-los. Neste período  de tempo, e a cada dois dias, há uma igreja que tem o altar do Santíssimo Sacramento exposto, ricamente ornamentado com flores e luz, e em que os fiéis vão louvar o Senhor.

Existe um calendário com a data em que as igrejas têm o altar exposto. Esta viagem do Senhor termina na quarta-feira da Semana Santa.

Ora, hoje, quarta-feira de cinzas, o Sagrado Lausperene começou na Sé de Braga.

Raramente vou neste primeiro dia à Sé, por falta de oportumidade, ou porque me esqueço..

Mas hoje, à hora do almoço, tive de tratar de um assunto, e passei lá.

Vi a senhora que vende rebuçados de açúcar ( noutros tempos eram muitas as senhoras que, com as suas mesas desmontáveis, vendiam os rebuçados embrulhados em papel de várias cores, cortado em franja nas pontas, e, à saída da igreja, eram muitas as pessoas que compravam, penso que seria com o intuito de ajudar as senhoras, a maioria idosas, que por gulodice), na entrada, e lembrei-me que hoje era o primeiro dia da Quaresma. E entrei.

Muitas vezes entro numa igreja para me refugiar um pouco e reflectir, ou rezar, seja por mim, seja pela família,seja pelo mundo.

Depois de rezar, não resisti a tirar uma fotografia ao altar do Santíssimo Sacramento, que estava lindíssimo.

Mas estava muito atrás, achei que não devia aproximar-me do altar só para a fotografia, pelo que ficou pouco nítida.

Perguntei ao senhor que estava perto da entrada qual era a igreja que na próxima sexta-feira, ao meio-dia,  vai abrir o altar. E deu-me o Lausperene Quaresmal, para que eu possa  seguir o percurso do Senhor.

Gosto da celebração da Quaresma, dá-me uma sensação de paz comigo própria.

Não sei se vai ser possível  visitar as igrejas todas.

Farei o que puder. E se tiver a possibilidade de trazer para este cantinho fotos dos altares que visitar, publicá-las-ei com muito gosto.

IMG_20220302_131655.jpg

Altar do Santíssimo Sacramento, Sé de Braga

 

uma promessa

Do post que escrevi aqui sobre a Igreja do Mosteiro de Santo André de Rendufe, tive a sorte de, no momento que saía do carro, ver chegar uma senhora que estacuinou o seu no recinto da igreja, foi na direcção da porta lateral e abriu-a.

Uma segunda senhora, acompanhada da filha, que também acabara de chegar, aproximou-se da porta e perguntou se podia ver o interior. Percebendo que lhe dissera que sim, perguntei se podia entrar.

IMG_20210807_183814.jpg

Respondeu que aproveitassemos para ver a igreja enquanto estava ali porque só ia tirar umas flores e substituir por outras.

A outra senhora chamou pela filha, que estava com uma máquina fotográfica daquelas que tiram excelentes fotografias, mas a ela não entrou.

Estivemos cerca de dez minutos, pudemos ver a riqueza de obras em talha e muitas de imagens de santos. Fiquei fascinada, nem me dei ao trabalho de ver se tinha os nomes escritos.

IMG_20210807_183858.jpg

IMG_20210807_183929.jpg

IMG_20210807_183937.jpg

A senhora contou-nos que a sogra ocupara-se da igreja, e pediu-lhe que lhe prometesse que, e porque as filhas não queriam saber de nada, sendo religiosa, tratasse de tudo com carinho, que morreria em paz sabendo que cuidaria da igreja tão bem quanto ela.

A senhora prometeu que o faria, e é pela sogra que vai lá, que não lhe custa nada, que o pároco confia nela e agradece.

Estava ali porque ia substituir alguns arranjos, que há muitos casamentos e baptizados,  todas aquelas flores que adornavam os altares centrais e laterais eram de um casamento,  que há missa ao fim de semana, que durante a pandemia realiza-se no recinto exterior, algumas pessoas ficam dentro dos carros a assistir à missa.

IMG_20210807_183832.jpg

IMG_20210807_184643.jpg

IMG_20210807_184009.jpg

IMG_20210807_184152.jpg

Pediu-nos que ficassemos à vontade, que ia ao carro buscar um arranjo.

Uns minutos depois, as nossas perguntas curiosas "caíram" em cima dela.

Perante o fascínio de tudo o que vimos, contou-nos que havia uma imagem muito bonita da Rainha Santa "aquela que abriu o manto e caíram flores", disse a senhora, foi roubada. Que ficou muito triste, que as pessoas não respeitam a igreja e o património.

Contou que as obras da igreja não foram as que estavam à espera, que o pároco ficou desiludido porque as paredes, a talha, os estrados dos altares iam ser retocados e limpos, nada foi feito do que fora dito." Deram uma lavadela" ,disse.

Eu comentei que há paredes que estão escuras, esperava ver um interior restaurado.

IMG_20210807_184351.jpg

Ela comentou que a tal coisa do Património (IPPAR) dissera que a igreja ia ser toda arranjada, mas o que fizeram foi nada.

IMG_20210807_184842.jpg

Quando saímos, fechou a porta, ficamos no claustro, muito bonito, e comentou ela: " Toda esta parte lateral é em pedra. Vêem aquela parede ali? É a de origem. O que fizeram a esta?  Como pintaram o exterior, cobriram esta parede de tinta branca, também. Estragaram isto tudo. Só fizeram asneira, o pároco ficou desiludido."

IMG_20210807_183728.jpg

IMG_20210807_183807.jpg

 

Perguntei se o edifício exterior não vai ter obras de recuperação, como se falara nos jornais.

"Aquele edifício não pertence à igreja, dizem que vai ser um hotel de luxo, mas  continua degradado, sabe-se lá quando vão fazer a obra", comentou.

Agradeci a oportunidade que ela nos deu de ver o interior da Igreja de Santo André, e manifestei o meu contentamento em saber que está aberta à população de Rendufe para a celebração da missa, de baptizados e casamentos.

IMG_20210807_183647.jpg

 

 

.

 

 

 

 

 

 

do fim de semana

 

IMG_20210807_154153.jpg

O que me leva às Termas de Caldelas, é a deliciosa massagem duche vichy com óleos essenciais, que procuro fazer uma ou duas vezes por ano, e não ia desde 2019.

Pela primeira vez, tive uma hora de relaxe do corpo e da mente naqueles jactos de água que caem em cascata da calmante  piscina das termas.

Depois foram os trinta minutos de massagem duche vichy, enquanto a água cai dos pequenos chuveiros de um lado do corpo, do outro as mãos massajam, por partes, desde as pontas dos dedos dos pés até à cervival, o final a água dos chuveiros passam para jactos mais finos e fortes que percorrem todo o corpo tira tudo quanto é tensão muscular, melhora a circulação sanguínea, estimula um aumento na elasticidade da pele. Também melhora a circulação linfática e o funcionamento dos órgãos internos, e muito mais.

duche vichy.jpg

( o vídeo do site, aqui)

Tranquila, porque as massagens deixam-nos relaxadas, sentei-me na esplanada de um bar do jardim das Termas, a comer um gelado e beber uma água, e desfrutar da calma daquele pacato espaço ( lá não se passa nada)  a não ser ao fim de semana que se vêem os clientes das termas.

Saí de Caldelas e passei por Rendufe para ver se as obras do Mosteiro de Santo André já estavam acabadas.

Toda a fachada da Igreja está pintada de branco.

IMG_20210807_183408.jpg

Mas fiquei decepcionada quando vi que o edifício ao lado continua degradado.

Tenho uma história para contar, fica para um novo post.

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

quando os títulos das notícias entram no pc

Estava a fazer horas para ir buscar o meu sobrinho neto ao colégio, depois de comprar um pinheiro para decoração do móvel da televisão, pinheiro este que vai ser plantado num vaso grande e mais tarde num lugar onde possa crescer livremente, passava em frente à igreja da minha freguesia, lembrei-me de entrar e ver se tinha presépio ( gosto muito de ver os presépios das igrejas).

Estava a sair um funeral.

Quando entrei, estavam uma jovem mulher e um homem que arrumavam as colunas e o tapete da cerimónia fúnebre.

Depois de tudo feito, efoi rápido, perguntei à jovem mulher se podia tirar uma foto ao presépio.

Respondeu-me que não sabia, estava ali a fazer um trabalho, não pertencia à igreja, mas certamente que podia.Que o presépio estava bonito, que nem todas as igrejas, este ano,fizeram.

Tirei duas fotografias. E agradeci.

A meu lado para a saída da porta, comentei algo sobre a COVID19 e os óbitos que andam entre os 70 e 90.

Diz-me a jovem mulher " Sim, há muitos óbitos de COVID19. Mas garanto que há muitos mais de cancro e de morte natural em idosos que vivem sozinhos ou em lares, e que não procuram o médico. Por outro lado , o Serviço Nacional de Saúde está cheio de trabalho, não é possivel chegar a todos."

Se todos cumprissemos  com o distanciamento e usássemos máscara obrigatoriamente em todo o lado, os números não seriam os que lemos todos os dias, e muitos doentes não COVID teriam a assistência que lhes é devida.

Este post é a propósito disto:

Sem Título.jpg

 

 

 

 

 

 

depois de Chaves,Amarante

Ainda sobre as mini férias em Chaves, e porque decidimos passar por Amarante, saímos de Vila Real...

IMG_6382.JPG

pouco faltava para metermos pelo Alto Douro Vinhateiro, mas não havíamos planeado  ficar mais de dois dias fora de casa,ficará para uma próxima  saída, de preferência sem COVID.

Chegamos a Amarante,carro estacionado, surge-nos a Igreja de São Gonçalo.

Nãofaltavam turistas, portugueses e espanhois, nas esplanadas e  a fotografar o exterior da Igreja.

IMG_20200827_161943 (1).jpg

IMG_6387.JPG

passamos pelos claustros

IMG_6389.JPG

IMG_6391.JPG

Gostei da abóbada, com as figuras  de São Gonçalo, São Tomás, São Domingos e São Pedro Mártir (a precisarem de restauro).

IMG_6397.JPG

IMG_6395.JPG

IMG_6392.JPG

IMG_6390.JPG

No exterior, era imprescindível atravessar a Ponte sobre o Rio Tâmega e fotografar tudo o que nos aliciava a vista.

IMG_6399.JPG

IMG_6400.JPG

IMG_6403.JPG

IMG_6402.JPG

IMG_6407.JPG

IMG_6404.JPG

IMG_6415.JPG

e do outro lado da ponte, espreitei esta linda entrada e verifiquei que é um Hotel Michelin 5 estrelas, 2020.

IMG_6406.JPG

IMG_6410.JPG

Hotel Casa da Calçada Relais & Châteaux

IMG_6401.JPG

Estava na hora de regressarmos a casa, não sem antes procurarmos uma pastelaria para comprarmos aquele doce muito conhecido em Amarante: o doce fálico ( semelhante às  tíbias de Braga).

 

passeio por Chaves # 1

Há algum tempo que pensara visitar Chaves. Tenho lido alguns roteiros sobre esta cidade que não visitava há quase 30 anos, e dar um passeio pelos jardins do Vidago Palace Hotel, em Vidago.

Não podia ir mais de três dias, não queria deixar a gata muito tempo sozinha, tenho a família fora, ninguém para cuidar dela, então desafiei a minha amiga N,que  manifestara interesse em ir comigo para onde quer que fosse, assim como ela precisava muito de sair e distrair-se, tratei de fazer a reserva neste hotel, que uns familiares seus recomendaram.

Check-in a partir das 15:00h,estacionamos o carro para vermos onde ficavam os três restaurantes em vista, dois deles ficam um ao lado do outro,tirei a primeira fotografia.

IMG_20200826_131359.jpg

Seguimos para o centro,a fome apertava, mas quando quisemos ir a este, já não serviam almoços. Ouvia-se cantar ao vivo,estava cheio,fomos então ao do lado.

Cheio, também, ficamos em lista de espera, éramos os últimos, ninguém podia estar dentro do espaço, sentamo-nos numa mesa da esplanada do café em frente, o funcionário ia chamando à medida que saíam clientes.

1598722909938.jpg

Entramos depois das 14:30h, fomos comendo as entradas, o serviço não demorou. 

Depois da refeição, pensamos ir fazero check-in,mas ficando fora dacidade, decidimos, apesar do calor, ver o que fosse possível, ao final da tarde seguíamos para o hotel, tinhamos uma piscina à nossa espera.

Descemos a rua em direcção ao Castelo, a entrada não era por onde pensaramos,seguimos na direcção do rio. Estavamos na margem direita,o que viamos enchia-nos os olhos e,à sombra das árvores, tratamos de fotografar o lindo espelho que é o rioTâmega.

IMG_20200826_162243.jpg

E atravessamos a Ponte de Trajano

IMG_20200826_163029.jpg

Vimos a cúpula de uma igreja, fomos espreitar. A igreja de São João de Deus, pequena, com uma abóbada que lhe dá bastante luz.

1598725551942.jpg

Seguimos na direcção do Jardim do Tabolado, na margem esquerda, arborizado, tranquilo, com acessos pedonais, a serenidade do rio Tâmega, faz inveja a esta bracarense que gosta de jardins. 

Um coreto,um  parque infantil, as piscinas, a ponte de pedras,poldras, que atravessam o rio.

IMG_20200826_164217.jpg

1598728559326.jpg

Atravessamos a ponte pedonal, que o liga à outra margem, esta comercial, as cadeiras deste bar (fechado) convidavam a uma bebida fresca.

IMG_20200826_165624.jpg

E acabamos esta primeira visita com o regresso ao nosso hotel, para o check-in e um bom banho na piscina do hotel.