Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Cantinho da Casa

Cantinho da Casa

não há paciência!

Maria Araújo, 05.12.19

21149136_j6Erg.jpeg

Estamos vários utentes na sala de espera do hospital, para exames, uma mulher fala muito alto ao telemóvel com o alta voz ligado.

Ouve-se a pessoa do outro lado que  até um f°&@ -se ouvimos.

Porque o  vestido fica bem com os sapatos, porque isto e aquilo, sempre a repetir as mesma coisas, até que diz:

"Olha estou aqui no hospital à espera de entrar para fazer o exame. Estão muitas pessoas à espera.

Olha perdi uma nota de cinco euros. Não sei onde caiu. Já viste, perder uma nota? Uma vez perdi dinheiro, andamos eu (...) por toda a cidade à procura do dinheiro."

Uma jovem que estava a meu lado, viu-me estender a cabeça para ver quem era a pessoinha que falava tão alto.

E sorriu.

Apeteceu-me chamar a mulher a atenção que devia falar mais baixo, estava num hospital, onde devemos falar num tom de voz baixo.

Mas poderia receber uma resposta mal educada, fiquei na minha a escrever este post. 

Incomodava-me, e penso que a quem estava ali. 

Volta à carga com os cinco euros:

" Já viste, perder cinco euros?! Eu paguei os exames, tinha o dinheiro. Estava embrulhado com umas notas de dez,   deve ter caído quando o guardei no porta-moedas. Olha, pelo menos que fosse um pobre a encontrar o dinheiro"

E repetia " que fosse um pobre a encontrar o dinheiro".

Fui chamada para fazer o exame, não ouvi mais nada.

 

 

nem queria acreditar...

Maria Araújo, 23.08.19

mais uma tentativa de consulta de neurocirurgia, marquei na passada segunda-feira para hoje, às 18:00.

Comentei comigo que, desta vez, iria correr bem, eis que  às  09:25h recebo uma chamada, vejo o indicativo 22, reconheci o número, comentei " mais uma que não vai acontecer". Atendi, deixei a pessoa falar até que entro a descarregar, com educação, porque eu compreendo que estas pessoas estão a passar a informação, e expliquei que esta era a quarta consulta que era cancelada.

Pediu desculpa em nome do hospital,  disse-me que ia dar conhecimento das minhas reclamações, que vou ter resposta a esta, que sempre que precisasse que alguma coisa que a procurasse, que me elucidaria de tudo o que fosse necessário... Sugeriu-me outra data, mas eu não quis marcar nova consulta.

Nem quero pensar mais no assunto.

a consulta de neurocirugia que não aconteceu

Maria Araújo, 12.08.19

Tenho um feeling muito bom ( pena que não o tenha para jogar no euromilhões ou na lotaria) .! E tive-o, hoje .

Depois da terceira tentativa de marcação de consulta de neurocirurgia, hoje, a consulta estava marcada para as 16:15h, fui a horas para dar entrada, subo ao andar respectivo, os minutos passavam, até que meia hora depois ouço a colaboradora chamar o meu nome, aproximei-me, convicta que ia entrar para o consultório, quando me diz que o médico estivera nesta unidade a dar consultas mas, entretanto, fora para o hospital Braga sul, se eu queria ir lá, ele estava até ao final do dia.

Palavra que ela disse!

Educadamente, e pedindo desculpa pelo que ia dizer pois não são elas que têm de ouvir as reclamações dos utentes, expliquei o que se passou nas duas vezes que tinha consulta da mesma especialidade, que desistia desta, e se o médico estava no outro hospital, deviam ter avisado pelo menos 15 minutos antes, não era depois de trinta minutos de espera que eu é que tinha de me deslocar ( 5km)  ao outro hospital, visto que  consulta fora marcada para esta unidade, que ia pedir o livro de reclamações. 

Desci, fui à recepção, pedi que anulassem a consulta para não pagar o que não tive, e pedi o Livro de Reclamações, onde registei tudo o que aconteceu desde a marcação da primeira consulta.

Eu considerei que foi uma falta de ética o ocorrido, mas Robinson Kanes tinha razão quando comentou isto no meu post:

"Falta de ética não direi. Falta de organização talvez... Hospitais privados não são muito diferentes do público, talvez os lençóis e os pijamas :-)"

É, sem dúvida, falta de organização.

Esperarei pacientemente a resposta à minha reclamação.

Antes de este hospital abrir em Braga, deslocava-me à Clipóvoa, agora Hospital da Luz.

Nunca tive problemas, nunca houve uma falha com as consultas, vou procurar a segunda opinião no Porto.

 

 

 

consultas canceladas

Maria Araújo, 07.08.19

Acabada a fisioterapia, e sentindo que o meu braço não está a 100%, decidi ouvir outra opinião, marquei uma consulta de neurocirugia no hospital privado, zona sul ( há dois).

Ontem de manhã,  tinha a consulta, fui mais cedo para fazer o check-in, ainda tinha tempo para tomar um café, dirigi-me ao bar.

Estava na pequena fila, quando o telemóvel tocou.

Atendi, uma voz feminina perguntava se eu era a Maria, confirmei que sim, e eis que me diz que estava a falar do hospital privado, das consultas de neurocirugia... Interrompi-a dizendo que estava lá dento, já fizera o check-in, e diz-me ela:

- Pois é! A senhora já está cá, mas eu queria informá-la de que a doutora não vem às consultas. Tente marcar para sexta-feira, que ela vem, ou então para outro médico.

Fiquei chateada, pois claro, porque a informação foi dada em cima da hora, e como percalços todos temos ( não sei se houve algum da parte da médica), não havia nada a fazer, dirigi-me ao balcão para marcar nova consulta.

Expliquei à funcionária o que acontecera, aceitei a consulta para hoje, ao fim da manhã, mas no hospital centro.

De tarde, estava com a minha sobrinha e o bebé, o telemóvel tocou, o indicativo era do Porto, atendi.

Uma voz feminia perguntou-me se era a Maria, confirmei que sim, e eis que me diz que estava a falar do hospital privado, que tinha uma consulta de neurocirurgia marcada para quarta-feira, às 12h, mas tinha a informação do doutor de que não ia dar consulta, se podia marcar para outro dia, embora as marcações sejam para o final do mês.

E foi então que " descarreguei" na senhora.

Expliquei o que acontecera, que sou de Braga, que não tinha qualquer problema em me deslocar a qualquer um dos hospitais, mas era uma falta de ética, sobretudo para quem vem de longe, avisarem os utentes em cima da hora da consulta.

A senhora respondeu-me que desconhecia o ocorrido, e de repente, pede desculpa porque tinha acabado de ver no computador que de facto a consulta da manhã havia sido cancelada, mas ela não tinha culpa de nada, apenas transmitia a informação do médico.

E marcamos nova consulta, para a próxima semana, no hospital do centro, mas para outro médico.

Seria o fim da picada na segunda-feira receber nova chamada a informar-me que o médico não dá consultas. E vai ser então que vou fazer uma reclamação por escrito, embora caia em saco roto porque em tempos fiz uma e até hoje não obtive resposta.

medico-house.jpg

 

 

 

 

 

 

uma foto # 27

Maria Araújo, 07.07.19

1562490341503.jpg

Enquanto esperava a consulta para a minha gata ( ficou internada, está a soro, e vai fazer exames)  este Cantinho dos Gatos chamou-me a atenção.

Fui espreitar.

Servimo-nos de café, ou rebuçados, o valor que quisermos deixar é para apoiar uma associação de animais de Braga.

Àquela hora ainda não tinha tomado café,  estava a fazer-me falta o da tarde, só tinha 20€  na carteira, não tomei.

Quando for buscar a Kat, servir-me-ei de um miminho e deixarei a minha contribuição.