Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]



uma foto # 27

por Maria Araújo, em 07.07.19

1562490341503.jpg

Enquanto esperava a consulta para a minha gata ( ficou internada, está a soro, e vai fazer exames)  este Cantinho dos Gatos chamou-me a atenção.

Fui espreitar.

Servimo-nos de café, ou rebuçados, o valor que quisermos deixar é para apoiar uma associação de animais de Braga.

Àquela hora ainda não tinha tomado café,  estava a fazer-me falta o da tarde, só tinha 20€  na carteira, não tomei.

Quando for buscar a Kat, servir-me-ei de um miminho e deixarei a minha contribuição.

 

Início

Autoria e outros dados (tags, etc)

tive de me deitar

por Maria Araújo, em 11.05.18

ir duas vezes a Lisboa em sete dias, embora os dois dias desta semana aproveitasse para passear enquanto o bebé estava no colégio e a mãe a trabalhar, foram tão cansativos, que hoje não tinha forças para nada. Depois do almoço, deitei-me no sofá (coisa muito rara) não conseguia estar quieta, estava com frio. Fui buscar uma manta, voltei para o sofá e adormeci.

Recuperada do cansaço, estou com outra disposição, quero dar o prazer à Marta de marcar a minha presença  neste evento.

CartazFNAC-696x452.png

 

Início

Autoria e outros dados (tags, etc)

fui à clínica veterinária

por Maria Araújo, em 21.04.18

levar os cinco gatinhos e a gata mãe, não só para saber o sexo deles mas também porque queria ter a certeza de que todos estão bem.

Quando chegaram à clínica, a gata que estava assustada, mas nunca fizera qualquer gesto de agressão, fizera xixi durante a pequena viagem de carro. Os gatinhos miavam. Mal abrimos a transportadora, a enfermeira foi buscar uma toalha para limpá-los, e à gata. Sem nunca reclamar, a gata deixou fazer tudo. Que maravilha! Fosse a minha gata como esta!

O staff ficou encantado com eles.

Foram todos desparasitados, a mãe gata não miou uma única vez, deixou fazer tudo aos filhotes e a ela.

A minha sobrinha comentou que a gata está mais magra, a veterinária confirmou, embora ela coma bem, mas levamos oito embalagens de comida húmida, que à experiência foi dado um pedaço, a gata adorou, para comer todos os dias enquanto der de mamar aos filhotes, alternando com a ração. 

Todos estão muito bem. Os gatinhos pretos são mais magros que os beges, há um que passa por cima dos outros e quer mamar.

A Kim, a cadela das minhas sobrinhas, adora os gatinhos e se se aproxima um pouco mais de um dos gatinhos beges, este levanta as patinhas e bufa para ela, que fica assustada e foge.

A gata mãe ainda não tem nome, vai ser esterilizada logo que os gatinhos comerem ração e ficará em casa delas, pois está visto que a Kim entende-se muito bem com ela.

Adora a nossa companhia, se estiver deitada com os filhotes bem aconchegados a si, mal nos vê entrar, levanta-se e vai comer. É um amor, não reclama nada.

Dentro de quinze dias, voltamos à clínica para mais uma desparasitação de todos, e se os gatinhos tiverem deixado de mamar, estarão em condições de viajar para viverem as suas vidas felizes com as novas famílias.

Os cinco gatinhos são maioritariamente "meninas". Os dois pretos são macho e fêmea, dos três beges, dois são fêmeas e um macho.

Espero muito em breve levá-los aos seus novos donos.

Aqui estão fotografias e o vídeo, na clínica veterinária.

 

IMG_20180421_114218.jpg

IMG_20180421_113928.jpg

 

 

l

 

 

Início

Autoria e outros dados (tags, etc)

os gatos do Rui

por Maria Araújo, em 20.04.18

Há uns dias que tenciono publicar uma fotografia do meu amigo blogger, o mentor dos nossos encontros de blogs, um senhor, uma jóia rara nos dias que correm, que no início do mês foi viajar por Marrocos.

Publicando as várias etapas da viagem e dos lugares por onde andou, inclusive, dormir numa grande tenda no deserto ( que maravilha!), as fotografias mostram a beleza deste país de contrastes e cor, pedi autorização para trazer comigo uma das fotografias pela  ternura que senti nesta "família" de felinos que observam  os espécimes pendurados e com certeza, à espera do que podia surgir do outro lado...

1982341_10216061190831670_1005457464419538940_n.jp

É ou não e uma ternura?

Eu tenho uma gata, não fico insensível à expressão dela quando me vê comer e espera que eu lhe dê uma migalha que seja do meu prato.

Óbvio que não lhe dou do que como, mas dou-lhe um miminho: um pouco da sua racção.

Rui, das belas fotografias que tens na tua fonte, eu gostei demais desta,  tinha de a publicar neste meu cantinho.

 

 

 

 

Início

Autoria e outros dados (tags, etc)

quem deseja, tem

por Maria Araújo, em 11.04.18

 

IMG-20180410-WA0009.jpg

 

Uma gata de rua circulava pelo bairro de vivendas onde todos os residentes têm cães. E as minhas sobrinhas tinham duas cadelinhas, mãe e filha, a mãe morreu vai para dois anos, ficou a Kim.

Os gatos andam pela zona,  os moradores não os querem dentro de casa mas vão alimentando dois gatos que por lá andam, deixando a ração num canto do jardim.

A gata procura comida ma casa das minhas sobrinhas, o meu cunhado alimenta-a.

Se a Kim implica com o Scott, o cão que de quando em vez vem com os donos passar uns dias de férias ou o fim-de-semana, que faria se um dos gatos entrasse em casa.

A família combinou colaborar com uma verba e levar a gata ao veterinário para esterizá-la, ofereci-me para isso, mas havia um problema. Se a gata é de rua, se marcasse com o veterinário um dia e uma hora, seria difícil apanhá-la, a não ser que a fechassemos em algum lado. 

E os dias passaram, "a gata está mais gorda", dizia o meu cunhado, ninguém percebeu que estava prenha.

Ora no passado dia 2, passei na casa das minhas sobrinhas para me despedir do meu sobrinho neto, sai da cave da casa o meu sobrinho e diz que a gata tinha acabado de ter três gatinhos.

Fui espreitar, lá estava ela a limpar o último que nascera. Não ficou por aí, teve mais dois gatinhos.

Ora com cinco gatos, a ideia de esterilizar a gata não foi posta de parte, aguardamos mais um tempo, tratar de dar os gatinhos era  nossa prioridade.

No Clube de Gatos do Sapo, publiquei um post com um vídeo, "quiçá", pensei, "alguém queira adoptar um".

E não é que tive um comentário? De imediato contactei a blogger.

Dois dias depois, leio  este post.

Troca de e-mails constantes, toma uma decisão: quer dois gatinhos.

Sempre a pô-la a par do estado dos gatinhos, envio as lindas fotografias dos seus bebés escolhidos, um macho e uma fêmea.

E porque a distância não é problema, dentro de três semanas, se estes pequenotes estiverem prontos para viver sem a mãe, viajarão uns quantos quilómetros para serem acolhidos e bem cuidados pela nova e simpática família.

Falta encontrar um, dois, três famílias ou donos para os outros gatinhos.

E, como já referi, a distância não é problema. Se um de vós, que lê este post, estiver interessado em adoptar um, ou dois, ou os três gatinhos, contacte-me, por favor. 

goingnuts desejou ter um gato, gostou demais deles que, em família e a três, decidiram ficar com dois.

Por que quem deseja, tem.

 

IMG-20180410-WA0004.jpg

IMG-20180410-WA0006.jpg

IMG-20180410-WA0005.jpg

IMG-20180410-WA0008.jpg

IMG-20180410-WA0015.jpg

 

 

 

Início

Autoria e outros dados (tags, etc)

O Clube de Gatos do Sapo

por Maria Araújo, em 31.05.17

unnamed.png

vai publicar o 2º livro, desta vez com o título "Viagem ao Mundo dos Gatos", com histórias engraçadas contadas por pessoas que nem sequer fazem parte do clube mas ofereceram-se para colaborar com os seus contos, com novas histórias de novos membros do clube, com jogos de palavras, e muito mais para ver e ler.

A Marta, do blog o meu canto, tem sido incansável e fantástica no trabalho que teve em contactar a editora, pedir orçamentos, trocar opiniões, pedir a nossa ajuda e decisão na marcação do espaço, do dia de publicação, para que tudo isto fosse possível.

A todas as outras bloggers, Joana, Sofia, Anabela, Mula, Dona Pavlova, Narciso, Reticências, Happy, Luma Bijoux , Ana,  e todos os outros que não conheço os nomes,  mas que podem ver aqui,  que fizeram tudo para que os desenhos, que nos dificultaram a escolha de tão bonitos que eram, para a capa dos livros e dos convites fossem os mais bonitos.

Como somos pessoas que querem o melhor para os nossos felinos e para este Clube, depressa chegamos a acordo e foram escolhidas as capas, que vos mostro aqui, acabadas de receber por e-mail.

 

IMG_4132 (1).JPG

IMG_4131 (1).JPG

 

O valor da venda destes livros será distribuído por várias associações de animais.

Ficaríamos gratas que passassem no próximo dia 4 no evento Animal Fest, vejam os nossos livros, comprem para os vossos filhos, pais, irmãos, amigos.

Ah! Os convites estão aqui. Levem a família, divirtam-se neste evento que vai ser, com toda a certeza, fantástico.

 

 

Convite Animal Fest2.jpg

 

 

Convite Animal Fest.jpg

 

Gostaria de estar presente, mas fica longe, e esta altura não é possível representar o nosso Clube.

Obrigada a todos(as) os que por lá passarem.

O meu abraço aos membros do Clube de Gatos do Sapo.

 

 

 

Início

Autoria e outros dados (tags, etc)

os gatos da Sofia

por Maria Araújo, em 26.05.17

A minha irmã e a filha, Sofia, foram de férias para o Rio de Janeiro no dia 13 de Maio, regressam este fim de semana.

Com dois gatos dentro de casa, os cuidados foram distribuídos por mim, que vou todos os dias de manhã e ao fim da tarde, pelo JP, que vai dormir três vezes por semana e pelo meu sobrinho que vem do Porto  ao fim de semana.

O Distruction, o  gatomais velho,  passa o tempo na sua adorada caixa de cartão.

O Mickey, com 9 meses, não pára quieto, brinca muito, provoca o Distruction, que reage da pior forma, bufando e deitando as garras ao pequeno.

Passo algum tempo com eles. Quando venho embora, fico triste deixá-los sozinhos. Custou-me os primeiros dias, mas à medida que estes passavam e via que estavam bem, a minha preocupação foi esmorecendo.

A minha empregada morado outro lado da rua, vai de manhã abrir os estores e pôr ração, caso não tenham nada no prato.

Depois há as duas tartarugas do meu sobrinho que têm de ser alimentadas uma vez por dia.

É uma canseira que gosto de cumprir, não precisava de lá ir duas vezes, vou porque quero.

Hoje de manhã não fui, a empregada ia vê-los.

Fui ao final da tarde.

A ração era a mesma da manhã que o JP teria posto. O prato do Dis estava cheio, o do Mickey não.
O Dis estava na caixa, nem se mexia.

Decidi ficar mais tempo com eles, sentei-me na cadeira de trabalho da Sofia.

O Mickey passava junto do Dis, e afagava-o com as patas. Contrariamente ao verificado nos outros dias, o Dis estava calmo, não bufava nem se defendia das diabruras do Mickey.

Adorei vê-los amigos.

Peguei no telemóvel e tentei apanhá-los em mais um momento de amizade.

Levou tempo, mas consegui filmar.

 

Sem Título.png

O Mickey limpava-se (por isso a pata no ar) até que o Dis estende a cabeça para fora da caixa e o Mickey dá-lhe um beijinho.

 

Foi esta cena que me fez pensar que eles sentem que é por pouco tempo. O Mickey estava muito meigo com o Dis, este aceitava as suas carícias.

E eu estou ansiosa que elas cheguem, não pela canseira que tenho, mas por que os dois felinos precisam do carinho delas.

Saí de casa depois das 20h.

Amanhã o sobrinho não vem de fim de semana.  Tranquilizei-o. Disse-lhe que tudo está controlado, vou de manhã e cuido deles.

O Dis está cheio de saudades. Cheguei a temer que ficasse doente de tanto tempo que não vê as donas.

Início

Autoria e outros dados (tags, etc)

um aperto no coração

por Maria Araújo, em 15.05.17

A Sofia, a minha sobrinha/ filha, foi com a mãe para o Rio de Janeiro, por quinze dias.

Os gatos, Mickey e Distruction estão em casa, sozinhos.

Sou a responsável, durante o dia, por estes dois lindos felinos que se dão bem e mal.

O meu sobrinho vem aos fins de semana para cuidar deles.

À noite estará o JP.

Ontem, estava preocupada porque o meu sobrinho ficara de trazer uma das chaves de casa. Ao final do dia ele não me contactara, deduzi que se esquecera, fora embora para o Porto. Os animais estavam sozinhos, sentia uma angustia só de pensar nisso.

Telefonei ao JP, que ia dormir lá a casa, a combinar a hora de eu ir buscar a chave. 

O  meu sobrinho ligou-me à hora de jantar. Ainda estava cá, viria trazê-la.

Decidi ir hoje, mas não podia sair de casa, não fui ao ginásio, enquanto não chegasse esta encomenda. 

Acabou de chegar.

Prometera a mim mesma que  iria vê-los duas vezes ao dia: de manhã, depois do ginásio, e à tarde. 

Não fico tranquila enquanto não os vejo. Dá-me um aperto no coração saber que eles estão sem os seus donos.

 

IMG_2244.JPG

 

(Mickey)

 

Início

Autoria e outros dados (tags, etc)

tartarugas no quarto

por Maria Araújo, em 22.03.17

Há um mês que não via a minha empregada, que vem quinzenalmente limpar a casa. Tem uma chave de casa para entrar quando não estou.

Hoje, era o dia de vir, fez ium qaulquer comentário por estar em casa. Não lhe dei satisfações da minha ausência nesses dias.

Depois do almoço, e porque a gata ficou toda a manhã aos pés da minha cama no bem bom do edredão,enquant fui para o ginásio, fomos fazê-la.

Ela trabalha um dia por semana em casa da minha irmã. 

E contou-me as malandrices do gato Mickey, adoptado há  seis meses do gatil.

De repente, fala-me em tartarugas.

- Tartarugas?!,- perguntei.

- Sim a sua irmã tem tartarugas em casa.

- Como assim, tartarugas? Estive lá em casa no sábado e não vi nenhuma tartaruga.

- Sim, tem duas tartarugas no quarto do menino Duarte.

Foi então que me lembrei que o meu sobrinho, que vive no Porto, mudou de casa recentemente e como não tem espaço para ter as tartarugas, trouxe-as para casa da mãe e deixou-as no seu quarto.

E contou-me o que lhe acontecei no dia em que viu as tartarugas. Assustou-se.

Estava sozinha, não tinha sido avisada de que havia alguém de novo em casa.

Então, entrou no quarto, vai a puxar o estore e vê-as. Assustou-se. Gritou.

- E agora? O que é isto? Estou sozinha em casa. Que medo! - contava ela o que falava no momento que as viu, ela que detesta este tipo de animais.

E as tartarugas dentro de um aquário, levantavam a cabeça e olhavam-na.

Cheia de medo, queria fugir, mas tinha o trabalho para fazer.

Ás tantas ouve um "poc!". As tartarugas mergulharam. Ela, cheia de medo, não sabia o que fazer. Fugir?

- E se elas saem do aquário? Estou sozinha. Que vou fazer?

Fechou a porta do quarto e foi limpar a casa.

Quando a minha irmã foi pagar-lhe ( vive no prédio em frente) contou-lhe o que se passou, o susto que teve.

A resposta da minha irmã:

- Já viu a minha vida? Eu que  sempre disse  que não queria animais dentro de casa, a Sofia traz-me dois gatos  e o meu filho que mudou de casa, não tinha espaço, trouxe as tartarugas para cá. Mas teve de as deixar no quarto, não a haver luta entre gatos e tartarugas.

E enquanto ela contava a história e fazia os gestos da sua reacção, eu ria-me às gargalhadas.

Mas a verdade é que eu também me assustaria.

hqdefault.jpg

 

 

 

 

 

 

Início

Autoria e outros dados (tags, etc)

a Kat agradece

por Maria Araújo, em 09.09.16

 

transferir.png

 

objectivo alcançado, vender todos os livros " Histórias Com Gato Dentro" do Clube de Gatos do Sapo, os meus parabéns  vão em especial para a Marta pelo carinho e empenho que dedicou às histórias e à feitura dos livros, para as bloggers que deram o seu apoio à Marta no Aqui Há Gato, em Lisboa, Mula, Sofia, Ana  e deixaram registadas as mensagens dos seus felinos, a Fénix, o Indy e a Maria, o Puma, a Amora e a Becas, e do Pulga, no livro da Kat.

Embora se fizesse de esquisita para a fotografia, lá me fez o favor.

E agradece: "Obrigada, Clube de Gatos do Sapo".

 

19895211_hacIm.jpeg

 

 ( o livro e a Kat)

 

 

Início

Autoria e outros dados (tags, etc)


foto do autor


desafio dos pássaros



o meu instagram


1º desafio de leitura - 2015 2º desafio de leitura - 2017 3º desafio de leitura - 2019

desafio




Arquivo

  1. 2019
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2018
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2017
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2016
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2015
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2014
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2013
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2012
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2011
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2010
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2009
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D
  144. 2008
  145. J
  146. F
  147. M
  148. A
  149. M
  150. J
  151. J
  152. A
  153. S
  154. O
  155. N
  156. D


Encontros - eu fui

IMG_2230 (2).JPG MARCADOR