Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Cantinho da Casa

Cantinho da Casa

Há mais coisas que me tiram do sério

Maria Araújo, 30.08.13

3 meses sem receber as faturas (junho,julho e agosto) por via eletrónica  EDP.

Contacto por telefone, e-mail e, depois de vários dias de espera, ao balcão , já a prever o óbvio, recebo  as 2 faturas com pagamento por débito direto nos dias 28 e 30 de agosto.

Regresso ao balcão e, resoluta,  digo que não pago as faturas, com a possível 3ª, do mês de agosto, a receber. O funcionário disse que, de facto, estava já em pagamento esta 3ª, mas não tinha sido enviada para o e-mail.

Perante a minha recusa em pagar as 2 faturas, foi-me proposto fazer o débito em 2 vezes.  Entretanto, entraria a de agosto.

Como já passaram 15 dias achei estranho não receber a fatura deste mês.

Entrei no netbanco e verifico que foi debitado a 1ª parcela das 2 faturas, conforme combinado, e hoje foi debitado o valor de 33 euros do mês de agosto.

Ora, presumo, e é de bom tom, que a EDP proceda ao envio da fatura para que o cliente fique a saber quanto vai pagar e quando vai ser efectuado o débito.

Fiquei possessa!

Sem resposta a nenhuma das minhas reclamações anteriores, enviam faturas atrasadas a pagar no espaço de 2 dias?

E agora, sem qualquer respeito pelo cliente, no caso, eu, vejo um débito de outra fatura que não recebi?

E já agora, senhores da EDP, por que razão ainda não me devolveram o valor que paguei aquando, e na minha ausência,  da subsituição do contador  do gás, ficando sem gás  num fim de semana de setembro de 2012?

Por que razão não respondem às minhas cartas e e-mails?

Quando é o cliente a dever/pagar não há direito a reclamação/justificação. Agem de acordo com as vossas leis.

Quando o cliente tem razão, as reclamações caem no esquecimento, passa o tempo e o dinheiro, zero!

Uma falta de respeito.

Acho que este verão as coisas não têm corrido bem para o meu lado. Merda!

 

 

 

 

 

 

Liberalização ,semple ao voçelo dispole

Maria Araújo, 28.01.13

 

 

 

Com a liberalização do mercado de eletricidade e gás, tenho de me deslocar à EDP para regularizar o meu contrato:

 

A partir de 1 de janeiro de 2013, para os clientes de eletricidade com potência contratada inferior a 10,35 kVA e para os clientes de gás natural com consumos inferiores ou iguais a 500 m3.

A partir das datas acima referidas deixará de ser possível realizar novos contratos com a EDP Serviço Universal e EDP Gás Serviço Universal. Os atuais clientes continuarão a ser abastecidos de energia pela EDP Serviço Universal e EDP Gás Serviço Universal, até escolherem um novo comercializador. Durante este período, será aplicada uma tarifa transitória com preços agravados, fixada pela Entidade Reguladora dos Serviços Energéticos (ERSE). "

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

O dinheiro

Maria Araújo, 16.04.12

Todos os dias somos invadidos por cortes(nos salários, na saúde,na educação), e aumentos (no IRS, no IVA, no IMI, no gás, na energia, na alimentação, na idade da reforma), oh Deus!

Passei  o dia no trabalho sem internet e entro no sapo e vejo isto?

As notícias de há 2 dias indicavam um aumento de 5%(exagerado), mas afinal são 6,9%?

Inconcebível, com uma taxa de IVA de 23%, aqui, ali, acolá, não há carteira que aguente... E não há uma única notícia positiva, agradável, reconfortante.

Por mais que me apeteça mostrar um atitude de confiança, o desânimo invade-me a alma.