Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Cantinho da Casa

Cantinho da Casa

Outono castanho

Maria Araújo, 15.10.19

Ontem, arrumei as roupas de Verão, trouxe para o roupeiro as de Outono-Inverno.

Também ontem, fiz umas visitas a alguns blogs, nem sempre tenho tempo para ler todos, e vi este post desta querida blogger que acompanho há uns quantos anos.

Hoje de manhã, tinha uma consulta no Centro de Saúde, sem saber o que vestir, olhei o roupeiro, tirei as calças  castanhas e uma camisola meia estação ( ainda não é tempo das malhas, pensei) da mesma cor, vesti um blusão de ganga.

198f6567db4f353aa315eba0400f7117.jpg

Não imaginava o frio que estava.

Apeteceu-me voltar a casa e vestir algo mais quente. 

Quando saí do Centro de Saúde, chovia.

Vim todo o caminho encolhida e com a gola do blusão a tapar o pescoço.

O Outono chegou a sério.

 

 

 

 

 

frio glacial?!

Maria Araújo, 27.10.18

Fui à consulta anual de oftalmologia, no Hospital da Luz.

Numa mensagem que recebera, o utente não precisa de ir ao balcão principal, vai directaente à especialidade onde, no pequeno balcão da sala de espera, duas funcionárias fazem o serviço.

Pensei que seria rápido, mas não é. Além de a sala estar completamente cheia de utentes, forma-se uma razoável fila de espera, juntam-se os médicos que vêm ao balcão dar alguma instrução às funcionárias e/ou chamar o utente para a consulta.

Fui chamada com uma hora de atraso ( o normal, neste serviço). Azar meu esqueci-me de levar o livro  que leio actualmente.

Vale a simpatia do médico, que me trata por tu, que comentou que continuo elegante, que fui operada há nove anos,  já me conhece desde então, que o tempo passa depressa ( se passa!).

Examinou os olhos, estão bem, mas apesar de há um ano ter feito exames completos, achou que devia fazer novo exame às células, voltei para a sala de espera, estive mais trinta minutos à espera. Feitos estes, seria chamada para o médico comunicar-me o resultado, passaram outros trinta minutos. 

Entrei de novo, nada há que se tivesse alterado, despediu-se com um beijinho e: "vemo-nos dentro de um ano"

À saída, e verificando que as funcionárias do serviço também fazem a cobrança das consultas, não me apeteceu esperar, agora na fila mais pequena, desci e fui ao balcão  principal, que não tinha ninguém.

Hora de almoçar, o bar da praia estava fechado, o céu ora estava azul, ora as nuvens escondiam o sol, o vento norte era muito forte e frio. Desci à praia, por minutos.

IMG_20181027_132643.jpg

 

Antes de regressar a casa, ainda passei por Apúlia para comprar legumes frescos e flores.

No rádio do carro as notícias informavam que uma massa de ar frio e o vento forte faziam descer a temperatura aos 0º, prevendo-se queda de neve para Bragança. "Ou oito, ou oitenta", murmurei.

À medida que me aproximava da cidade, as nuvens escuras ameaçavam chuva e o vento continuava muito forte. Passei no horto, comprei amores e avenca.

No regresso a casa, uma carga de água fez-me o favor de tirar o pó do carro, que muito precisa de uma boa lavagem.

Em casa, calcei  umas meias quentes, que comprei recentemente, o frio chegou e parece que é para ficar.

 

 

 

 

 

 

 

fui às compras

Maria Araújo, 19.10.18

ao centro comercial, porque, infelizmente, e eu adoro o comércio de rua,  as lojas que eu queria ver umas coisas, não há no centro da cidade.

Há muito tempo que não comprava lingerie na Oysho, hoje, comprei um conjunto na cor cru, que mais gosto, mas perdida por muitos outros que gostei.

Passei na Tezenis, comprei um conjunto de cuecas, a funcionária insistia que levasse 5, porque não pagava uma, mas como eu não vou nesta conversa e as cores deste ano não são as que mais gosto, comprei um de três.

Segui para a Primark, procurava algo quentinho para vestir em casa nos dias frios e as meias para calçar com as botas que a maioria das jovens usam na rua, e eu uso em casa.

Comprei uma camisola de algodão e uma malha polar para oferecer a uma menina de 10 anos, que conheci nesta clínica, por quem tenho uma grande admiração pela força, por cada conquista, por mais pequena que seja, em vencer o seu problema de locomoção, pelo sorriso que nos dá quando a incentivamos, batemos palmas, dizemos, "consegues", "boa!", "já está".

Andei a ver os cintos na Zara online, pensei passar na loja, mas além de não ter paciência para as lojas de centros comerciais, não queria gastar mais dinheiro em compras. Não preciso de cintos, tenho bastantes, alguns com mais de 20 anos, largos, com franjas, de metal, finos, com fivelas grandes, douradas, prateadas, de várias cores. É um acessório que uso raramente.

Tenho uns jeans Levis que comprei há uns anos, estão novos porque nnão os visto, estavam separados para dar  à empregada do meu vizinho (dei-lhe um casaco de pêlo e um de fazenda que não usava, eram modelos demasiado largos e ocupavam muito espaço no guarda-roupa) resolvi que ia usar as calças, compraria um cinto na Zara. Desisti de ir à loja, saí do centro comercial.

Em casa, voltei à loja online da Zara e seleccionei os cintos que gosto, que de certeza que não vou comprar nenhum, vou à gaveta e selecciono os que penso que vou usar, não gasto dinheiro num novo não vá deixá-lo arrumado junto aos outros.

Mas gostei muito destes:

1736222800_1_1_1.jpg

2555204800_1_1_1.jpg

 

1736221800_1_1_1.jpg

 

1736226303_2_1_1.jpg

 

6466201038_1_1_1.jpg

2555201707_1_1_1.jpg

 

 

 

 

 

onde andas tu, Verão?

Maria Araújo, 08.06.18

Devido ao tempo que faz, frio e chuva ( o edredão voltou à cama, durmo de pijama de algodão e meias que os pés não aguentam o frio que faz à noite), a caminhada HP  ao Santuário do Sameiro, programada para amanhã, foi adiada para o dia 16.

O ano passado fomos ao Bom Jesus, estava muito calor.

Vim espreitar os posts que escrevi no mês de Junho de 2017, tudo era sol e calor.

Embora não suporte as temperaturas muito altas, faz-me falta o sol, as manhãs de praia que costumo fazer nesta altura do ano. Estamos nas festas dos Santos Populares, mas o Verão não quer nada connosco.

Se de repente o tempo muda, passamos do frio para o calor, dos casacos de inverno, o oito, que algumas pessoas vestem,sem necessidade  alguma, para o oitenta, dos vestidos decotados e curtos, e das sandálias, que eu ainda não usei este ano, guardadas nas caixas, no armário.

 

primeiros dias de Junho de 2017

20479112_BIeiy.jpeg

20483213_8tmQi.png

As previsões...

captura de ecrã.png-b.png

 

O tempo mudou de mais, muitas foram as Primaveras que começava a praia em Abril e acabava em meados de Setembro, pergunto: " onde andas tu, Verão?".