Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

cantinho da casa

cantinho da casa

o "Refúgio"

e continuo com as minhas fotos de Domingo.

IMG_20210103_140449.jpg

Passei há dias na Capela de Nossa Senhora de Guadalupe, sita na rua onde vivi, era eu criança.

Subii e descia as escadas da rua de Guadalupe. O muro que separava as pequenas casas das escadas, inclinado que era, servia de escorrega, muitas cuecas rasguei a descê-lo.

Nas noite quentes de Maio, íamos à novena, criança que era, por vezes levava aquela celebração para a risota,a minha mãe castigava-me, e nos dias que se seguiam estava quieta a ouvir rezar o terço, ai se algum gesto fizesse!

Tenho boas recordações daquele lugar.

Tinha visitado a capela em  2017,. Soube que, recentemente, por trás da capela, foi erguida uma construção a partir de resíduos industriais, o metal, e no interior, a vermelho, o têxtil.

Deram-lhe o nome de "Refúgio" .

Da autoria do artista Lorenzo Bordonaro, a forma  da estrutura, base e tecto, tem a leitura de dois ícones da cidade: o Mosteiro de Tibães e os Escadórios do Bom Jesus.

IMG_20210103_140834.jpg

IMG_20210103_140528.jpg

IMG_20210103_140553.jpg

IMG_20210103_140604.jpg

IMG_20210103_140619.jpg

IMG_20210103_140659.jpg

IMG_20210103_140723.jpg

IMG_20210103_140734.jpg

IMG_20210103_140746.jpg

IMG_20210103_140759.jpg

IMG_20210103_140820.jpg

IMG_20210103_140904.jpg

A capela  está fechada à semana, abre ao Domingo para a celebração da Missa, é o seu exterior um espaço de arte e de lazer para os dias mais quentes.

 

 

Urban Algae Folly

passei lá, ontem, e vi, mas não sabia o que era e...

12241737_1071309822900204_3013656395360357634_n.jp

 

 é isto:

 

O Urban Algae Folly é simultaneamente uma estrutura viva interativa e uma solução inovadora de construção de agricultura urbana. As microalgas cultivadas têm o objetivo de purificar o ar. Ou seja, são capazes de transformar o dióxido de carbono (CO2) presente na atmosfera, transformando-o em oxigénio (O2). Produzem 2 quilogramas de oxigénio por dia, sendo necessárias 25 árvores de grande porte para assegurar esta mesma produção.

Para ler mais em, "Em Braga faz-se futuro".