Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Cantinho da Casa

Cantinho da Casa

Hoje, dia "D"

Maria Araújo, 31.08.12

as salas estão vazias.

Daqui a alguns dias, estarão a abarrotar de alunos.

Se continuassem com a "política" dos 20 a 25 alunos por turma, com certeza que muitos professores teriam os seus postos de trabalho assegurados.

É a política do corte, infelizmente.

 

 

Se

Maria Araújo, 12.04.12

com o minímo de 20, casos com necessidades educativas especiais e/ou com dificuldade de aprendizagem,isto é um problema; se há uma maioria desinteressada, com falta de hábitos de trabalho, regras e valores, nos 26/28 máximo, imagine-se com 30, que aí vem.

O estado manda, corta, risca, e nós trabalhadores portugueses não dizemos "ai, ui".

Se o currículo vai sofrer cortes/alterações e com este aumento para 30, imagine-se quantos profissionais ficarão dispensados.

Coincidência, TV ligada no canal onde passa "I like this" , aqueles dois "inteligentes" de «Vais para o Canadá», os Homens da Luta que,  verdade seja dita, estão a safar-se muito  bem da crise,cantam neste momento: "Portugal, e salve-se quem puder".

Pudesse eu!

 

 

 

 

 

 

 

651 - O ensino em Portugal

Maria Araújo, 12.06.10

Recebi por e-mail, de uma amiga virtual, professora, trabalhadora, educada, jovem, deste blog, a imagem abaixo.

Também ontem, a um comentário que fiz a um post do meu grande amigo Carapau,   expressei o meu desânimo quanto à luta que travamos no ensino , não só com as atitudes dos alunos, mas também com o pouco esforço e interesse pelas aprendizagens.

Digam o que quiserem. A escola é o espaço onde as criança e os adolescentes passam a maior parte do dia, convivem, e aprendem a crescer e a prepararem-se para a vida...

Damos actividades. Damos conhecimento. Partilhamos experiências.

Falta o empenho e o trabalho.

Sempre as mesmas perguntas: "Conta para nota, professora?"

Como diz Daniel Pennac:"- Com certeza. Todo o trabalho merece um salário."

Desta forma, nunca chegaremos lá, ao futuro que pretendemos ver equilibrado, justo, sorridente.

Carecemos de princípios, atitudes e valores. Estes têm de vir "de cima".