Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Cantinho da Casa

Cantinho da Casa

O serviço de saúde

Maria Araújo, 08.05.15

Sem Título.png

Na unidade de saúde familiar da minha zona, todos os funcionários que lá trabalham, e incluo a minha médica e o enfermeiro que me aplicou a vacina do tétano, são muito simpáticos, muito atenciosos, e o serviço, se não houver atraso, funciona muito bem.

Ontem, tive consulta às 17:40h, informei a funcionária que tinha vacina marcada para as 19:15h, teria de esperar 1:15h por aquela, se houvesse uma vaga, poderia antecipar a hora.

A médica de família é a coordenadora da unidade, sempre me atendeu muito bem, expliquei-lhe o que me levou lá (a espera de uma consulta de cirurgia vascular do hospital público,  há um ano e meio), ela comentou o que poderia ter acontecido, e  para não haver perda de tempo, seria melhor fazer outro ecodopler,o anterior já tem dois anos,  e iniciar um novo processo.

Acabada a consulta, e quando já estava a chegar ao balcão de atendimento, ouço uma voz de homem que me chamava.

Olhei para trás. Com a minha médica, estava um jovem enfermeiro disponível para me aplicar a vacina.

Mas antes, e foi a primeira vez desde que me lembro de tomar as vacinas do tétano que alguém me fez um longo inquérito que era registado no computador.

Deu-me a vacina, e diz " em 2025 volta cá".

E eu comentei "2025?! Ui, estou velha!"
"Está nada! São apenas dez anos".

Mas o que eu queria dizer é que 2025 parece uma data longa. Esquecera-me que estamos em 2015 e dez anos passam depressa.

Estou muito satisfeita com o serviço desta unidade familiar. Ou ontem tive sorte.

 

 

A morte e os familiares

Maria Araújo, 18.09.09

 

No humano e belo blog Vida De Enfermeiro foi publicado, no passado dia 14 de Setembro,  um post sobre "A morte e os familiares" em que não só descreve a situação do profissional de saúde no momento que  dá a notícia da morte, mas também define quatro tipos de familares.

Ontem à noite, mais uma vez,ela bateu à porta deste cantinho.

 

Em memória de todos os que nos deixaram, ficam estas frases.

 

 

 

 

Quando a morte vem chegando, parece que as pessoas ficam em paz. Param de lutar contra ela e se entregam com uma docilidade quase incompreensível."  (Zevi Guivelder)

 

 

 

"Morrer é apenas não ser visto. Morrer é a curva da estrada."  (Fenando Pessoa)

 

 

 

 

 

 

 

 

"Quando morremos, deixamos atrás de nós tudo o que possuímos e levamos tudo o que somos."  (Autor desconhecido)

 

 

 

"Aqueles que amamos nunca morrem, apenas partem antes de nós."  (Amado Nervo)

 

The curious case of Benjamin Button

Maria Araújo, 01.02.09


“Comece a vida por onde comece, o final é sempre o mesmo. o importante é aquilo que fazemos com os dias do meio..”

 

 

Sobre o filme que mencionei  em título, tirei esta frase do blog  vida de enfermeiro  .

 

Os dias do meio ... infância, adolescência, univesidade/profissão, família, netos.

Com todas as alegrias, aventuras, responsabilidades, conhecimento, experiência, sabedoria...O que importa é tudo isto.

Vamos vivê-las com intensidade. O final há-de chegar, a seu tempo.