Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]



Quando a crise faz milhões

por Maria Araújo, em 25.01.15

 

Sem Título.png

 

 

Início

Autoria e outros dados (tags, etc)

Prós e Contras

por Maria Araújo, em 31.03.14

 

 

 

Um tema fantástico a ver "O amor em tempo de crise".

E está a começar com o não menos fantástico Dr. Daniel Sampaio.

 

 

 

Início

Autoria e outros dados (tags, etc)

A minha nova vida

por Maria Araújo, em 10.09.13

deixa-me sem inspiração alguma para andar por aqui.

Escrevo pouco sobre mim, as banalidades não variam. Pensei mandar o blogue para o lixo. Mas são 5 anos e a coragem não é muita para desistir.

A minha vida mudou. Agora com mais tempo para a família, para mim, para fazer tudo e nada, falta-me a vontade de me dedicar ao meu cantinho.

A minha vida tem sido dormir (à noite), ginásio, compras do dia a dia, TV desligada, levar a Sofia ao treino de basquete, arrumar armários, dar uma volta pela cidade (quando me apetece e/ou algum assunto para resolver me leve ao centro). A leitura dos meus livros ficará para o outono.

Há pouco, no FB, li um pequeno texto desta blogger .  Falava de "crise criativa".

Deixou-me pensativa.  E comentei: "A post a day, keeps your mind ok".

Surgiu-me, então, a ideia de publicar, diariamente, um post com uma imagem da web ou de minha autoria, sem tema específico , com o título 

" A photo a day, keeps your mind ok", OK?

Não sendo criativa como muitas bloggers que andam por aqui, gosto do meu humilde espaço...até ficar farta dele.

 

 

 

 

 

 

 

Início

Autoria e outros dados (tags, etc)

Pois é

por Maria Araújo, em 25.07.13

Há dois dias, o telefone tocou. Vi um número local e atendi.

Uma voz gravada dizia, mais ou menos isto: "Boa tarde. Sou ... e gostaria que despendesse alguns minutos do seu tempo para responder a ...".

Desliguei o telefone.

Hoje, final do dia, regressava a casa, vi um amontoado de pessoas que batia palmas a uma voz que falava de crise e de políticas de direita.

Aproximando-me do local (sou obrigada a passar por lá), percebi porque a antiga oficina da Rover está  com ar fresco e renovado (pensei que alguma grande superfície de vestuário fosse abrir)

Estamos em tempo de crise?!

 

 

(a foto não mostra tudo)

Início

Autoria e outros dados (tags, etc)

Cortes para todos, TODOS, ok?

por Maria Araújo, em 08.04.13

 

Acabem com as pensões milionárias, as despesas do estado (saídas dos ministro e suas extensas comitivas, andanças por aqui e acolá), guarda-costas a mais, chauffers que ganham balúrdios, deputados na AR que dormem e/ou tratam da suas vidas pessoais, menos deputados, menos mordomias... Talvez o povo compreenda e colabore.

Cortes para todos, são  mesmo para TODOS, ok?

 

 

Início

Autoria e outros dados (tags, etc)

E estou farta do FMI

por Maria Araújo, em 19.01.13

Vou deixar de ver as notícias.

Já não basta a fome escondida, a desgraça de muita famílias, e vêm estes gajos pedir mais medidas, mais aumentos dos impostos.

Caso para dizer: "fuck you monsters of the people".

 

Início

Autoria e outros dados (tags, etc)

Os meus receios

por Maria Araújo, em 17.10.11

Trabalhei 14 anos na empresa da família, fundada pelo meu avô paterno, passamos por situações muito difíceis. Meu pai nem sempre trazia o seu vencimento para casa ou se o trazia não era na totalidade.

A minha mãe dizia: "faço uma ginástica para governar a casa!". Arranjou emprego dentro de casa para ajudar nas despesas dos estudos dos 6 filhos que teve. Comprou uma máquina de tricotar, fazia vestidos, camisolas, saias. Tinha boas clientes. Eu entregava as encomendas, muitas vezes à noite, à chuva, ao sol. Nunca me queixei.

Ajudava nas tarefas da casa, ia para a escola, estudava.

Depois de completar o 7º ano, actual 11º, fui trabalhar para a empresa, a convite do meu tio. Meu pai nunca se meteu, nunca me defendeu em nada.

Retomei os estudos 7 anos depois de completar o 11º ano. Fiz o 12º ano à noite.

Entrei para a universidade como trabalhadora estudante, assumi a orientação da casa nesse mesmo ano, o ano em que minha mãe nos deixou para sempre.

Passei trabalhos, dificuldades, carências. E tinha dois irmãos mais novos, adolescentes.

Sem a mãe, estudaram, formaram-se, casaram, tiveram filhos.

Acabei o curso e entrei para o ensino.

Sempre soube gerir a minha vida financeira, mesmo com algumas dificuldades. Até à hora em que tive de pedir o primeiro empréstimo da minha vida.

Um problema. Como iria eu pagar a minha casa durante 20 anos? Na altura 50 contos por mês.

O tempo foi passando. Os juros iam descendo, os pagamentos sempre em dia.

Comprei o carro, o mais barato e económico da marca. O carro que ainda tenho, há 13 anos. Mais um crédito.

Fui fazendo as minhas poupanças, através de um seguro, por 15 anos, com término em 2012.

Quando pedi o primeiro empréstimo, temi.

Decidi arrumar com o empréstimo do carro, quando apenas faltava 1 ano.

A casa está quase paga (só em 2016). Entretanto, tomei uma decisão importante na minha vida. Era algo que iria melhorar a minha pessoa, a minha autoestima.

Assumi, pedi, cumpri e cumpro.

Caminhei sempre com segurança e tranquilidade.

Agora, não sei. Temo o amanhã. Temo não poder cumprir com os meus compromissos. Temo ficar sem as minhas parcas economias.

A poupança na luz, na água, na gasolina, na roupa,no café, que tomo em casa,  nos jantares (que raramente vou), nos espetáculos(que raramente assisto), entraram agora na minha rotina.

Naquele tempo, entre 1982 e 1990, os momentos mais difíceis da minha vida pessoal, familiar e económica, receei, mas não tive medo.

Hoje tenho receio e medo: de falhar, de não cumprir.

 

 

 

 

 

 

Início

Autoria e outros dados (tags, etc)

Crise

por Maria Araújo, em 16.03.09

 

Ando  por aqui , ora vendo os mails, ora vendo os blogs. Não tendo paciência para ler tudo, reparo num attachment que me despertou a atenção.
Espero que gostem.

 

 calvin_and_hob por romantica2008.

Início

Autoria e outros dados (tags, etc)


foto do autor


desafio dos pássaros



o meu instagram


1º desafio de leitura - 2015 2º desafio de leitura - 2017 3º desafio de leitura - 2019

desafio




Arquivo

  1. 2019
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2018
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2017
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2016
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2015
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2014
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2013
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2012
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2011
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2010
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2009
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D
  144. 2008
  145. J
  146. F
  147. M
  148. A
  149. M
  150. J
  151. J
  152. A
  153. S
  154. O
  155. N
  156. D


Encontros - eu fui

IMG_2230 (2).JPG MARCADOR