Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Cantinho da Casa

Cantinho da Casa

coisas do meu dia

Maria Araújo, 07.05.18

IMG_20180507_190200.jpg

 

Há três anos, uma amiga ofereceu-me, no aniversário, um fio com pendente da árvore da vida com brilhantes. 

Decidi mudar o fio deste, passei na ourivesaria para o substituir por um fio dourado para fazer conjunto com o fio com pendente cruz ( na imagem) que recebi no Natal passado.

Fui atendida por um dos donos, presumo que irmão do senhor que habitualmente me atende,  um senhor que andará pelos 70 anos, que não me lembro de o ver por ali.

Não havia fios finos dourados que servissem no pendente, estivemos a ver a medida que eu pretendia.

Ora,  nos cerca de 10 minutos que estive na loja, o diabo do homem, que eu não conheço, tratou-me sempre por tu.

- Ah, e tal, vê a medida deste, experimenta o que tenho aqui, olha esse serve-te, eu mando vir o que quiseres, quinta-feira já tens o fio, deixa ficar o pendente que trato disso, queres estas bolinhas no fio...

Eu, lixada, para não dizer fº*#ª@, farta da conversa dele, desta modernice de nas redes sociais as pessoas tratarem-se por tu, pensava para mim mesma "é preciso ter lata! o homem não enxerga que está a atender uma cliente que não conhece? e mesmo que conhecesse, se o trato de senhor tinha obrigação de o fazer da mesma forma"

O sócio (irmão???) e o filho, que sempre me atenderam  com simpatia e nunca me trataram desta forma, na outra ponta do balcão, ouviam a conversa e, certamente, não estariam a  gostar desta forma de tratamento.

Repito, eu não me lembro de ver aquela pessoa pela loja, e se não fosse por que me pareceu andar pelos 70 anos, reagia.

Sou apologista deste tipo de tratamento quando há confiança, respeito e empatia, doutra forma, não admito, nem eu altero o meu comportamento.

Fui educada desta forma, nada há a fazer.

 

dez minutos depois

Maria Araújo, 16.12.16

de publicar este post, tive  a chamada desejada.

Tinha de ser rápida a chegar ao hospital.

- Dez minutos, - respondi.

E assim foi.

Esperei uma hora pela consulta, aproveitei para enviar sms à minha amiga Mafalda, que me falou  muito bem desta médica, e informá-la que conseguira a consulta.

Quando entrei no gabinete, uma mulher jovem, nos 30, levantou-se, apresentou-se, veio dar-me um beijo.

Simpática e com humor à mistura, põe-nos muito à vontade e preparadas para a consulta.

Fez o inquérito que eu esperava e queria, examinou-me com cuidado.

Pode ter os seus erros, mas na comunicação e confiança que tem e dá, saí de lá muito satisfeita.

 

 Resultado de imagem para the female doctor gif