Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Cantinho da Casa

Cantinho da Casa

A Sofia já conduz!

Maria Araújo, 10.08.18

A Sofia tem a carta de condução há cerca de um mês.

A quem pede ela o carro? 

À tia, como é óbvio.

A primeira vez que mo pediu, dei-lhe a chave.

Ficou indignada, queria que eu fosse com ela. Eu recusei-me, fizesse ela as asneiras, não estava lá para ver.

E não aceitou ir sozinha, não conduziu.

Um dos fins de semana que fomos para Ofir, saímos as duas, levou o carro.

Correu bem.

Na semana seguinte, pediu-me o carro, dei-lhe a chave.

Tirou-o da garagem, foi à sua vida, levava um amigo com ela.

Hoje, voltou a perdi-me. De novo, sozinha tirou-o da garagem, desta vez demorou mais tempo, para quem não está habituado a tirá~lo, não é fácil ( e eu já fiz algumas asneiras, quando acordo virada do avesso e as manobras não são as mesmas de sempre).

Na rua oposta à minha o trânsito estava intenso e muito lento. Havendo obras na escola e com os camiões que entram e saem em sentido contrário para facilitar a manobra destes, o trânsito na rua pára por minutos.

Por volta das 12:15h, já nem me lembrava que tinha emprestado o carro, liga-me a dizer que apanhara um trânsito caótico chegaria a casa depois das 13h.

Uns minutos depois, liguei-lhe para lhe dizer que estacionasse o carro na rua dela, eu iria buscá-lo mais tarde.

Ela não atendeu, presumi que estaria no meio do trânsito. 

Eu tinha acabado de ler nas notícias que recebo no telemóvel que a etapa da Volta a Portugal termina em Braga, na Avenida da Liberdade, a poucos metros da minha rua.

Percebi o porquê da lentidão e buzinadelas na rua.

Liguei a televisão, está , agora, o José Amaro a cantar na Avenida Central.

 

 

 

 

coisas do meu dia # esquecimento

Maria Araújo, 09.07.18

open-carta.jpg

 

Sempre fui uma pessoa cuidadosa com a pontualidade e responsabilidade em tratar os meus assuntos pessoais, por vezes dois a três meses antes do prazo acabar, e ao ponto de resolver os da família quando esta os deixa chegar ao limite.

Também falho, e esta cabeça não é excepção, sobretudo quando se trata de algo que é tratado de x em x anos.

Ora, na sexta-feira, numa troca de mensagens no whatsapp com a minha amiga M em que ela me dizia que tinha ido revalidar a carta de condução, ontem, ao jantar,  veio-me à mente a conversa, de repente lembrei-me de verificar o prazo de validade da minha.

E contrariamente ao que pensava, o seu prazo de validade expirou há cinco meses.

Nem queria acreditar! Os documentos andam sempre comigo, tinha revalidado o cartão de cidadão antes do prazo limite e a carta de condução foi esquecida?!

Acabara de chegar da praia, comentara com a minha sobrinha que iria ver os meninos durante a semana.

Carro na garagem, vou tratar da sua renovação, está fora de questão visitar os meus sobrinhos netos.

Não foi descuido, foi esquecimento. O tempo passa depressa demais, tinha a noção de que a revalidara há poucos anos.

 

 

sábado de sol

Maria Araújo, 01.07.17

As tardes da semana que passou foram em casa a arrumar armários e gavetas, separar loiças que não são mais úteis, aproveitar melhor o espaço, acomodar as toalhas de mesa, os guardanapos, os individuais.

Há cerca de 2 meses que não ia, ao sábado, ao ginásio. Uma aula com pequenos aparelhos, foi uma bastante dinâmica.

Mas passar as tardes em casa deixaram-me apática e eu não gosto de me sentir triste, também.

Um sábado de sol.  Apetecia-me conduzir. Sem destino, por estradas que não passava há anos, fui ter a Barcelos.

Estacionei, dei uma volta a pé, tirei as fotos do costume. O caudal do rio Cávado está muito baixo sinal da pouca chuva do outono e inverno passado.

Apeteceu-me comer o sonho na pastelaria que fora em fevereiro com a minha amiga Mafalda.

Conduzir distrai-me, deixa-me mais relaxada. 

IMG_20170701_173249_1CS-tile.jpg

 

 

 

 

Visão à chuva

Maria Araújo, 07.05.10
Como conduzir uma boa visão enquanto se conduz sob forte chuva?
 Não sabemos por que é tão eficaz, mas basta tentar isso quando chove muito - Uma sugestão de um amigo policia que experimentou e confirmou. É útil, mesmo em condução nocturna. A maioria dos motoristas liga os limpadores de pára brisas em velocidade mais rápida ou máxima durante chuvas pesadas, mas a visibilidade na frente do pára brisa ainda é má. No caso de enfrentares uma situação deste tipo, tenta os teus óculos de sol (qualquer modelo serve), é um milagre! De repente, a tua visibilidade na frente de teu pára brisa é perfeitamente clara, como se não houvesse chuva. Certifique-se de ter sempre um par de óculos de sol no teu carro para que possa ajudar a ti mesmo em condução segura, com boa visão. Você também pode salvar a vida do seu amigo, compartilhando essa informação com ele / ela.