Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

cantinho da casa

cantinho da casa

coisas da internet

A semana passada fui ao Porto a uma consulta.

Depois desta, e antes de vir para o comboio,  passei na Zara do Centro Comercial Bom Sucesso.

Vi uns jeans castanho que gostei, mas não havia o meu número.

No dia seguinte, passei na Zara aqui da cidade, não havia nada em castanho. Pelo que parece nem todas as lojas têm os mesmos produtos e eu sempre me convenci que no caso desta marca, sim.

Em casa, fui ao site da loja e vendo a cor daquilo que pensava ser o que queria,  mandei vir. E esta estava em promoção.

Na segunda-feira tinha a mensagem para as levantar na Loja do Braga Parque.

Esta loja está completamente remodelada, pensando eu que tinha de me dirigir ao balcão, reparei num letreiro que indicava a máquina de levantamento de encomendas, aproximei-me, fui ao meu telemóvel ler o código, e no visor escrevi os números, lá vem a minha encomenda, que peguei e saí da loja.

Pensei no quanto se poupa em serviços sendo o cliente a fazer a operação.

Quando cheguei a casa, as calças não eram a cor que eu escolhera. Para mim são cinzentas.

Vesti-as, estavam bem, só precisavam de subir a bainha, não ia devolvê-las, afinal comprei-a s11 euros mais baratas, e não tenho nenhum par desta cor.

Voltei ao site, procurei de novo o castanho, mas não encontrei.

De repente, lembrei-me de pesquisar em calças castanhas, e lá apareceu como castanho chocolate, as que eu vira na loja do Porto. 

Ontem, fui ao Porto tratar da troca ou devolução do que tinha comprado em Lisboa, e não havendo o artigo, devolveram-me o dinheiro.Tentei encontrar o mesmo modelo noutras marcas, não só eram muito mais caras, mas também não me seduziram .

Passei na secção de roupa e procurei as calças que tinha visto em Lisboa ( não havia o meu número ),  encontrei-as nesta loja. Levei para os provadores três tons do mesmo modelo, uma delas castanho.

E depois de as vestir, trouxe verde tropa.

Hoje, fui buscar à costureira as calças da Zara, procurava o saco, perguntou ela :"são as de tom verde?"

Respondi cinzentas, e comentei:"eu queria em castanho , no site pareceu-me que era a cor, para mim são cinza e a senhora diz que são verdes, e trago um par verde que comprei ontem?".

Tirei  do saco as que comprei, comparei as cores, pouco tinham de parecidas, e lá ficaram para subir a bainha.

Então foi assim, em imagens:

jeans castanho chocolate, Zara

Sem Título-.png

as que pedi online, caqui, que para mim são cinzentas

Sem Título.jpg

as que comprei no Porto verde

Sem Título--.jpg

 a cor é  verde tropa.

verde.jpg

 

fui às compras

Estava em falta com os presentes para as aniversariantes do dia 4 e 9, hoje, que o tempo estava fresco (choveu de noite), fui ao cemitério pôr flores nas campas dos meus familiares.

Aproveitei o carro e passei no Braga Parque, pensei na Zara Home para um dos presentes.

Mas está fechada para remodelação. A Zara vestuário mudou de lugar, está mais organizada, embora não entrasse lá. Passei em frente.

Fui à Women Secret, vi um vestido de praia, que preciso, que gostei, experimentei-o, e trouxe.

Depois, pensei no presente da sobrinha, optei por uns calções de praia, que sei que veste e vai gostar.

Ontem, tinha passado na Benetton, loja de rua, e comprei uma t-shirt para a amiga que fez anos no dia 9.

Também comprei umas calças de linho para mim, mas são da nova coleção, não tinha desconto.

Passei na Kiko, com promoções de 30% em todos os produtos, trouxe o corrector de olhos, que costumo usar desta marca, e ainda comprei um esfoliante de rosto, que não uso há um bom par de anos.

Uso a gama de produtos de rosto  da Shiseido, o esfoliante ficava para outra oportunidade e acabava por esquecer.

Mas a menina "impingiu-me" uma máscara para usar depois do esfoliante.

E trouxe.

E mais um lápis de olhos. Quando trabalhava, usava maquilhagem leve, e o lápis nunca faltava.

Agora, tenho pincéis de maquilhagem desta maquilhadora que eu admiro, tenho sombras de olhos, mas só uso quando vou jantar fora com a família ou amigos.

Ser prática faz-me usar o mínimo: a máscara de pestanas.

Fiquei satisfeita com as compras, poupei uns euritos em produtos que não vão ficar arrumados.

Gastar por gastar, já lá vai há muito tempo.

O vestido:

IMG_20220719_204909.jpg

 

 

e os produtos 

IMG_20220719_205139.jpg

pagamento MBWay

Há cerca de 10 dias queria aproveitar o desconto de 40% em produtos  neste site, além de um cupão de 15%, que referi neste post, não consegui fazer o pagamento com o cartão, e mesmo depois de fazer o download da aplicação MBWay, a primeira vez que decidi aderir, não consegui efectuar o pagamento,desisti.

Entretanto, terminara o prazo de validadedo cupão.

Fui ao banco para resolver o problema de estar suspenso o  MBWay,  a gestora disse-me que  ao fazer o download da aplicação do banco tinha lá este sistema de pagamento.

Tratamos disso na hora, e eliminei a que fizera.

Ontem, verifiquei que tinha novo cupão de desconto da Wells, entrei no site para fazer a encomenda, cujos produtos ainda estavam com 40% de desconto, e fiz a operação. Mas voltou ao mesmo.

Tentei três vezes, e o pagamento foi recusado.

Já estava a ficar sem paciência e sem perceber por que não conseguia fazer a operação, lembrei-me, de repente, de fazer o pedido pelo telemóvel.

E eis que tudo se resolveu!

É isto!

Parece-me que  fazer encomendas com pagamento com cartão Master Card e MBWay, para certos sites, só  usando a aplicação do banco, no meu caso.

image.jpg

 

 

preços inflacionados

Costumo fazer compras em farmácias que fazem descontos de 10% e  15%.

Hoje, fui à que faz 15%, fica a cerca de 20 minutos de casa, mas como precisava de comprar protectores solares, pasta dedentes, fio dentário, iria poupar na carteira, e as pernas agradeciam a caminhada que tinha de fazer.

No regresso a casa, a minha irmã ligou-me e falei-lhe das compras que fiz e do desconto que tive ,uma vez que os produtos solares estavam com 30% de desconto, mas não tinham os 15% que os outros tiveram.

E foi quando ela me disse que deixou de lá ir porque inflacionam os preços para fazerem estes descontos, que na Parafarmácia do Pingo Doce compra mais barato.

Por acaso, falei-lhe na Wells, que faz bons descontos, mas raramente compro,  que tenho a aplicação e recebo cupões, também, mas não sabia até que ponto compensava.

Cheguei a casa, liguei o PC e fui comparar os preços e há, de facto, uma diferença substancial.

Estava esgotada na farmácia o dentífrico que uso. O último que comprei tem o valor é 9,65 , sem desconto, paguei 8,20  com os 15% que tenho.

Descobri que a Well's tem esta marca e está com 40% de desconto online.

O que sempre pensei foi que as farmácias compram grandes lotes que lhes permitam fazer estes descontos,  mas a diferença é grande:

Sem Título 1.jpg

Vejamos:

Este protetor solar custa 23,95, na farmácia, está com a promoção 30%, paguei 16,77€.

Na Well's, o mesmo produto custa 20,55, fica por 14,30, com os 30%.

A pasta de dentes que uso é esta:

Sem Título.jpg

 

Tenha ou não, vou passar a comparar os preços.

Fiz a encomenda online,  além dos 40% de desconto, ainda tive os 15% do cupão.

Conclusão: quando precisar de alguma coisa, vou comparar os preços e se tem promoções.

 

 

fui à feira

Está um vento norte frio, algumas nuvens escuras, que vão desaparecendo, e o sol é quente.

Decidi ir à feira semanal,  queria ver o que há de novo para esta estação.

Numa bancada, vi artigos da MassimoDutti,  só havia tamanhos pequenos, trouxe uma camisa en tons de cereja.

Os feirantes que vendem roupas de marca ainda têm poucos artigos, mas fui à das camisolas e t-shirts, encontrei as cores que gosto.

A senhora dizia: "olha estas que giras para ti." Foi a primeira vez que me tratou por tu,mas também não dei importância.

Encontrei as minhas vizinhas. Passam semanas que não as vejo na rua mas quando vou à feira, encontro-as sempre.  E também encontrei duas colegas que fazem Pilatesno ginásio. 

Então, trouxe t-shirts de algodão, uma verde outra laranja, e uma sweatshirt de manga comprida às riscas ( adoro riscas).

Depois, vi umas t-shirts da COS que adorei para a minha sobrinha.

Fotografei-as, enviei pelo whatsapp. Não reagiu. Devia estar numa reunião..

E comprei. Sei que ela vai gostar.

Vesti tudo em casa, gostei de todas.

As minhas, já as lavei.

Uma das que escolhi para ela,  é esta.

Sem Título.jpg

Experimentei.

Assenta muito bem, gostei de me ver com ela, apesar de evitar o preto.

Na próxima semana, vou voltar.

 

 

 

 

Saldos?!

Eu e a minha irmã fomos ao mercado comprar legumes.

A loja Tezenis fica perto, passamos lá para comprar cuecas.

3,50€ cada cueca?!

Peguei em três, as cores básicas.

Tenho saudades do tempo em que os tons claros eram variados e comprava sem precisar.

Agora, são padrões que não gosto: tigresa, riscas, quadrados, enfim!

Mas quer nos saldos, quer nas novas colecções, há muito que os tons claros limitam-se ao bege, branco e às vezes cinza claro.

Depois de andar pela loja a ver a colecção, em que três pares ficam por 12,99€, coloquei-as nos seus lugares e não comprei nada.

A minha irmã também desistiu das cuecas, comprou uma camisa de noite.

Os saldos vão até 50%, e tempos houve que comprei a metade do preço,  logo se as cuecas custavam 4,99€, e estão a 3,50€, e as cores que traria seriam as mesmas que tenho em casa, prefiro aguardar o que vem para a primavera.

E na Oysho?!

Cuecas giras que comprava.

Nada é como dantes.

Mudaram o conceito,  nem sequer entro para ver se há algo de novo.

 

compras no outlet

Ontem, tive uma consulta no Hospital da Luz, na Póvoa de Varzim.

Há mais de 15 dias que andava com dor e zumbido no ouvido esquerdo, ouvia mal, tinha expectoração, alguma tosse. Nada que nunca tivesse acontecido. Foi há três anos que estive exactamente nesta situação.

De vez em quando, o ouvido dá sinal, mas passa.

Fiz vários exames, que confirmaram o que sinto.

Ia almoçar a Vila do Conde, o médico sugeriu tomar o antibiótico ao almoço, se comprasse depois de sair do hospital, senão ficava para o jantar.

Pensei passar na farmácia que fica no centro, só tinha de estacionar o carro, tirar o bilhete, atravessar a rua...

Mas quando estava à procura de lugar para estacionar, verifiquei que a farmácia estava fechada.

Surpresa!

Aqui em Braga às farmácias não fecham à hora do almoço.

Como não conheço mais nenhuma, não queria meter-me no trânsito, e em ruas que não conheço, segui o meu caminho para Vila do Conde.

Já passava da hora do almoço, o melhor seria comprar os medicamentos quando chegasse a casa.

E estou a tomar antibiótico e cortisona.

A minha ideia de ir a Vila do Conde era com intenção de ir apenas à loja da Vista Alegre, no outlet. Até porque eu queria chegar cedo a Braga, e perder o meu tempo a ver montras, porque não preciso de nada, quando lá cheguei, fui directa à loja.

Acho que não ia lá há três anos, não a encontrei.

Tinha a certeza que era onde eu pensava, mas fui andando, se não encontrasse, não ia procurar em todo o espaço, iria perguntar a algum lojista se tinha fechado.

Mas encontrei-a. Vi o letreiro.

Tinha mudado de lugar, umas quantas lojas mais à frente.

A loja mudou por completo, já só tem peças da marca.

Eu tenho um serviço do dia-a-dia que comprei mas não tem a marca, fiquei na dúvida se na altura tudo era Vista Alegre.

Mas também não tinha importância. A louça é boa, tenho há alguns anos.

Só tive pena de não ter peças iguais à que comprei.

Havia serviços com designs mais simples que outros, comprei, avulso, um clássico para oferecer de presente de Natal.

Depois, vi uns pratos couve em branco, trouxe dois e uma saladeira.

Tudo presentes de Natal.

Não trouxe mais nada, e vinha muito carregada, porque ainda não fiz a lista de presentes.

Eu disse num post que iria comprar presentes de Natal em "português".

No próximo sábado, vou a este lugar, parece ter produtos interessantes para comprar.

Se me agradarem, compro. Adoro sabonetes!

E a pouco e pouco, faço as compras para as mulheres.

Para os homens, vão ser as meias de uma fábrica de Braga, com lojas no centro da cidade.

Para as crianças, que têm brinquedos qb, vou pensar.

Mas gosto mais de dar dinheiro, e os pais fazem o que entenderem.