Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]



Fui à consulta de nutrição

por Maria Araújo, em 07.11.14

 

sem nome.png

 Hoje, pela primeira vez, fui a uma consulta de nutrição, oferta do ginásio.

E gostei.

À medida que eram feitas as perguntas, a nutricionista ia registando as minhas respostas numa ficha, no computador.

O peso devia andar pelos 47kg (peso menos).

Pelo que me parece, estou no bom caminho. Como tenho tendência para colesterol alto, o meu cuidado com a alimentação é qb.

Raramente cometo excessos, mas de quando em vez, delicio-me com um ou outro pecado da gula, seja na comida, seja na doçaria.

Uma pequena chamada de atenção para as minhas falhas alimentares: comer um lanchinho após o exercíco físico (quase sempre me esqueço), comer diferentes peças de fruta, durante o dia, comer um lanche a meio da tarde (este é por volta das 18h30), tomar duas a três chávenas,médias, de leite (só tomo uma antes de me deitar e por vezes substituo por chá) ou um iogurte líquido, que não aprecio nada, comer no máximo 6 bolachas Maria, à noite ( se levar o pacote das bolachas para o sofá, como as que me apetece).

Quanto a bebidas, o ideal seria beber um litro de água, mas o normal anda pelo meio litro, três quartos de litro.

Ao pequeno almoço bebo sumo de uma laranja, ao almoço bebo um quarto de um copo de vinho maduro tinto, ao jantar, quase sempre bebo água.

Há dois meses atrás, antes de fracturar o pulso, o professor fez-me uma avaliação física, pois quero regressar à cárdio, para trabalhar pernas e braços, já que a idade fez o favor de presentear-me com  a flacidez da 3ª idade. Não tenho problemas com ela, nem me impediu de vestir o biquini, no verão, mas...
Fui ver a ficha e além dos aparelhos de cárdio a usar, as aulas que o professor aconselhou são: zumba ( que adoro), hidroginástica (que sempre fiz) e natação adultos ( que nunca pratiquei).

Agora que a fisioterapia esta a mostrar resultados e estou a recuperar da fractura, já conduzo, faço as minhas tarefas de casa, resta-me coordenar estas com as horas que diariamente vou dedicar ao meu corpo, ao meu bem-estar.

No final da consulta, ainda deu tempo para 40 minutos de bicicleta, step e tapete.

Segunda-feria, entro em acção.

 

 

Cantinho da Casa

As sementes

por Maria Araújo, em 26.02.14

O colesterol é, há cerca de 8 anos, o meu calcanhar de aquiles, não porque eu o tema (sou magra, pratico desporto, tenho cuidado com a alimentação) mas porque tenho de tomar medicação para o "combater".

Até há 2 anos tomava um genérico, mas como tinha dores musculares, mudou-se a medicação, mais cara e que me custava muito comprá-la a cada 28 dias de toma.

Numa das consultas de rotina, falei com a médica sobre o preço do medicamento (mas eficaz, seja dita a verdade) e foi receitado um produto natural com 20 comprimidos ligeiramente mais barato e sem comparticipação.

Porque se acabaram os comprimidos e as gotas para os olhos, fui, hoje, à farmácia.

Os comprimidos para o colesterol não tinham, assim como as gotas para os olhos (as farmácias onde habitualmente compro tudo o que preciso só devem ter nas prateleiras e em stock os produtos com mais saída). Sempre que vou comprar esta medicação e o "especial" fio dentário  que uso, NUNCA os têm e dizem-me que precisam de pedir ao armazém, o que me obriga a lá voltar no dia seguinte.

Ora quando me falou que não tinham os comprimidos do colesterol, a doutora trazia na mão uma embalagem de papel e disse-me: "Não há em armazém os comprimidos mas temos aqui um produto natural, muito bom, substitui os que costuma tomar, pode ser usado em saladas, comidas, sopas. Experimente e se não gostar pedimos os comprimidos."

Pergunta imediata: "E o preço?".

 "9,90", respondeu-me após verificar no computador.

"Muito mais barato que os comprimidos", pensei.
Comentei com a doutora: " Como tenho de fazer novas análises em abril, vou experimentar e ver-se-á se o resultado". E trouxe a embalagem.

Veremos o que diz a minha médica e se o colesterol vai mesmo reduzir.

Pesquisei o produto e cá está:

 

 

A produção de cânhamo é uma das mais ecológicas que existe e as sementes são conhecidas por serem umas das mais nutritivas do planeta, com vários benefícios para a saúde:

- Reforço do sistema imunitário

- Equilíbrio nervoso

-Reforço do sistema imunitário

-Promoção da saúde do cabelo e da pele

-Propriedades anti-inflamatórias

-Prevenção do envelhecimento prematuro

-Redução do mau colesterol

-Promoção da saúde cardiovascular

-Ajuda na prevenção da osteoporose

-Queimar o excesso de gorduras

-Saúde e oxigenação do sangue

 

 

 

 

 

Cantinho da Casa

Saúde

por Maria Araújo, em 15.01.14

Estou pronta a apostar neste fruto (acabei de comprar mais uma caixa de 28 comprimidos, para o colesterol e sem comparticipação).

Perante o comentário que fiz ao meu médico "dizem que o colesterol é um mito", respondeu-me ele, " Pode ser um mito, mas quando a pessoa passa dos 50, a hipótese de ter um o AVC é maior".

Gostaria de seguir uma alimentação rígida e saudável que evitasse a toma de medicação mas na verdade, todos os médicos me dizem que tenho de a tomar.

 






O duelo entre duas das frutas mais gordurosas começa difícil para o coco. Afinal de contas, ele possui praticamente quatro vezes mais calorias e lipídios do que o abacate. Pelo menos suas gorduras — os ácidos láurico e monolauril — são daquelas boas, que fortalecem o sistema imunológico e têm ação antifúngica. Além de ser mais magrinho, o abacate é rico em ácido oleico, ou ômega-9, uma gordura que ajuda a reduzir o colesterol ruim, afastando doenças cardiovasculares. Mas isso não é desculpa para abusar.

"Tanto uma fruta como a outra devem aparecer, no máximo, duas vezes por semana no cardápio", recomenda a nutricionista Thais Souza, da rede Mundo Verde, na capital paulista. Para quem vive sob tensão, melhor gastar a cota com o abacate. "Ele tem uma substância chamada beta-sisterol, que auxilia no controle do cortisol, o hormônio do estresse", informa Thais.

Se você não anda tão estressado, pode deixar o paladar escolher.

Cantinho da Casa


foto do autor


desafio dos pássaros



o meu instagram


1º desafio de leitura - 2015 2º desafio de leitura - 2017 3º desafio de leitura - 2019

desafio




Arquivo

  1. 2019
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2018
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2017
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2016
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2015
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2014
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2013
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2012
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2011
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2010
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2009
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D
  144. 2008
  145. J
  146. F
  147. M
  148. A
  149. M
  150. J
  151. J
  152. A
  153. S
  154. O
  155. N
  156. D


Encontros - eu fui

IMG_2230 (2).JPG MARCADOR