Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]



coisas do meu dia

por Maria Araújo, em 20.11.18

Tinha marcado para hoje deixar o carro na oficina para fazer uma revisão, antes de ir à inspecção, desmarquei tudo,  o carro da minha irmã avariou, foi rebocado, emprestei o meu para ela ir trabalhar.

Fui levar o carro, aproveitei para, finalmente,  marcar uma consulta na clínica de fisioterapia  que fica em frenta à casa da minha irmã.

O médico dá consultas neste dia, tive sorte, alguém tinha cancelado a sua consulta da manhã, ficou para mim.

Depois desta,  foram marcadas as horas do tratamentos, a funcionária perguntou se queria fazer, nesse momento, o primeiro tratamento. 

Com certeza que sim,  ao meio-dia estava a sair da clínica.

A caminho de casa, decidi mudar o trajecto e passar no mercado municipal para comprar fruta, trouxe maçãs, tangerinas, bananas, romãs, castanhas e nozes.

Pensara fazer  lasanha de courgette e espinafres, para o almoço, aproveitava o forno para comer  as  primeiras castanhas deste ano.

Enquanto a lasanha estava no forno, na parte de baixo as castanhas assavam no tabuleiro, duas teriam escapado à faca, dois morteiros ouvi, fui ver o forno ( não o abri), a lasanha estava intacta e tostadinha, o forno cheio de padaços de castanha.

A lasanha estava deliciosa, as  castanhas de Trás-Os-Montes souberam muito bem, comi-as todas.

Sem carro, e com aula no ginásio às 17h15m,  fui para a paragem de autocarro  na expectativa de chegar a horas de conseguir uma senha para a aula das 16h30, estive trinta minutos à espera, já não chegava a tempo, quando  parou e perguntei ao condutor qual a hora do autocarro seguinte: "dentro de cinquenta minutos" - respondeu  -" mas saia daqui  por que as pessoas querem entrar", saí, este condutor não foi simpático,  passei pelo supermercado para comprar detergentes, a empregada vem amanhã, não quero que lhe falte nada ( a ela falta mais eficiência na limpeza da casa), voltei a casa, liguei o pc para ver os horários do autocarro que devia apanhar e que pára muito perto do ginásio.

A aula correu bem ( a D põe-nos KO) pergunta-nos: " meninas, estão bem?" e respondemos "sim", ela é excelente e um amor.

Desci a rua até ao Continente. Na paragem em frente a este, há um autocarro que passa de vinte em vinte minutos, leva dez a chegar onde ao centro e muito perto da minha casa, aproveitei para ir à padaria  minha preferida.

Fiz um jantar leve.

Sem notícias da minha irmã, se tinha chegado bem,  o que foi "diagnosticado" ao carro, enviei sms, tive resposta uma hora mais tarde.

Tinha chegado bem, o carro só fica pronto na quinta-feira, precisava do meu para amanhã, na quinta-feira vai com uma colega.

Amanhã, tenho duas aulas no ginásio. Não vou à primeira,  o autocarro não chega a horas, vou para a segunda, noutro autocarro que não passa perto do ginásio,  tenho de fazer a pé uma rua íngreme, mas são só cinco minutos.

Nunca pedi, nem peço, um carro emprestado.

Sempre que deixava o carro na oficina e tinha de ir trabalhar, ia de boleia ou na camioneta da carreira, como se diz cá no norte.

Não fosse a chuva, vinha a pé para casa.

O carro faz falta, oh, se faz!

 

 

 

 

 

 

 

Cantinho da Casa

fui à clínica veterinária

por Maria Araújo, em 21.04.18

levar os cinco gatinhos e a gata mãe, não só para saber o sexo deles mas também porque queria ter a certeza de que todos estão bem.

Quando chegaram à clínica, a gata que estava assustada, mas nunca fizera qualquer gesto de agressão, fizera xixi durante a pequena viagem de carro. Os gatinhos miavam. Mal abrimos a transportadora, a enfermeira foi buscar uma toalha para limpá-los, e à gata. Sem nunca reclamar, a gata deixou fazer tudo. Que maravilha! Fosse a minha gata como esta!

O staff ficou encantado com eles.

Foram todos desparasitados, a mãe gata não miou uma única vez, deixou fazer tudo aos filhotes e a ela.

A minha sobrinha comentou que a gata está mais magra, a veterinária confirmou, embora ela coma bem, mas levamos oito embalagens de comida húmida, que à experiência foi dado um pedaço, a gata adorou, para comer todos os dias enquanto der de mamar aos filhotes, alternando com a ração. 

Todos estão muito bem. Os gatinhos pretos são mais magros que os beges, há um que passa por cima dos outros e quer mamar.

A Kim, a cadela das minhas sobrinhas, adora os gatinhos e se se aproxima um pouco mais de um dos gatinhos beges, este levanta as patinhas e bufa para ela, que fica assustada e foge.

A gata mãe ainda não tem nome, vai ser esterilizada logo que os gatinhos comerem ração e ficará em casa delas, pois está visto que a Kim entende-se muito bem com ela.

Adora a nossa companhia, se estiver deitada com os filhotes bem aconchegados a si, mal nos vê entrar, levanta-se e vai comer. É um amor, não reclama nada.

Dentro de quinze dias, voltamos à clínica para mais uma desparasitação de todos, e se os gatinhos tiverem deixado de mamar, estarão em condições de viajar para viverem as suas vidas felizes com as novas famílias.

Os cinco gatinhos são maioritariamente "meninas". Os dois pretos são macho e fêmea, dos três beges, dois são fêmeas e um macho.

Espero muito em breve levá-los aos seus novos donos.

Aqui estão fotografias e o vídeo, na clínica veterinária.

 

IMG_20180421_114218.jpg

IMG_20180421_113928.jpg

 

 

l

 

 

Cantinho da Casa

vou tratar as telangiectasias

por Maria Araújo, em 15.09.16

imagem241.jpg

ou derrames

Tenho sorte que hoje o tempo está  fresco e de chuva , não vai custar sair da clínica com estas  "sexy" meias sheer & soft.

3medi-6_1.jpg

 

 

Cantinho da Casa

Higiene oral, que dispendiosa ficas tu!

por Maria Araújo, em 15.11.13

Na farmácia, peço a pasta dentífrica flúor, especificamente para usar à noite, aconselhada pelo médico de higiene oral desta clínica (cara, mas em quem confio a minha boca),e me dizem o preço, comento: "tão cara!"

Preço em Libras 5,95 que corresponde a 7, 10 euros.

Paguei 11,25 euros.

E que remédio tive eu pagar.

Ó meu Deus, com os cortes que já tive, com os que estão à vista, a vida tão difícil, custa aguentar estas despesas (e eu nem choro muito, não).

 

 

Cantinho da Casa


foto do autor


desafio dos pássaros



o meu instagram


1º desafio de leitura - 2015 2º desafio de leitura - 2017 3º desafio de leitura - 2019

desafio




Arquivo

  1. 2019
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2018
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2017
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2016
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2015
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2014
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2013
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2012
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2011
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2010
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2009
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D
  144. 2008
  145. J
  146. F
  147. M
  148. A
  149. M
  150. J
  151. J
  152. A
  153. S
  154. O
  155. N
  156. D


Encontros - eu fui

IMG_2230 (2).JPG MARCADOR