Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Cantinho da Casa

Cantinho da Casa

#fiqueemcasa 28

13.04.20, Maria Araújo
as tarefas normais de um dia de semana, a tarde estive a ver este tão falado e emocionante filme. Grata ao CC por ter publicado no seu blog, que suscitou a minha curiosidade, e registei-me aqui. Acho que vou ter tardes de cinema todos os dias, enquanto estivermos em confinamento, (...)

Bohemian Rhapsody, o filme

06.11.18, Maria Araújo
  logo no início, senti um arrepio, uma vibração, as lágrimas que escorrem durante todo o filme, pelos actores, pelas músicas, pela recordação do que vi na televisão e em directo de Wembley, já lá vão 33 anos, LIVE AIDS. Digam bem ou mal do filme, temos uma história. E por que o filme debruça-se especialmente em Freddie Mercury, e como nasceram as belíssimas músicas dos Queen, hoje, saí da sala com um aperto no coração e os olhos molhados.          

fui ao cinema

15.01.18, Maria Araújo
optei por ver este filme, ganhador de quatro globos de ouro, um filme que toca todos os problemas da sociedade americana: racismo, violência, violação, preconceito, relações familiares problemáticas, igreja do lado do mais forte, a polícia, que por sua vez abusa do poder que tem, desrespeitando o cidadão e as suas própias leis. Saí de lá com a sensação que ficou mais qualquer coisa por saber, pela forma inesperada como acabou "Temos o dia todo para pensar nisso". E o (...)

também fui ver

08.08.15, Maria Araújo
muita publicidade, começou bem, algum sentido de humor, gostei da participação de Miguel Guilherme, as meninas até eram elegantes e sedutoras, mas a determinada altura perdi o interesse, aborreceu-me, fiquei sonolenta, quase adormeci, não fosse um grupo de cinco adolescentes que, na fila de trás, constantemente pontapeavam as cadeiras (tive de os (...)

RIP

02.04.15, Maria Araújo
  Ontem à noite, numa conversa com uns amigos e que se debruçou na nossa vida de estudante, falámos no nome Manuel, tendo comentado um deles, de nome Manuel, a existência do "o" , ainda em alguns nomes. O meu comentário foi que, antigamente, este nome era escrito com "o" mas  com a evolução da língua passou  a ser escrito com "u". E falei (...)

Meu nome é...

18.02.15, Maria Araújo
    Cinco mulheres colegas e amigas de trabalho,  no cinema. Em silêncio as lágrimas saltavam do olhos. No final,uma delas chorava abraçada a outra. Quando me foi lembrado que sua mãe teve Alzheimer, dei-lhe um forte abraço. E chorei. Qualquer uma de nós pode ser uma Alice.