Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]



Bohemian Rhapsody, o filme

por Maria Araújo, em 06.11.18

Queen.jpg

 

logo no início, senti um arrepio, uma vibração, as lágrimas que escorrem durante todo o filme, pelos actores, pelas músicas, pela recordação do que vi na televisão e em directo de Wembley, já lá vão 33 anos, LIVE AIDS.

Digam bem ou mal do filme, temos uma história. E por que o filme debruça-se especialmente em Freddie Mercury, e como nasceram as belíssimas músicas dos Queen, hoje, saí da sala com um aperto no coração e os olhos molhados.

 

 

 

 

 

Início

Autoria e outros dados (tags, etc)

em falta com o cinema

por Maria Araújo, em 03.11.18

 

 

Este ano a minha frequência nas salas de cinemas tem sido fraca, por falta de oportunidade.

Apesar de as críticas serem pouco positivas, na próxima semana, estarei numa sala de cinema para ver e ouvir "Queen", sobretudo o personagem Freddie Mercury, em "Bohemian Rhapsody".

 

 

 

Início

Autoria e outros dados (tags, etc)

fui ao cinema

por Maria Araújo, em 15.01.18

Tres-Cartazes-a-Beira-da-Estrada-poster-pt.jpg

optei por ver este filme, ganhador de quatro globos de ouro, um filme que toca todos os problemas da sociedade americana: racismo, violência, violação, preconceito, relações familiares problemáticas, igreja do lado do mais forte, a polícia, que por sua vez abusa do poder que tem, desrespeitando o cidadão e as suas própias leis.

Saí de lá com a sensação que ficou mais qualquer coisa por saber, pela forma inesperada como acabou "Temos o dia todo para pensar nisso". E o espectador também.

 

Início

Autoria e outros dados (tags, etc)

fui ao cinema

por Maria Araújo, em 16.11.15

 

 

Início

Autoria e outros dados (tags, etc)

Tags:

também fui ver

por Maria Araújo, em 08.08.15

XS5KPYFD.jpg

muita publicidade, começou bem, algum sentido de humor, gostei da participação de Miguel Guilherme, as meninas até eram elegantes e sedutoras, mas a determinada altura perdi o interesse, aborreceu-me, fiquei sonolenta, quase adormeci, não fosse um grupo de cinco adolescentes que, na fila de trás, constantemente pontapeavam as cadeiras (tive de os chamas a atenção).

O final do filme deixou muito a desejar.

É por isso que o filme original ainda tem o seu encanto.

 

 

Início

Autoria e outros dados (tags, etc)

Festa do cinema

por Maria Araújo, em 13.05.15

que acaba hoje, fui ver esta  interessante e serena estória.

 

adaline.png

 

Início

Autoria e outros dados (tags, etc)

Festa do cinema

por Maria Araújo, em 12.05.15

que não podia perder, fui à sessão das 15h ver o filme "A Promessa de um Vida".

Convicta que iria encontrar a sala semi cheia, não estaríamos mais  de 6 pessoas.

Amanhã, há mais.

 

Sem Título.png

 

 

Início

Autoria e outros dados (tags, etc)

RIP

por Maria Araújo, em 02.04.15

manoel.png

 

Ontem à noite, numa conversa com uns amigos e que se debruçou na nossa vida de estudante, falámos no nome Manuel, tendo comentado um deles, de nome Manuel, a existência do "o" , ainda em alguns nomes.

O meu comentário foi que, antigamente, este nome era escrito com "o" mas  com a evolução da língua passou  a ser escrito com "u".

E falei precisamente de Manoel de Oliveira.

Poucos  foram os filmes que vi deste cineasta, mas os mais antigos ficaram na memória, como "Aniki Bóbó" e como personagem Carlos, neste excelente filme, "A Canção de Lisboa".

106 anos, uma longa vida.

Fique em paz.

 

 

 

 

 

 

Início

Autoria e outros dados (tags, etc)

Meu nome é...

por Maria Araújo, em 18.02.15

 

Poster do filme O Meu Nome é Alice

 

Cinco mulheres colegas e amigas de trabalho,  no cinema.

Em silêncio as lágrimas saltavam do olhos.

No final,uma delas chorava abraçada a outra.

Quando me foi lembrado que sua mãe teve Alzheimer, dei-lhe um forte abraço.

E chorei.

Qualquer uma de nós pode ser uma Alice.

 

Início

Autoria e outros dados (tags, etc)

Educadoras ou auxiliares de educação

por Maria Araújo, em 16.12.14

imagesR5XGJF66.jpg

que levam os meninos, dois a dois, de mãos dadas, pequenos, pequenos, e lindos, lindos, ao Braga Parque (presumo que para o cinema), não deviam organizar-se e ir uma à frente do grupo, outra a meio e por fim a terceira atrás?

Ora, duas das mulheres atravessam a passadeira com um grupo e a terceira, que tentava organizar o grupo dela, que ficou para trás, um carro pára e espera que todos atravessem, mas ela não atravessou, porque os miúdos, pequenos, pequenos, e lindos, lindos, não estavam em fila.

E o carro passou.

Uma das colegas do grupo que estava do outro lado, diz " atravessa agora, não vêm carros".

E ela atravessou, à frente do grupo, ficando uns seis miúdos para trás. Sobe o passeio, repara neles e em vez de voltar e os ajudar a atravessar, diz: "venham meninos !".

E eles eram tão pequenos. 4 anos, no máximo.

Desceram as escadas que dá acesso a um pequeno túnel (que eu não imaginava existir) e um último "casalinho" atrasou-se. Percebi que esse túnel dá acesso à paragem onde estavam os autocarros que as esperavam.
Quem por ali passava, como eu, estava atento e observava as crianças.

A educadora ou auxiliar de educação reparou, então, nas duas crianças e diz: "meninos venham!".

Fiquei boquiaberta! E comentei alto: "Esta senhora devia estar cá atrás, na fila. Álias, uma deve ir à frente, outra a meio e a terceira atrás para que as crianças não se percam ou se distraiam"

E ouvi alguém comentar ao meu lado:" É isso mesmo! Elas são tão pequenas!"

Eu estava atenta. Se alguma delas se desviasse do grupo e/ou largasse a mão do companheiro, eu ajudava a atravessar a via, que até é estreita, e só não o fiz por que quis ver até que ponto ia a responsabilidade das educadoras ou auxiliares de educação.

Elas eram pequenas demais para atravessarem a rua sem ajuda.

E pensam os pais que os filhos estão bem entregues.

 

 

Início

Autoria e outros dados (tags, etc)


foto do autor



o meu instagram


1º desafio de leitura - 2015 2º desafio de leitura - 2017 3º desafio de leitura - 2019

desafio


10 anos




Arquivo

  1. 2019
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2018
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2017
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2016
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2015
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2014
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2013
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2012
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2011
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2010
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2009
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D
  144. 2008
  145. J
  146. F
  147. M
  148. A
  149. M
  150. J
  151. J
  152. A
  153. S
  154. O
  155. N
  156. D


Encontros - eu fui

IMG_2230 (2).JPG MARCADOR