Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Cantinho da Casa

Cantinho da Casa

"Lá se pensam, cá se fazem"

Maria Araújo, 06.03.15

 

lisboa.png

 O meu irmão mais novo tem uma grande paixão por bicicletas.

Há cerca de 5 anos, começou a dedicar-se a elas, como hobby.

Compra peças, substitui, desmonta, altera, pinta, adapta-as ao tempo e aos lugares.

Desafio em desafio, com amigos e/ou sozinho faz longos percursos ao fim de semana e adquiriu o hábito de utilizar este meio de transporte para se deslocar para o trabalho.

Fato vestido, capacete na cabeça, mochila nas costas, raramente serve-se do carro para trabalhar.

Sempre atento ao que se passa nas grande cidades Europeias ou de qualquer outro continente, publica no FB o que vê, e "adverte" o nosso Presidente da Câmara de Braga, Ricardo Rio, para o cumprimento do que prometeu aquando das eleições autárquicas.

Hoje publicou um vídeo  sobre Lisboa com o título "Ideias de Origem Portugesa" e, curiosa que sou, espreitei. 

Se em Lisboa, a cidade das setes colinas e das ruas com declinação acentuada é viável construirem-se ciclovias para todos os cidadãos, então, nesta cidade, plana, cheia de sol, acolhedora e com ruas largas, facilmente se podem adaptar ciclovias(as poucas que existem estão nos arredores e/ou numa via pedonal sem trânsito) junto aos passeios de modo a que os ciclistas circulem livremente e não ocupem as vias para os automobilistas, nem os passeios destinados aos transeuntes (se bem que estes têm o hábito de ocupar as vias destinadas aos outros).

Sigamos o exemplo que muitas cidades estão a fazer pelos cidadãos, até porque no Brasil a bicicleta dá pedal, como é exemplificado aqui: melhora a saúde e a auto-estima, propicia liberdade, de custo acessível, diminui o número de veículos nas ruas, diminui conflitos de trânsito, melhora todos os índices ambientais...