Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]



e o vestido da noiva

por Maria Araújo, em 19.05.18

é lindo,a tiara perfeita.

Adoro!

 

meghan-e-harry.jpg

 

 

 

 

Início

Autoria e outros dados (tags, etc)

elas, as convidadas do casamento

por Maria Araújo, em 19.05.18

do ano, vestem os vestidos que se moldam ao corpo, ou os evasé com decotes subidos, lindas e alegres cores, de primavera, chapéus lindos, sapatos altos, que deviam ser  exemplo do que a maioria das mulheres  mais jovens e maduras usam e que pensam que a elegância está nos decotes ousados, nos comprimentos abaixo do rabo, dos brilhos, dos acessórios exagerados.

Fui buscar algumas fotos aqui.

ap18139348790461.jpgap18139360962219.jpg

beckham.jpgcharles-spencer.jpg

ap18139325416242.jpg

 

E eles, simplesmente elegantérrimos.

clooney.jpg

ap18139364417571-1-.jpg

 

 

 

 

Início

Autoria e outros dados (tags, etc)

"É hoje o nosso dia!", diz o "Mulo"

por Maria Araújo, em 19.06.16

 

mula.png

mulo.png

 

 para a sua noiva, a Mula do batom rosa nude.

 

transferir (1).jpg

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Início

Autoria e outros dados (tags, etc)

"Chama-lhe Amor"

por Maria Araújo, em 14.05.16

 

"Escuta, ouve é contigo. É para ti que escrevo outra vez, como num regresso a casa há muito esperado. Como se tivesse ficado sempre aí à minha espera enquanto me fui perdendo na tentaviva de me perder esquecendo.

Escuta é contigo. 

Porque homem nenhum, filho nenhum, comprimido algum, sensação alguma, sentimento algum, vento ou orvalho, mar ou serra, música ou girassóis, tulipas ou chá quente, nada, nada me faz parar de pensar em ti, dia e noite." 

 

( "Chama-lhe Amor",  página 72)

 

402-004.jpg

 

Para uma mulher especial, neste dia especial, uma flor especial.

Felicidades, M.J.

Início

Autoria e outros dados (tags, etc)

as calças da minha juventude

por Maria Araújo, em 04.04.16

19416328_qehQ4.png

a moda era os jeans largos e as calças fluídas.

Naquele tempo usava tudo o que era moda, mas jovem que era, era impossível não a acompanhar.

À exceção dos jeans que comprava nas lojas, os vestidos, saias, blusas e as calças fluídas eram feitos na modista.

Quando a minha irmã mais velha casou, era "in" as calças fluídas.

Numa malha castanha, a modista fez-me também uma blusa em renda e tecido de algodão, igual ao da menina, uma grande amiga minha, da fotografia.

Como não ficava bem levarmos blusas iguais, usei uma de lamê.

Hoje, as calças à boca de sino e modelo fluídas estão na moda.

Já as vi em corpos, já as vi nas lojas, mas não gosto.  Aliás, detesto.

Foi moda na minha juventude, causavam alguns transtornos: tropeçar nelas, ter de as levantar para descer e subir escadas, enfim ...!

Mas durou pouco tempo. Depressa  foram substituídas pelas calças  justas, tão justas, que tinha de me deitar na beira da cama, encolher a barriga para puxar o fecho e apertá-las.

E quando subia os altos dregraus do autocarro e tinha de tinha de os subir de lado? E quando me baixava?  Ai, que constrangimento!

Mas era super fã delas.

Felizmente as jeans actuais e as skinny, que uso, têm elasticidade que facilita os movimentos, mas naquela altura não.

Na fotografia, casamento da minha irmã, eu e a minha amiga com as nossas calças super largas, agora na moda( a fotografia está cortada)

 

Início

Autoria e outros dados (tags, etc)

Sugar down on me, down on me, ooh.

por Maria Araújo, em 16.01.15

 

(...)

Sugar
Yes, please
Won't you come and put it down on me?

Down on me, down on me, ooh...

 

E se um homem quer isto no seu casamento, que direi eu, mulher que sou, que adoro dançar e ficaria doidinha com esta surpresa, no meu casamento (que nunca existirá).

 

Enjoy the music!

 

 

Sugar
Yes, please
Won't you come and put it down on me?

Down on me, down on me, ooh...

 

Início

Autoria e outros dados (tags, etc)

Ganância de viver...

por Maria Araújo, em 30.09.14

 

Pequenas grandes coisas de um casamento de catorze anos.

 

 

 

 

{#emotions_dlg.meeting}

 

Casava-me já contigo

 

Casámos no último dia de Setembro no primeiro Setembro deste século. Estávamos apaixonados, surpreendidos e felizes. Catorze anos depois ainda não acredito na minha sorte.

 

Ao fim de 14 anos, cada vez que eu olho para a minha mulher, cada dia que acordo ao lado dela, o que mais me comove e impressiona é precisamente a novidade de vê-la, poder amá-la, ter a sorte de ser amado por ela.

 

Cada coisa que fazemos é ao mesmo tempo antiquíssima – como uma cerimónia que construímos juntos só para nós os dois – e novíssima, pelo desejo e pelo entusiasmo de lá estar, naquele lugar que ela abriu para mim e ela no lugar que só é dela, que sou eu.

 

O casamento é só uma palavra: é verdade. Mas também pode ser a vontade de casarmos e ficarmos casados, todos os dias, com a mesma pessoa que amamos.

 

Cada vez nos casamos mais. As diferenças dela vão cabendo cada vez melhor nas minhas. Cada vez somos, a Maria João e eu, mais livres de sermos como somos, cada um de nós, e de sermos como somos, nós os dois.

 

Ela torna-se mais ela; eu torno-me mais eu, ela e eu com menos medo que o outro fuja por causa disso. Mas com medo à mesma. E ganância de viver e curiosidade em saber como é que o décimo quinto ano vai ser melhor do que este.

 

Mas vai ser.

 

 

MIGUEL ESTEVES CARDOSO

 

 

 

Início

Autoria e outros dados (tags, etc)

Branca vai a noiva

por Maria Araújo, em 09.08.14

gosto muito de vestidos de noiva, simples, discretos, pouco decotados.

Numa cerimónia realizada na praia, na Ilha de Formentera, Baleares,  Ana Rita Clara escolheu muito bem o seu vestido de noiva.

Parabéns, Ana Rita.

 

 

 

 

Início

Autoria e outros dados (tags, etc)

Uma proposta de lei

por Maria Araújo, em 02.02.14

 

Um e-mail...
{#emotions_dlg.meeting}
Professoras em 1936
A pensar no equilíbrio a alguns níveis? Certamente... Mas tudo mudou...e de que maneira...
 

Início

Autoria e outros dados (tags, etc)

O rosto de um inocente

por Maria Araújo, em 25.08.13

 

As crianças são as vítimas e o alvo numa guerra injusta e sem fim à vista.

 

Ajuda com uma simples chamada:

 

LIGUE 760 501 501             Chamada de valor acrescentado (0,60€ + IVA)           

 

 

A maioria das crianças refugiadas, cerca de 740 000, têm idade inferior a 11 anos.

Mais de 3 500 refugiaram-se na Jordânia, Líbano, e Iraque e atravessaram a fronteira Síria não acompanhadas ou separadas das suas famílias, tornando-as vulneráveis a múltpilas ameaças inclusive trabalho infantil, casamento precoce e exploração e tráfico.

Na Síria 7 000 crianças foram mortas durante o conflito e a UNHCR e UNICEF estimam que cerca de 2 milhões foram desviadas, internamente.

 

Início

Autoria e outros dados (tags, etc)


foto do autor


desafio dos pássaros



o meu instagram


1º desafio de leitura - 2015 2º desafio de leitura - 2017 3º desafio de leitura - 2019

desafio




Arquivo

  1. 2019
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2018
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2017
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2016
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2015
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2014
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2013
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2012
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2011
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2010
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2009
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D
  144. 2008
  145. J
  146. F
  147. M
  148. A
  149. M
  150. J
  151. J
  152. A
  153. S
  154. O
  155. N
  156. D


Encontros - eu fui

IMG_2230 (2).JPG MARCADOR