Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Cantinho da Casa

Cantinho da Casa

# fiqueemcasa - a"minha" criança

Maria Araújo, 03.04.20

uma mãe que precisa de compras de supermercado mas tem uma criança e  ninguém que possa ficar com ela, o que faz?

Leva-a às compras?

Não!

Fica em casa da tia avó.

As crianças devem ser poupadas de andar nesses espaços.

Aqui em casa, com todo o cuidado, fiquei com ele.

Senti que ele olhava-me de outra forma. Habituado a que fosse buscá-lo à creche, agora que me vê poucas vezes, o que pensará ele?

Quando a mãe voltar ao trabalho, se voltar, e as creches estiverem fechadas, vou ter de cuidar dele.

Não há alternativa.

21751851_w4eyn (2).jpeg

 

 

 

e a prioridade aos idosos?!

Maria Araújo, 19.03.20

Agora que estamos em casa, ligo a televisão para estar a par das notícias.

De  manhã, na SIC Notícias, no Opinião Pública, uma senhora de 80 anos falava ao telefone.Vive sozinha, vive num prédio onde não tem ajuda de ninguém, o seu vizinho fechou-se em casa, usa canadianas para se movimentar.

Um dia destes, foi ao Pingo Doce, em frente a sua casa, a fila era grande, e pensando que teria prioridade, e tendo recorrido ao facto de ser idosa, foi-lhe rejeitada ( não foi dito se foi alguém do supermercado que não lhe deu prioridade ou quem estava à frente na fila)  tinha de ir para o fim da fila.

Com as dificuldades que tem de estar de pé,  à espera da vez, decidiu ir para casa.

O seu telefonema para a SIC era no sentido de pedir auxílio.

Fiquei zangada com o que ouvi.

Fosse eu que estivesse na fila,  e nem que tivesse de discutir com as pessoas ou com quem estivesse a controlar a entrada, tenho a certeza que a senhora entraria, e pediria à primeira pessoa da fila que ajudasse a senhora a fazer as compras.

E à saída,eu iria ajudá-la levá-las a casa.

Tanta solidariedade e na hora de aflição, as pessoas tornam-se egoístas.

Que tristeza.

 

 

o ginásio em casa

Maria Araújo, 19.03.20

é a partir de hoje que começo os meus exercícios de ginástica, que nunca imaginei um dia fazer em casa.

Prefiro o ginásio, obriga-me a sair de casa e a estar concentrada no que faço.

Infelizmente, mas nada que não possa fazer, o Covid-19 fez das suas e obriga-nos aficarmos isolados.

Temos de pôr a nossa imaginação em acção: ler, ouvir música, rir por nada, apanhar sol na varanda,fazer festas ao nosso animal de estimação,enfim, tentar distrair a mente.

Espero que este mal passe rápido,não  porque eu não goste de ficar em casa, que gosto,mas porque ele está a infectar e matar muita gente.

Ontem,fui à Decathlon e comprei bandas elásticas de Pilates.

2020-03-19 (2).png

2020-03-19 (3).png

 

 

 

o que fazes tu, Maria

Maria Araújo, 15.03.20

neste primeiro fim de semana fechada, isto é semi-fechada em casa?

É que desde que te levantaste, já saíste de casa, já foste resolver um pequeno problema, regressaste, fizeste o almoço (tarde), tiraste as gavetas da arca frigorífica, lavaste-as com um pouco de água e vinagre,limpaste-as muito bem, organizaste os teus alimentos ( estavam uma confusão) para os próximos dias,ou semanas, sabe-se lá quanto tempo ficaremos "isolados".

E ainda vais ter de sair para organizar o horário de ama do teu sobrinho neto, uma vez que a mãe, a partir de amanhã, está em Home Office e o menino precisa que cuidem dele.E uma criança ficar 24h em casa não é fácil,logo ela que adora ir ao parque e passear na rua.

Mas com boa vontade e esforço, tudo vai correr bem.

Estás serena, não acreditas nas notícias que te chegam via telemóvel (  evitas o FB ) , segues apenas o que lês nos jornais online ou na televisão.

Hoje,choveu um pouco, amanhã o tempo vai melhorar, o sol está aí, aproveita estes dias dentro de casa, lava as cortinas, arruma os roupeiros, lava a roupa  que usas para o ginásio( eu sei que a lavas depois de a usares) aproveita para aspirar as gavetas, separar o que não usas: carteiras, sapatos, écharpes, tudo, mas tudo... E dá a quem precisa.

casa-idoso.png

 

imagem daqui.

 

 

uma foto # 9

Maria Araújo, 01.03.20

1583079453200.jpg

"E é amar, assim, perdidamente..."

Nesta casa viveu Florbela Espanca ( infelizmente abandonada, poderia ser um pequeno museu, uma biblioteca).

E mais triste fiquei com os dois caixotes do lixo mesmo em frente à porta. Merecia mais cuidado.

E procurando no Google a letra, apareceu-me o blogue de um amigo meu, falecido em Julho de 2019.

O coração bateu forte, vieram-me as lágrimas aos olhos.

Comentei no seu post de 2009, a propósito da letra e da música de Luís Represas,  ele, o amigo, agradeceu o comentário, e por ter sido a primeira pessoa a comentar neste seu recente blogue.

Desde então, trocaram-se muitos posts e comentários, fizemos amizade.

Foi este senhor o mentor dos encontros de bloggers.

"Muito grata estou pela dedicação e amizade que nos deste, Rui." Lembro-me todos os dias de ti."

A tua música.

A nossa música.